SIC

Perfil

De segunda a sexta

90º Episódio - 22 de agosto (segunda-feira)

Rosa tem nova visão e descobre que no dia em que o pai morreu falou ao telefone com Corália; Rosa e Narcisa vão a Dornes procurar Corália

ana antonio bento

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA.

Daniel insiste em recriminar Sofia por querer falar com a mãe e gera nova discussão com a filha. Cármen, Bruno, Narcisa e Rosa voltam-se contra ele e fazem-lhe sentir que a sua obstinação prejudica a gravidez de Sofia.

Marcelo fica desconfortável porque César insiste em lhe lembrar a sua paixão por Rosa e Rute não deixa de o querer ver com Bárbara. Fialho termina o jantar a tentar disfarçar a angústia que a separação de Piedade lhe causa.

Piedade recebe uma mensagem de Fialho enquanto conversa com Tiago e mente ao filho justificando que se trata de uma promoção do supermercado.

Rute continua a pressionar Fialho para fazerem o cruzeiro no Douro e ele não consegue fazê-la desistir da ideia, ficando muito constrangido.

César continua a tentar manipular Marcelo e conta-lhe que o casamento de Rosa com Daniel está pelas ruas da amargura, deixando o irmão transtornado com a conversa.

Rosa come um dos bombons que Narcisa ofereceu e tem mais uma recordação do pai. Muito nervosa, conta que o viu a comer um bombom igual enquanto atendia a chamada de uma mulher de nome Corália, ficando muito perturbado com o telefonema. Daniel, Cármen e Sofia bombardeiam Rosa com perguntas e Narcisa fica em pânico com a possibilidade de a irmã recuperar a memória daquele dia em que o pai morreu. Rosa acha que a mulher que falou com o pai ao telefone no dia em que ele morreu pode ajudar a perceber o que se passou e diz que tem de encontrá-la.

Rosa mostra-se determinada em encontrar Corália e a esclarecer de uma vez por todas as circunstâncias da morte do pai. Narcisa, muito nervosa, tenta discretamente demover a irmã mas como ela não cede oferece-se para ir com ela a Dornes à procura da mulher. Quando fica a sós com a mãe, Bruno insiste em saber o segredo que ela guarda e que fez com que estivesse tantos anos sem falar com Rosa. No entanto, Narcisa reafirma que esse segredo irá com ela para o túmulo e que se a verdade viesse ao de cima, Rosa os expulsaria de casa, devolvendo-os à vida miserável que tinham. Bruno, insiste que ela devia contar toda a verdade à tia, convicto de que ela a perdoaria mas Narcisa mantém-se irredutível e o filho ameaça nunca mais lhe perdoar se ela fizer com que perca a sua família, principalmente Sofia, que espera um filho seu.

Quando se junta a Sofia no quarto, Bruno tem de disfarçar o nervosismo que a conversa com a mãe lhe provocou. Ela, por seu lado, acredita que se Rosa recuperar a memória, o pai ficará, mais feliz e o seu casamento com ela voltará ao normal.

Rosa assume perante Daniel que está ansiosa para encontrar Corália e esclarecer as causas da morte do pai e que dificilmente conseguirá dormir. O marido apoia-a incondicionalmente acreditando que ela está cada vez mais perto da verdade.

Narcisa, sozinha no jardim de inverno, reza e pede a Deus que não permita que Rosa encontre Corália, murmurando que não merece voltar a ter a vida miserável que já teve.

Depois de perguntarem por Corália a muita gente em Dornes. Rosa e Narcisa encontram uma mulher que lhes revela que a pessoa que procuram foi embora da terra depois de se reformar mas indicam que ela trabalhou muitos anos na conservatória de Abrantes. Sem perder tempo, Rosa decide lá ir procurar por ela.

César e Paula são informados por Maria de que Rosa e Narcisa não têm hora para chegar à empresa. Paula aproveita logo para desafiar César para irem a casa dela matar saudades mas fica frustrada porque ele coloca o trabalho à frente de tudo e prefere regressar ao gabinete.

Moisés resmunga porque Maria continua amuada e ela diz que só vai mudar de atitude quando ele arranjar uma casa decente para passarem o fim-de-semana juntos. Rafael intromete-se na conversa e diz aos pais que vai a Lisboa falar com o galerista que vai expor os seus trabalhos. A mãe sugere-lhe que aproveite a boleia do pai mas Moisés recusa-se a ser motorista do filho e responde entre dentes que, no máximo, o deixa no metro e que depois esperará por ele no café da Floriz para regressarem juntos. Rafael surpreende ao ficar radiante com a ideia de voltar ao café, sem contudo revelar que é Joana quem está no seu pensamento.

Gabriela não gosta de ouvir Hugo dizer que tem de recuperar do cansaço que sente para estar com Marisa mas disfarça o interesse que tem nele.

Marisa deixa escapar que alguém se anda a esquecer de encomendar os cremes da BioChic, tendo Piedade como alvo. Esta troca um olhar tenso com Beatriz e confessa que a viagem ao Alentejo acabou por desconcentrá-la, reconhecendo no entanto que os dias que passou fora serviram para carregar baterias e olhar em frente. Beatriz replica que às vezes é difícil deixar coisas importantes para traz, numa clara alusão ao fim da relação de Piedade com Fialho. Nem de propósito, ele aparece naquele momento e pede a Piedade para falarem em particular. Ela encaminha-o para o gabinete e ele conta como Beatriz, Rui e Samuel ficaram a saber do seu caso, acrescentando que os amigos chegaram a pensar que Tiago podia ser seu filho. Piedade fica indignada com o facto de Fialho também referir que nunca fez qualquer teste de paternidade e sugere-lhe que faça um imediatamente. Ele recusa e assegura que acredita na sua palavra e que quer continuar com ela. No entanto, mostra-se incapaz de escolhê-la e separar-se de Rute. Piedade pede-lhe que saia do gabinete no momento em que Tiago aparece e justifica ao filho que ele só ali foi para dar conta de um cacifo estragado. Fialho vai embora e Tiago desafia a mãe para irem observar jovens atletas a treinarem mas ela quase não o ouve e decreta que isso fica para mais tarde, reforçando que tem outra coisa para fazer.

Rui fica impaciente com Renata quando ela desabafa por não lhe apetecer trabalhar com o novo chefe de quem não gosta e reforçar que, por si, ficava o dia a trabalhar ao lado do namorado. Rui não se controla e afirma que é ela que o sustenta e Renata pede ao pai que não comece.

Artur fica muito preocupado quando o padre Samuel lhe diz que a Nova Vaga vai ter de deixar rapidamente as instalações que ocupa porque existe um movimento de paroquianos que assim o exige. Entretanto, recebem mais uma candidata a um emprego, Celeste, que esteve presa por matar o marido e agora quer refazer a vida.

Rosa consegue saber que Corália está internada num hospital em Santarém e insiste em ir falar com ela. Narcisa faz tudo para o evitar mas tem de se resignar à determinação da irmã. Entretanto, César telefona para Narcisa e Rosa insiste para que atenda. Narcisa informa o arquitecto de que ainda vão demorar e que tratarão de ver depois o projecto que ele está a fazer com Paula. Depois de César desligar o telefone, Paula propõe-lhe que vão almoçar a casa e que comam a sobremesa na cama mas ele não lhe dá troco e frustra mais uma vez as suas intenções de sedução.

nas redes

pesquisar