SIC

Perfil

De segunda a sexta

Narcisa impede Rosa de descobrir a verdade sobre a morte do pai!

Rosa tem mais uma visão do dia em que o pai morreu e lembra-se de Corália a última pessoa com quem o pai falou

Rosa diz a Narcisa que lhe vai dar dez por cento da Floriz e a irmã disfarça a sua desilusão. Rosa confirma que antes de decidir falou com Daniel e que ele não se opôs à sua vontade. Narcisa tira da mala uma caixa de bombons e oferece-os à irmã para comemorarem mas Rosa recusa, deixando os doces para mais tarde.

Rosa come um dos bombons que Narcisa ofereceu e tem mais uma recordação do pai. Muito nervosa, conta que o viu a comer um bombom igual enquanto atendia a chamada de uma mulher de nome Corália, ficando muito perturbado com o telefonema. Daniel, Cármen e Sofia bombardeiam Rosa com perguntas e Narcisa fica em pânico com a possibilidade de a irmã recuperar a memória daquele dia em que o pai morreu. Rosa acha que a mulher que falou com o pai ao telefone no dia em que ele morreu pode ajudar a perceber o que se passou e diz que tem de encontrá-la.

Rosa mostra-se determinada em encontrar Corália e a esclarecer de uma vez por todas as circunstâncias da morte do pai. Narcisa, muito nervosa, tenta discretamente demover a irmã mas como ela não cede oferece-se para ir com ela a Dornes à procura da mulher. Quando fica a sós com a mãe, Bruno insiste em saber o segredo que ela guarda e que fez com que estivesse tantos anos sem falar com Rosa. No entanto, Narcisa reafirma que esse segredo irá com ela para o túmulo e que se a verdade viesse ao de cima, Rosa os expulsaria de casa, devolvendo-os à vida miserável que tinham. Bruno, insiste que ela devia contar toda a verdade à tia, convicto de que ela a perdoaria mas Narcisa mantém-se irredutível e o filho ameaça nunca mais lhe perdoar se ela fizer com que perca a sua família, principalmente Sofia, que espera um filho seu.

Rosa assume perante Daniel que está ansiosa para encontrar Corália e esclarecer as causas da morte do pai e que dificilmente conseguirá dormir. O marido apoia-a incondicionalmente acreditando que ela está cada vez mais perto da verdade.

Narcisa, sozinha no jardim de inverno, reza e pede a Deus que não permita que Rosa encontre Corália, murmurando que não merece voltar a ter a vida miserável que já teve.

Depois de perguntarem por Corália a muita gente em Dornes. Rosa e Narcisa encontram uma mulher que lhes revela que a pessoa que procuram foi embora da terra depois de se reformar mas indicam que ela trabalhou muitos anos na conservatória de Abrantes. Sem perder tempo, Rosa decide lá ir procurar por ela.

Rosa consegue saber que Corália está internada num hospital em Santarém e insiste em ir falar com ela. Narcisa faz tudo para o evitar mas tem de se resignar à determinação da irmã.

Depois de chegar ao hospital com Rosa para ela falar com Corália, Narcisa envia desesperada uma mensagem a César e pede-lhe que ligue a Rosa e a entretenha. César cumpre as instruções e permite a Narcisa que chegue sozinha ao quarto de Corália. Como ela não está ali naquele momento, Narcisa troca a ficha clínica pela de outra doente que divide a o quarto com ela e quando Rosa chega para falar com Corália, Narcisa engana-a e remete-a para uma outra paciente. Rosa fica convencida de que vai esclarecer de vez a morte do pai mas, na verdade, é mais uma vez enganada pela irmã e depara-se com uma mulher que está moribunda.

nas redes

pesquisar