SIC

Perfil

De segunda a sexta

67º Episódio - 26 de julho (terça-feira)

Rosa lembra-se do momento em que viu o pai morto

Paulo Goulart

Bruno pergunta a Rosa se já se sente melhor depois de ter conhecido o novo terapeuta mas a tia não se mostra muito animada.

Hugo está eufórico com a empresa de venda de produtos de beleza e já pensa nos lucros que vai ter, sonhando em comprar um carro topo de gama para impressionar as miúdas. Gabriela prefere pensar em investir o que ganharam e esforça-se por controlar a irritação quando ele diz que tem de comprar um presente para Marisa.

Piedade elogia os cremes de Gabriela que vai passar a vender no Aliança e aconselha Renata a experimentá-los.

Rafael quase adormece na aula de pintura e Rute estranha que ele esteja com tanto sono. Ele desculpa-se e diz que está cansado por causa do trabalho e mente quando Rute lhe pergunta como vão as coisas com o pai, afirmando que Moisés o está a aceitar aos poucos.

Ainda que não queira reconhecer, Narcisa sente-se atraída por César e aprecia os seus galanteios enquanto passeiam pela Madeira. Na despedida, agradece-lhe o facto de com a sua companhia ter tornado a viagem mais agradável. César, sempre muito sedutor, beija-lhe a mão.

Cármen e Lurdes preparam as roupas e brinquedos para a campanha solidária que Daniel vai fazer no Aliança e contam com a ajuda de Bruno que entretanto aparece em casa.

Daniel confessa a Tomás que prefere ter Júlia e Nuno juntos na colónia de férias do que em sua casa, pois assim não corre o risco de se cruzar com Marcelo.

Rosa cheira por acaso uma almofadinha de cheiro e tem uma visão em que lhe aparece o pai deitado no chão. Rosa fica muito perturbada e vomita, para espanto de Cármen e Lurdes que assistem à cena.

Narcisa conversa com Nando enquanto ele lhe faz a conta da estadia. O rapaz fica impressionado quando ela conta que a irmã perdeu a memória dos últimos 15 anos da sua vida.

Bruno e Cármen ficam aflitos com a má disposição de Rosa. Ela explica, muito angustiada que teve uma memória do pai, morto e estendido no chão.

Rosa continua muito perturbada com a visão que teve do pai e recebe o apoio de Cármen e Bruno. Decidida, resolve ligar a Narcisa para lhe contar a experiência que viveu. A irmã fica igualmente angustiada e de tal maneira nervosa que tem de pedir um copo de água a Nando para se recompor. Durante a conversa com Rosa, insiste em saber se ela teve mais alguma memória para além da que lhe relatou e acaba por ficar menos nervosa perante a resposta negativa da irmã. Nando, que assiste à conversa, bombardeia Narcisa com perguntas levando a que ela reaja com irritação à sua curiosidade. Refeita do choque, Narcisa despede-se de Nando e vai para o aeroporto para apanhar o avião de regresso ao continente.

Depois da conversa com Narcisa, Rosa decide ir descansar um pouco. Cármen e Bruno não escondem a sua preocupação pela angústia em que ela está. Mais tarde, ao jantar, Daniel fica a par da situação e faz ver a Rosa que o facto de ela ter recuperado um episódio do seu passado, ainda que doloroso, pode ser positivo no esforço que está a fazer para recuperar a memória. Tomás recorda o sofrimento que passou quando a mulher morreu e reconhece que naquela altura quis esquecer-se de tudo. Rosa conta que Narcisa também ficou muito perturbada quando ela lhe contou a visão que teve do pai e assume que a irmã é muito importante na sua vida, apesar dos problemas que já tiveram. Tomás desvaloriza as picardias entre irmãos e fala da sua relação com Marisa.

Maria insiste com Rafael para que volte para casa e Moisés fica furioso com o facto de o filho não querer regressar. Maria dispara que a culpa da situação é toda dele, deixando o marido ainda mais irritado. Rafael, por seu lado, continua muito cansado e improvisa na estufa da Floriz a sua cama para dormir.

Sofia conversa com Marisa e fala muito apaixonada sobre Bruno. Marisa sorri e arrisca que ela talvez tenha encontrado a sua alma gémea. Sofia reconhece que Bruno não tem uma relação fácil com a mãe, que insiste em querer decidir a sua vida.

Narcisa regressa da Madeira e tem Bruno à sua espera. O filho tenta fazer as pazes com ela mas Narcisa trata-o com frieza, mais interessada em saber pormenores sobre a visão que Rosa teve, assegurando que se ela se lembrar do que se passou quando o pai morreu, não hesitará em expulsá-los de casa. Bruno lembra-lhe que sempre disse que era melhor que a verdade fosse contada mas Narcisa mantém-se irredutível e aconselha-o a precaver-se, voltando atrás e inscrevendo-se no curso de medicina. O filho recusa e Narcisa exige que lhe devolva o estetoscópio que lhe ofereceu.

Na manhã seguinte, em casa de Rosa, todos se preparam para a campanha solidária no Aliança. Rosa avisa que antes de ir para o clube quer falar com o doutor Neves para lhe contar a visão que teve. Bruno pede a Narcisa para que lhe dê boleia mas a mãe esquiva-se e é Cármen quem se oferece para o levar.

César telefona a Narcisa e convida-a para se encontrarem ao fim do dia mas ela resiste à sedução do arquiteto e desculpa-se dizendo que tem muito trabalho.

No clube, ultimam-se os preparativos para a recolha solidária e Tomás queixa-se de que Marisa é uma chata porque está sempre a dar-lhe indicações sobre o que deve fazer. Nuno e Júlia ficam radiantes quando se reencontram e vão brincar nos trampolins.

nas redes

pesquisar