SIC

Perfil

Às segundas

O "amor cego" de Francisco por Maria Leal

1.ª parte - Reportagem na íntegra

O "amor cego" de Francisco por Maria Leal

O programa Vidas Suspensas regressou esta terça-feira com a primeira parte do caso de um jovem que herdou um milhão de euros, esteve casado com a cantora Maria Leal e está hoje sem nada.

Este caso regressa à antena da SIC na próxima semana, com a segunda parte desta reportagem.

"Vidas Suspensas" conta histórias de vida, de esperança perdida e de sonhos desfeitos. Um trabalho de Sofia Pinto Coelho, com Ribeiro Cristóvão.

  • O "amor cego" de Francisco por Maria Leal - 2.ª Parte

    2ª Temporada

    O "Vidas Suspensas" regressou esta terça-feira ao Jornal da Noite com a segunda parte do caso de Francisco d'Eça Leal, um jovem que acusa a ex-mulher de lhe ter gastado 1 milhão de euros da herança que recebeu do pai. A queixa-crime que apresentou contra a cantora Maria Leal está parada na Justiça há três anos.

  • "Dizia que a minha mãe queria ficar com os meus bens"

    Vídeos

    Francisco diz ter sido feliz durante o ano em que viveu com Maria Leal em Campo de Ourique. De vez em quando, recebia as visitas da mãe, mas os encontros não corriam bem. A pouco e pouco, Maria terá começado a manipulá-lo e a isolá-lo. Uma história para ver na próxima terça-feira, às 21h00, na SIC.

  • "Cada vez que vinha, gastava 400-500 euros"

    Vídeos

    Os extratos das contas revelam onde foi gasta boa parte da herança (mais de 1 milhão de euros) de Francisco d´Eça Leal, o jovem que hoje vive da ajuda da paróquia de Campo de Ourique e da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. As contas mostram que, quase todos os dias, havia gastos com roupas, joias, relógios, óculos, perfumes, cosmética, sapatos, viagens, discotecas. Quase 100 mil euros em quatro anos em despesas do género. Em Campo de Ourique, onde o casal vivia, há comerciantes que recordam os tempos em que Maria Leal era uma ótima cliente.

  • Vidas Suspensas

    Vídeos

    Não julgamos nem damos razão. Não antecipamos o desfecho, mas queremos conhecer a história. Casos reais de futuro incerto. São histórias de vida, de esperança perdida e sonhos desfeitos. Um trabalho de Sofia Pinto Coelho com Ribeiro Cristóvão.

nas redes

pesquisar