SIC

Perfil

As primeiras revelações sobre o novo programa de Cristina Ferreira

Estreia no início do ano, mas a apresentadora levantou o véu, pela primeira vez, sobre alguns pormenores

Fotografia: Rui Valido

Cristina Ferreira é um dos nomes que gera mais curiosidade entre os portugueses atualmente. Das várias certezas que tem na vida, a mulher dos sete ofícios – ou dos sete negócios – tem uma bem forte: “Seja o que for que faça na vida, tenho a certeza que hei de vingar”, uma frase que lhe ficou bem conhecida no resultado de uma entrevista emocionada.

Desde que foi anunciada a sua transferência para a SIC, Cristina pouco falou sobre o que por cá vai fazer. Mas, apesar de o segredo ser a alma do negócio, como boa empresária e estratega que é, sabe que é preciso ir aguçando a curiosidade do público para que este queira, de facto, ver o resultado final. O nome do seu desafio na SIC estreia em janeiro e chama-se 'O Programa da Cristina'.

As promoções que estão em antena na SIC já dão qualquer coisa a entender. Vamos a factos: O que é que já sabemos até agora? Cristina Ferreira vai apresentar um programa diário na SIC que vai estrear no início do ano. Lendo o que tem dito e escrito sobre isso, percebemos que vai ser “a sua casa”. Como a própria diz, este é o seu programa de sonho. Mas porquê?

É de sonho porque eu acho que vou ter o melhor espaço para receber as pessoas e porque é um programa e um horário que abraça muita gente que precisa de nós para ter alguma alegria durante o dia. E eu sei que o estou a construir para que ele possa, de facto, ser companhia de muitas pessoas.”.

Fotografia: Rui Valido

Cristina Ferreira vai estar nas manhãs da SIC

Eu gosto muito do horário do dia, e principalmente da manhã, porque acho que estamos a despertar e posso levar logo alguma coisa às pessoas e por isso estou a construí-lo com uma marca muito pessoal e acho que as pessoas vão notar logo isso. Às primeiras imagens vão perceber ‘isto é mesmo a Cristina’”, começa por contar, consciente de que está a confirmar as suspeitas que já circulam por aí.

É a casa da Cristina?”, perguntamos. “Sim, exatamente!” – diz com clara alegria na voz. “Toda a gente tem tanta curiosidade com a minha casa e vão poder ver um bocadinho do que eu sou espalhado pelo cenário”.

Fotografia: Rui Valido

O cenário vai ser a sua cara: “Dourados tem que ter!”

Estou muito entusiasmada. Todo este processo de criação de longos meses foi subindo cada vez mais nas minhas expetativas. Eu escolhi mesmo tudo para a minha casa, desde as cores aos tapetes, TUDO foi escolhido por mim!”, conta-nos com uma emoção percetível no sorriso.

Aproveitando o entusiasmo com que nos fala deste projeto de sonho, tentámos arrancar mais alguma informação. E conseguimos! Cristina Ferreira revela então que, sobre as cores do cenário: “Ainda estamos em negociações, mas vai ser tudo muito aquilo que eu sou até fora da televisão, que sou muito mais serena”. Mas há algo a que não resiste: Os dourados tem que ter! Cristina Ferreira sem dourados não existe! [risos] Foi tudo escolhido para se perceber, de facto, que aquilo era meu e eu estou sempre envolvida em todos os processos”, conta. Um requisito que não é de agora: “Quando era pequenina e fazíamos trabalhos de grupo, eu deixava que toda a gente ficasse um bocadinho à margem para poder ser eu a decidir tudo, devo confessar que esse era um defeito que eu tinha!, recorda entre risos.

Fotografia: Rui Valido

Já há convidado para o primeiro programa

“Já está pensado desde o primeiro dia!”, contudo não será revelado até lá. Nem o convidado, nem os conteúdos ou rubricas que podemos esperar. Mas deixa já algumas pistas: “Todos nós temos visitas de casa habituais e eu também vou ter algumas”. Sobre os temas, Cristina pretende ter tudo e ter vida lá dentro, por isso vai sempre ser uma mistura porque a vida faz-se com isso: com altos, com baixos, com tristeza, com felicidade, com momentos menos bons, outros melhores, com explicação daquilo que nos envolve e que faz parte do nosso dia a dia. Num programa da manhã tudo cabe e é mesmo vida, portanto tudo aquilo que faz parte da vida – mais feliz ou menos feliz – estará lá. Emoção é a palavra, que é o que nós queremos criar no espetador.”.

As inspirações para este formato

“Eu trabalho em televisão há 16 anos e fui sempre percebendo o que é que gostava e o que é que não gostava e isto é uma coisa que eu tenho pensada há uns cinco anos, portanto anda aqui a fervilhar na minha cabeça há muito tempo. Sendo que eu acho que televisão é, acima de tudo, surpresa e histórias e é dessa mistura que eu vou fazer este programa. A maior parte das coisas já estão inventadas, a forma como as mostramos ou como as embrulhamos é que pode ser de facto diferente. E eu aí já fui comprar o papel, as fitinhas e já tenho tudo pronto, como se cada história fosse um presente que quem está em casa vai poder receber diariamente”.

Fotografia: Rui Valido

Os espetadores vão ser chamados a participar

Num mundo cada vez mais digital, em que a televisão e a internet se cruzam inevitavelmente, e tendo em conta que Cristina Ferreira já tem uma posição muito forte online, é expectável que este programa não seja exceção. “Hoje em dia não há conteúdo televisivo que não tenha a parceria do digital. As pessoas vão ser chamadas a deixar opiniões, sugestões, histórias, talvez até a decidir algumas coisas. Vai ser muito interativo porque eu acho que, hoje em dia, nós vemos e ao mesmo tempo queremos comentar e as pessoas vão ter a oportunidade de fazer aqui essa ligação ao programa e de poderem também elas participar, mesmo não estando na minha sala. Mas eu espero que a maior parte queira algum dia, por algum motivo, sentar-se no meu sofá.

nas redes

pesquisar