SIC

Perfil

De segunda a sexta

VEM AÍ: O plano de Narcisa contra Tó corre mal!

Tal como tinha combinado com Narcisa, Zé ataca Tó mas este é salvo por Daniel

ana antonio bento

Tó segue as instruções de Narcisa à risca e à hora marcada espera no local combinado pelo homem que deverá entregar-lhe o dinheiro que ela lhe arranjou. Como ninguém aparece manda uma mensagem a Narcisa a perguntar onde está o tal sujeito. Ela manda-o esperar e conta a César que o seu plano está em andamento, reconhecendo que já estava a ver a sua vida a andar para trás. Quando Zé chega ao pé de Tó e se identificam, obriga-o a entrar para a mala do carro sob a ameaça de uma pistola. Tó, que também está armado, fica assustado e não reaje.

Tó finge que vai entrar pacificamente na mala do carro mas de repente consegue desarmar Zé e envolve-se numa luta feroz com ele. As agressões sucedem-se mas nenhum deles consegue disparar a sua arma. Daniel que vai a circular pelo local naquele momento e a sua presença faz com que Zé fuja, deixando Tó para trás. Daniel aproxima-se de Tó e depois de ele inventar que foi assaltado, convida-o a ir até sua casa para tratar das feridas.

Narcisa conversa com Rosa e fica muito atrapalhada ao receber uma chamada de Zé. Por insistência da irmã é forçada a atender e finge que está a falar com o responsável pelas estufas da Madeira. A sua aflição aumenta quando Zé a informa de que o encontro com Tó correu mal e que ele escapou. O capanga deixa claro que para o assustar a sério precisa de contratar mais dois homens. Narcisa fica sem saber o que decidir. Quando desliga a chamada, Narcisa está muito perturbada e justifica-se a Rosa dizendo que está com a tensão baixa.

Daniel apresenta Tó a Cármen e explica que ele foi vítima de um assalto e que precisa de ser tratado. A mãe vai buscar a caixa de primeiros socorros e Tó fica maravilhado a observar o luxo da casa. Ao ver as fotografias de família fica em choque ao ver Rosa numa delas.

Daniel avisa Rosa do que sucedeu e ela, por sua vez, explica a Narcisa que o homem que foi assaltado está a tratar das feridas lá em casa. A irmã fica lívida ao perceber que se trata de Tó e telefona-lhe implorando-lhe para que se vá embora para não ser visto por Rosa. O ex-companheiro reaje com ironia e dispara que sabe que aquele assalto foi premeditado desligando-lhe o telefone com a promessa de voltar a falar com ela. Entretanto, Narcisa faz o que pode para retardar a ida de Rosa para casa e joga-se a chorar nos seus braços, agradecendo por tudo o que fez por ela. Quando Rosa chega finalmente a casa já Tó se foi embora.

nas redes

pesquisar