SIC

Perfil

De segunda a sábado

Resumo - 80º Episódio - 17 de dezembro (segunda-feira)

João é agredido brutalmente no bar gay!

(c).RuiCarlosMateus.1954

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Leonor conta tudo o que se passou em Itália numa entrevista da rádio. Cecília e Francisca não conseguem disfarçar o quão chocadas estão com o que ouvem.

Em casa dos pais, Alex está deprimido com tudo o que lhe aconteceu. Eduarda e Flávio tentam animar o filho e motivá-lo para que se mexa e faça alguma coisa de produtivo.

Na sede do grupo nacionalista, Miguel repreende todos por aquilo que se passou na universidade com Zé Maria e Salvador e exige que eles ajam com mais foco. No entanto, eles não vai deixar as coisas em branco e querem vingança.

Simão ensina Jacinta a fazer Muamba e fica triste quando Nestor fala de regressarem a Angola pois receia que isso não volte a acontecer.

Carmo e Celso perderam a vontade de ir para Tróia e Celso afirma que tão cedo não quer ver a família dela.

Zé Maria observa Hugo e o namorado a saírem da casa de chá e liga a Salvador a dar informações.

João e Nelson entram no bar gay que costumam frequentar e João sente-se bem por poder ser ele próprio ali.

Gustavo vai à casa de Diana e conta que Rodrigo lhe pediu que a representasse e levantasse a medida de coação pois está desconfiado que o advogado Soares não está a fazer tudo o que pode para a libertar. Diana só tem de o nomear seu representante.

Salvador, Zé Maria e os restantes amigos invadem a festa do bar gay e distribuem pancada por toda a gente. Hugo é bastante sovado e João é agredido por Zé Maria com uma bastonada, ficando inconsciente.

Em casa, André sente-se frustrado por não ter álcool para beber. Francisca comenta com ele que a entrevista com Leonor teve grande impacto por ela ter falado em Giacomo. Mudam de assunto e falam sobre Zé Maria e André garante que o vai trazer de volta para casa, em breve.

Zé Maria, Salvador e os restantes rapazes do grupo entram na sede, ensanguentados e com roupas rasgadas. Apesar de tudo estão felizes e regozijam-se por terem agredido os gays.

João entra em casa, amparado por Nelson. Não queria ter ido ao hospital pois estavam lá jornalistas. Diana entra na sala e fica preocupada ao vê-lo ferido. João explica que foi vítima de agressão de um gangue que entrou no bar gay.

A seguir, Diana liga a Rodrigo para lhe agradecer por ter pedido a Gustavo para a representar. Rodrigo ainda está magoado com ela mas reforça que ainda a ama e que consegue sempre arranjar forma de a perdoar.

Vitória toma o pequeno almoço com Júlia e esta conta que Fernando vai fazer uma operação de estética e espera que isso seja para lhe agradar. Quando Vitoria sai para ir buscar sumo, Júlia não hesita e vasculha o telemóvel da filha.

Jacinta fica nervosa quando Adelaide lhe pergunta pelo colar que mandou limpar e Nestor repara nisso. Deolinda interrompe-os para dizer que Simão está a arder em febre.

Celso aproxima-se de Clara que está quase a sair de casa para ir trabalhar. A muito custo, Clara tenta resistir à sua sedução e são interrompidos por Raimundo que entra na sala. Depois de Clara sair, este diz ao filho que ainda vai perder as duas mulheres que ama.

Depois de ouvir André e a história do seu suposto assalto, Adelaide observa que ele pode ir para casa se não estiver em condições de trabalhar. O advogado liga a Adelaide a informar que Diana o dispensou.

André prepara-se para sair quando Vera vê a notícia sobre a agressão no bar gay e onde falam de João. Mostra a Adelaide que fica muito nervosa e tenta desvalorizar o assunto.

Nelson liga a André a pressioná-lo e reforça que este não tem muitas alternativas.

Na sede do partido nacionalista, Miguel quer saber quem teve a ideia do ataque ao bar gay e todos se protegem uns aos outros. Miguel pede mais uma vez que se organizem mas não esconde que está orgulhoso deles.

Júlia pergunta a Idalina por Fernando e esta explica que ele saiu. Subtilmente, Júlia tenta ganhar a cumplicidade de Idalina.

Gustavo está com Diana e falam sobre o processo dela. Porque Enrico não abre a boca ele vai ter de se esforçar mais para a libertar mas não tenciona desistir.

João vai ao estaleiro falar com Adelaide. Está muito abatido, porque o seu nome está em todas as notícias. Adelaide ordena-lhe que continue a mentira e sugere que ele diga à comunicação social que estava naquele bar a acompanhar um amigo.

Nelson entrega a André e a Raimundo uma folha com as frequência das rádios das autoridades, assim saberão tudo o que se passa. André aceita a parceria com ele e faz um ultimato a Raimundo, dizendo que este só tem a ganhar se lhe provar a sua lealdade.

Simão está debilitado na sala dos Macedo mas muito feliz por conhecer Rodrigo. Este também retribui a simpatia pelo primo. Quando fica a sós com o neto mais velho, Nestor elogia Jacinta e aconselha o neto a arranjar alguém que o faça sentir feliz sempre.

nas redes

pesquisar