SIC

Perfil

De segunda a sábado

Resumo - 77º Episódio - 13 de dezembro (quinta-feira)

Rodrigo descobre que João é gay e fica cheio de raiva!

Marie Photographie

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Em casa, André disfarça diante de Francisca que precisa de beber álcool e conversam sobre o encontro dela com Zé Maria. Francisca recebe uma chamada de Ana a informar que Paulo morreu e fica estarrecida.

Nestor comenta com Jacinta que ligaram do banco para falar com ela e quer saber se há algum problema com a sua conta. Jacinta disfarça, nervosa. Carmo entra muito alegre e pede a chave da casa de Tróia à avó para ir com Celso passar um fim-de-semana. Jacinta opõe-se pois acha que é ainda é cedo para isso e Carmo fica chateada.

Adelaide encontra-se com João e dá-lhe um envelope com dinheiro para o filho entregar a Celso, como contrapartida de ele se afastar de Carmo. João aceita tratar do assunto mas diz à mãe que não vai poder controlar Carmo para sempre.

Diana ouve música quando recebe uma mensagem de Vitória. Esta diz que precisa de falar com ela pois ninguém a entende e está farta que Júlia lhe diga o que fazer, como pensar e agir.

No hospital em Angola, Margarida está perto da criança a quem salvaram a perna. Gonçalo elogia-a e ressalva que foi tudo graças a ela. Margarida responde que ele também estava no lugar certo à hora certa e que se esforçou muito porque a sua filha perdeu uma perna recentemente.

Na rádio, Rodrigo diz a todos que Paulo vai ser autopsiado e Ana acusa Francisca de ser a culpada da morte dele. Esta não se cala e não assume essa culpa, nunca desejou a sua morte e só queria que ele pagasse pelos seus atos.

João entra na casa de chá e pergunta pela irmã. Clara explica que Carmo ainda não chegou e ele pede um café.

Na loja de tecnologia, dentro da oficina, Carmo e Celso beijam-se felizes. Este ouve alguém entrar na loja e vai atender. É João que vem oferecer dinheiro a Celso para se afastar da irmã pois ninguém da família deles aprova aquele namoro. Carmo ouve tudo e chora em silêncio.

Na casa de chá, Marta diz a Gustavo que pretende dar a entrevista na rádio e dizer toda a verdade sobre o caráter de Vitória. Vai expô-la ao máximo.

Nelson aborda Raimundo no bairro. Quer saber sobre a apanha da amêijoa e para quem ele trabalha. Raimundo mal consegue falar de tão nervoso que fica.

André chega ao estaleiro e sente-se observado. Ao longe, vê Enrico que lhe acena e sorri maldosamente. André entra irritado no seu gabinete por causa disso e quando Vera lhe pede um trabalho, este responde que está sem cabeça e sai porta fora para ir falar com Adelaide.

No seu gabinete, Adelaide fala ao telemóvel com João. André entra e cruza-se com o advogado Soares e aproveita o momento para perguntar a Adelaide se há novidades sobre o caso de Diana.

Na rádio, Rodrigo conversa com Francisca e quer saber se ela está mais calma. Esta fala-lhe da entrevista que está a planear fazer com Marta e Rodrigo assente. Carmo liga ao irmão e pede-lhe para se encontrarem.

Diana abre a porta de sua casa a Vitória e esta lança-se nos seus braços a chorar e sente-se culpada por não ter dado apoio a Paulo. Comovida, Diana conforta-a.

Francisca entrevista Marta e esta reforça várias vezes que só quer justiça e que Vitória, a responsável por ela ter ficado sem perna, venha a pagar pelo que lhe fez.

Apressado, Rodrigo encontra-se com Carmo em sua casa. Esta chora de tristeza e afirma que não vai deixar que Adelaide controle mais a sua vida como fez com João e partilha com Rodrigo que João é gay e que o casamento com Diana é uma farsa. Rodrigo fica em choque.

Vitória entra na rádio e dá de caras com Marta. Aflita, pergunta-lhe o que está ali a fazer e Marta responde que toda a gente deveria ouvir a entrevista que acabou de dar.

Rodrigo tenta conter a sua raiva e as coisas agora fazem sentido. Carmo está convencida que João paga a Diana para manter a farsa.


nas redes

pesquisar