SIC

Perfil

De segunda a sábado

Resumo: 295º Episódio - 3 de abril (quarta-feira)

Narcisa fica surpreendida quando o inspetor lhe apreende o carro; Rute é condenada a uma ano de pena suspensa

Christian Gnad

Rosa informa Narcisa de que vai criar uma nova empresa. A irmã esforça-se por controlar a raiva que sente dela e afirma estar arrependida de tudo o que lhe fez. Rosa não se deixa levar naquela conversa e deixa-lhe o aviso para que não tente voltar a prejudicá-la, adiantando que fez um testamento em que ela não é contemplada. Depois de Rosa ir embora, Narcisa entra em desespero, principalmente depois de ouvir a voz do pai a insistir para que se entregue à polícia.

Helena agradece a Marcelo a forma como tem cuidado do seu pai e afirma que a disponibilidade dele a ajudou a vê-lo de outra maneira. Marcelo afirma que sabe distinguir as coisas e Helena incentiva-o a que se entendam a partir de agora nos assuntos que dizem respeito à gestão do hospital. Marcelo fica a pensar no assunto.

Tomás aproveita a visita que faz a Daniel para rever Bárbara e convida-a para jantar. Ela responde que só poderá no dia seguinte mas acaba por ficar feliz com o convite do ex-namorado.

Rosa visita Daniel e dá-lhe um beijo emocionado.

Beatriz tenta convencer Marcelo a deixar que Nuno a acompanhe na viagem que Artur quer fazer pela Europa para internacionalizar a sua agência de emprego. No entanto, o ex-marido prefere que o filho fique consigo e não mostra abertura para deixar Nuno ir com a mãe.

Beatriz conta a Artur que Marcelo não quer deixar Nuno viajar com eles mas perante o desapontamento do namorado quando lhe diz que assim não vai com ele, mostra-se esperançada em conseguir convencer Marcelo.

Rute fala com Áurea ao telemóvel e agradece-lhe o apoio que lhe deu no processo sobre a morte de Fialho. Depois de ela desligar a chamada, Rui confessa que está com medo que ela seja condenada e confessa que mentiu em tribunal para a ajudar.

Na sala de audiências do tribunal é grande a ansiedade para se conhecer a sentença de Rute. Ela mostra-se corajosa e aguarda o veredicto do juiz.

Narcisa é apanhada de surpresa pela visita do inspector Adrego que lhe entrega o mandado de apreensão do seu carro, no âmbito da queixa que Rosa apresentou contra ela pelo seu rapto e da filha. Narcisa entrega contrariada a chave do carro e fica enervada com a situação, a ponto de se socorrer dos calmantes para se acalmar.

Rute é condenada a uma ano de prisão com pena suspensa por ter ajudado Fialho a pôr termo à vida. Marcelo, Samuel, Rui e César mostram-se aliviados. Piedade resigna-se mas Rute denota uma expressão de quem não está muito satisfeita.

Rosa conta a Samuel e Maria que quer voltar a fazer a peregrinação a Fátima e que desta vez pedirá pela recuperação de Daniel. Samuel e Maria dispõem-se a acompanhá-la. O inspector Adrego surge entretanto e dá conta a Rosa de que o carro de Narcisa já foi apreendido, que ela ficou nervosa e assegura que a polícia fará tudo o que estiver ao seu alcance para descobrir se ela esteve envolvida no rapto.

nas redes

pesquisar