SIC

Perfil

De segunda a sábado

VEM AÍ: Piedade é detida pela morte de Fialho

A polícia afirma que há uma testemunha que a viu no hospital no dia da morte de Fialho

A morte de Fialho continua a despertar muitas dúvidas. Rui acha que pode ter sido Piedade ou Samuel a ajudarem Fialho mas Rute não acredita nessa possibilidade. Por sua vez Samuel desconfia de Marcelo e de César. Já Piedade acha que Marcelo era a pessoa que com mais facilidade poderia ter ajudado Fialho até porque é médico e conhece bem o hospital. Marcelo por sua vez aponta o dedo a Rui e César para Rute.

César revela a Rui e Piedade que a policia está muito próxima de saber quem matou o pai. Rui fica um pouco nervoso ao saber da notícia.

Mas os problemas de Piedade não ficam por aqui. A presidente do Aliança recebe a visita da polícia que a acusa da morte de Fialho e a leva detida.

Perante a insistência da polícia e confrontada com a indicação da existência de uma testemunha, Piedade acaba por confessar que mentiu e que na noite em que Fialho morreu esteve no hospital porque foi sair com as amigas e sentiu-se culpada de se ter ido divertir. Garante no entanto que quando saiu ele estava a dormir e que nunca o poderia ter matado. Piedade adianta que mentiu porque isso ia fazer com que parecesse culpada quando não é. Indiferente às explicações, a polícia leva Piedade ao juiz.

Samuel liga a Rute a contar-lhe. César fica muito surpreendido, ao contrário de Rui que nem sequer coloca a hipótese de ela estar inocente.

Rute conta a Marcelo na altura em que ele está com Rosa. Marcelo só quer que se descubra a verdade e garante que se foi Piedade a matar o pai, não lhe vai perdoar.

nas redes

pesquisar