SIC

Perfil

De segunda a sexta

95º Episódio - 28 de agosto (domingo)

Daniel confronta Marcelo agride-o e ameaça-o! A exposição de Rafa estava a ser um sucesso até Moisés fazer um escândalo e agredir o dono da Galeria de arte

ana antonio bento

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA.

Tomás confessa a Mara a sua apreensão por Daniel não atender as suas chamadas e receia que ele tenha feito algo de que se possa arrepender. No entanto, afiança que ele terá o candeeiro pronto para a mostra de design.

Marisa questiona Rosa sobre se vale a pena continuar a ser infeliz ao lado do marido mas ela reafirma a sua vontade em lutar pelo casamento com Daniel.

Bruno vai pedir a Narcisa para que convença Rosa a não desistir de Daniel mas a mãe, matreira, responde que não pode mudar o que a irmã sente por Marcelo, insistindo que é inevitável que eles fiquem juntos.

Moisés apressa Maria para irem à exposição de Rafael mas ela faz desesperar o marido porque diz que ainda tem de trocar de roupa. Bruno desculpa-se por não poder ir, justificando que tem de estar ao lado de Sofia. Maria fica curiosa ao saber que as coisas em casa de Rosa não estão muito bem, adivinhando um problema. O marido censura-a por se estar a meter na vida dos patrões.

Gabriela insiste com Hugo para irem ver um terreno para as estufas que querem criar mas fica desiludida com o negócio que lhe é apresentado, resignando-se a ter de comprar as plantas de que precisam para não deixarem falir a pequena empresa que têm. Hugo esforça-se por animá-la e a transmitir-lhe a confiança de que vão conseguir um terreno.

Tomás acalma Daniel, depois do confronto que ele teve com Marcelo e incentiva-o a lutar por Rosa, fazendo as pazes com ela. No entanto, Daniel mostra-se demasiado magoado para se reconciliar com a mulher.

César regressa a casa e conta a Marcelo que o pai mentiu à mãe e a eles ao dizer que tinha mais pacientes do que na realidade tem e que ele pagou a viagem ao Douro com o dinheiro que pediu emprestado a Rui. O irmão estranha a situação e César coloca a hipótese de o pai estar doente. Entretanto, Marcelo conta a César que a marca que tem na cara resultou da agressão de Daniel e o irmão apressa-se a telefonar a Narcisa para lhe contar a briga entre o irmão e o marido de Rosa. Narcisa fica naturalmente satisfeita com a novidade e reafirma que se vai empenhar para que a irmã se separe de Daniel.

Narcisa intriga Rosa contra Daniel e conta à irmã em tom de reprovação que o marido perdeu a cabeça e espancou Marcelo. Rosa fica em choque e muito agastada com a atitude de Daniel. Narcisa aproveita para denegrir a imagem do cunhado e censurá-lo por ter agredido o homem que salvou a vida de Rosa. Esta fica ainda mais revoltada com o marido.

A exposição de Rafael é um sucesso e ele fica radiante quando o galerista lhe confidencia que os seus desenhos foram todos vendidos e também porque Maria e Moisés compareceram e gostaram dos seus trabalhos. O pai chega mesmo a dizer que os seus desenhos são os melhores, ao contrário dos canapés que não prestam para nada.

Tomás vai fora de horas ao café da Floriz para jantar e Lia convida-o para estar presente na noite de poesia que estão a organizar, depois de lhe declamar um dos seus poemas. Ele, algo atrapalhado, promete aparecer de puder.

Artur fica agradecido a Rui quando ele lhe disponibiliza a sua garagem para que ele coloque as mobílias que vai ter de retirar do espaço que serve de sede à Nova Vaga. Renata chega a casa irritada com o chefe, com quem discutiu e protesta chamando-lhe Hitler. Depois, a pretexto de se acalmar, puxa Artur e leva-o para tomarem um banho de imersão antes do jantar. Rui fica incomodado com o à-vontade da filha.

Beatriz faz uma visita a Piedade para a avisar de que César está desconfiado com Fialho depois de ter descoberto que o pai mentiu à família sobre o número de pacientes que tinha e que pediu dinheiro emprestado a Rui para pagar a viagem ao Douro com Rute. Beatriz avisa que Tiago pode vir a descobrir que ela teve um caso com Fialho durante vinte anos e pensar que pode ser filho dele. Piedade fica muito enervada com a conversa.

Moisés faz um escândalo à saída da exposição e agride o galerista com um murro, depois de lhe chamar ladrão por querer metade do dinheiro da venda dos desenhos de Rafael. O filho quase morre de vergonha pela situação desagradável que o pai criou e fica destroçado porque o galerista não aceita as suas desculpas. Já em casa, Rafael acusa o pai de continuar a ser um bruto, apesar de ele reafirmar que só fez o que fez para o proteger. Maria concorda com o filho e Moisés sente-se injustiçado e dispara que já nem sequer lhe apetece viajar para a Madeira. Maria fica alarmada mas o marido acaba por dizer que têm de ir na mesma porque não conseguem reaver o dinheiro que gastaram.

Sofia discute com Bruno, pois quer ir a Lisboa à procura do pai e o namorado prefere que ela de acalme e acautele a gravidez.

nas redes

pesquisar