SIC

Perfil

De segunda a sábado

VEM AÍ: Tó mata Rosa e Júlia!

Tó ignora o plano de Narcisa e decide explodir o barco com Rosa e Júlia lá dentro

Christian Gnad

Tó envia uma mensagem a Narcisa para ela ir ter ao cais. Entretanto coloca o seu plano em prática. Indiferente ao desespero e aos gritos de Rosa e Júlia, rega o barco com gasolina desprende-o do cais, coloca-o em piloto automático e quando a embarcação está a chegar à barragem, explode.

Entretanto, Narcisa chega ao cais e em vez de um papel assinado tem os destroços do barco onde estavam a irmã e a sobrinha. Tó diz-lhe que o assunto está resolvido e que ela agora é a rainha da Floriz. Explica-lhe que o plano dela nunca foi o plano dele e garante-lhe que se não lhe der metade da empresa vai denunciá-la à polícia. Narcisa fica surpreendida, furiosa e sem saber o que fazer, porque na verdade a sua intenção nunca passou por matar a irmã e a sobrinha.

Tó garante a Narcisa que tem provas suficientes para a incriminar. Lembra-lhe que ela esteve no local no dia do desaparecimento e no dia da explosão do barco. Todos os funcionários sabem que ela saiu e o GPS não mente. Para além disso, Tó tirou-lhe fotografias dela com Rosa e Júlia e fotos dela a ver os destroços. Tó exige metade do dinheiro que vale a empresa caso contrário apresenta as provas à polícia. O assassino exige encontrar-se com Narcisa ao final do dia para lhe dar 10 mil euros.

Narcisa fica em pânico sem saber o que fazer.

nas redes

pesquisar