SIC

Perfil

De segunda a sábado

VEM AÍ: Rosa e Júlia conseguem salvar-se!

No último minuto, Rosa e Júlia conseguem libertar-se e fugir do barco de Tó!

Entretanto, ao contrário do que Narcisa e Tó pensam, Rosa e Júlia conseguiram sobreviver.

No meio do mato, Júlia perde as forças e Rosa pede-lhe mais um esforço para conseguirem alcançar uma estrada ou alguém que as ajude.

Rosa conseguiu salvar-se a si e à filha no último minuto. Ao perceber que Tó largou o barco, Rosa consegue alcançar uma mesa e deitar ao chão a jarra que ali se encontra. Recorrendo aos pedaços partidos, consegue cortar as cordas que amarram as mãos e depois de se soltar liberta a filha e salta da embarcação antes desta embater na barragem e explodir. Dali, nadaram para a margem.

No mato, Rosa e Júlia acordam muito cansadas e desesperadas e põem-se novamente a caminho.

Rosa e Júlia estão famintas, sujas e desesperadas no meio da mata. Rosa tenta orientar-se. Pára e avança à medida que vai conseguindo perceber para onde deve ir e sempre ajudando a filha a avançar.

Na mata, Júlia recusa-se a andar mais e acusa a mãe de não saber para onde vai e de estar perdida. Na tentativa de ajudar a filha a ter coragem e a levantar-se, Rosa cai num buraco e Júlia deixa de a ver.

Com muito custo e perante a aflição da filha, Rosa com o pé torcido e muitas dores consegue sair do buraco e caminhar agarrada a um pau com o pé enrolado num pedaço da blusa que rasgou. Rosa pede à filha para fazerem um último esforço para encontrar uma estrada para não passar a noite no mato.

nas redes

pesquisar