SIC

Perfil

De segunda a sábado

Resumo: 313º Episódio - 15 de setembro (sábado)

Júlia é baleada por Helena

Christian Gnad

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Mónica está a arranjar-se para sair quando Henrique bate à porta. Vem pedir-lhe desculpa e agradecer pelo que fez por Inês.

Na herdade, Tiago declara que se vai embora pois não lhe faz bem estar constantemente ao pé de Bé. Esta não se desmancha à frente dele mas quando fica sozinha desata a chorar.

Helena procura Maria Paula, muito transtornada. Diz-lhe que já sabe que Miguel pretende fugir e que prefere morrer a ficar sem ele. De seguida, liga a Emídio a pedir alguns homens para um trabalho sujo.

Tomás conta a Luísa que tem investigado Helena e que ela tem jogado muito. Luísa comunica ao irmão que é Júlia quem vai ficar no seu lugar à frente do grupo Marreiros, o que deixa Tomás irritado.

Na recepção do resort, São dá autógrafos aos fãs falsos que contratou quando Ofélia a desmascara, em público e conta a toda a gente que ela comprou os seus CDs todos. São tenta travar os jornalistas e fotógrafos, em vão. Alice e Bárbara não percebem nada do que se está a passar e São, humilhada, manda todos embora. Fica sozinha a chorar.

Carolina sente que foi enganada a vida inteira e percebe agora que os seus pais eram pessoas horríveis. Xavier observa que, apesar de tudo, fizeram dela uma ótima pessoa.

Filipe aconselha Miguel, Luísa e Catarina a irem já para Lisboa no seu carro. Luísa não quer ir sem se despedir de Júlia.

No lar, Júlia fala ao telemóvel com o Dr. Antunes enquanto lhe envia o processo de Mafalda. Sente movimento do lado de fora do gabinete e vai até à sala comum. Depara-se com pessoas encapuzadas e armadas e explica que o lar está desativado e que não há nada para roubar. Quando tenta fugir, Helena dispara uma arma contra ela.

Filipe tenta ligar a Júlia mas ela não atende porque está inconsciente e a sangrar abundantemente do braço. Emídio fica em pânico pois não queria matar ninguém. Helena tranquiliza-o e confirma que Júlia está viva.

Miguel, Luísa e Catarina despedem-se de Filipe e Maria Paula, emocionados.

Rosa tenta manipular também Xavier para que ele interceda por ela junto de Carolina. No entanto, Xavier explica que Carolina sabe pensar pela própria cabeça e que não vai intervir por ninguém.

Emídio grita, irritado, com Helena porque a arma que ela usou já foi usada noutros crimes e pode ser comparada pela perícia da polícia. Helena pede-lhe um último favor é garante que lhe paga meio milhão de euros por isso.

Maria Paula diz a Filipe para falar com Júlia e este pensa que ela é que não quer falar com ele. Nesse instante, Filipe recebe uma chamada de Júlia e fica aflito com o que ouve. No lar, Júlia tenta levantar-se mas tem uma tontura. Assusta-se ao ver tanto sangue e arrasta-se até ao gabinete. Fala com Filipe a muito custo e diz-lhe que está ferida e que há sangue por todo o lado. Pede-lhe que vá ter com ela depressa. Filipe sai a correr para ir ao seu encontro.

No ginásio, Tomás paga a Geraldo para ficar sozinho e assim poder ajustar contas com Camila.

Em conversa com Camila, Tiago tenta convencê-la a voltar para Lou mas Camila refere que ele é burro e infantil. Por sua vez, Tiago está decidido a sair da herdade pois não aguenta estar perto de Bé e Camila reforça que eles também gostam um do outro.

No lar, Júlia já está a ser assistida pelos paramédicos quando Filipe e Maria Paula chegam. Maria Paula comunica a Júlia que Miguel e Luísa já saíram do Algarve. Júlia fica com a certeza de que foi Helena quem a atacou para os obrigar a ficar.

Na sua suite, Helena está prestes a pegar fogo à sua roupa quando Tomás bate à porta e lhe diz que vão fazer uma proposta de compra da sua parte do Grupo Marreiros, no dia seguinte. Jocoso, Tomás diz-lhe ainda que Miguel, Luísa e Catarina já estão bem longe.

Na estrada, Miguel recebe uma chamada de Helena a alertá-lo para o fato de Júlia não estar bem. Macabra, diz que ouviu dizer que Júlia foi baleada. De seguida, Luísa liga para a irmã e confirma tudo com Maria Paula. Angustiados, decidem regressar.

Bárbara conta a São que ouviu uma vizinha a falar que houve um tiroteio no lar. São está deprimida por causa do seu insucesso musical e reconhece que pediu um empréstimo quando a mãe a confronta.

Jacinto pressiona Alice a contarem tudo a São sobre estarem juntos. Está certo de que São já não gosta dele, se é que alguma vez gostou. Alice está receosa com a reação da irmã.

No zoomarine, Mónica avisa Carolina que vai ter com Inês. Xavier conta à namorada que Rosa falou com ele, o que a deixa chateada. Sabe que a mãe só apareceu porque precisa dela para fazer o transplante de fígado.

Maria Paula e Afonso vão à bomba de gasolina falar com Cavaco que trabalha lá. Pedem-lhe para aceder às imagens da câmara de vigilância no dia da morte de Ana Rita.

No hospital, Júlia está ligada a soro e tem o braço ao peito. Filipe está junto a ela e sente um misto de emoções. Luísa entra disparada e avisa Filipe que Miguel foi atrás de Helena.

No resort, Miguel entra furiosa e vai direito a Helena. Jacinto tenta acalmar os ânimos mas Miguel quer levá-la à polícia. Helena consegue soltar-se e Miguel conta a Tomás que a ex-mulher baleou Júlia.

Na sua suite, Helena, cheia de raiva, faz uma chamada e dá indicação para que avancem com o plano.

Na bomba de gasolina, Maria Paula e Afonso esperam nervosos por Cavaco. Quando este chega, entrega-lhes uma pen drive com as imagens daquele dia. Maria Paula e Afonso ficam esperançosos.

Rosa ameaça Carolina e avisa-a que não é opcional ela fazer o transplante, quer queira,quer não. Carolina fica chocada e recusa-se a fazê-lo.

Diana sugere a Manel que vá tirar o curso de medicina a Espanha mas ele tem mais motivos para ficar do que para ir. Está a pensar que também pode ser feliz como veterinário.

nas redes

pesquisar