SIC

Perfil

De segunda a sexta

51º Episódio - 06 de julho (quarta-feira)

Beatriz pressiona Nuno para denunciar quem lhe faz mal; Narcisa tenta convencer Tiago a voltar a conquistar Sofia

Bruno confronta a mãe com a ameaça de morte que fez à tia e acusa-a de esconder um segredo muito mais grave do que esse, perguntando-lhe directamente o que é que ela fez a Rosa de tão grave que não quer que se saiba. Narcisa fica em pânico com a insistência do filho.

Narcisa discute com Bruno porque o filho lhe exige que revele o verdadeiro motivo pelo qual ela e Rosa cortaram relações. A mãe insiste em dizer que jamais contará o que se passou e que esse é um segredo que vai levar consigo para o túmulo. Bruno não se conforma com a atitude da mãe e avisa-a de que Daniel e Sofia estarão atentos a todos os seus passos e não irão permitir que ela destrua Rosa. Narcisa fica muito perturbada com as palavras do filho quando ele se retira do quarto de Sofia para ir tomar um banho.

Júlia joga com sucesso o jogo que Nuno lhe enviou e pede à mãe para lhe ligar a agradecer. Rosa fica desconfortável e pergunta se ela já fez os trabalhos de casa. Daniel também não esconde o seu incómodo, principalmente depois de a filha pedir a Rosa que entregue outro jogo a Fialho para que o leve a Nuno. Quando Júlia vai para o seu quarto, Daniel faz ver a Rosa que está farto de ter a família de Marcelo e o próprio médico a cruzar-se na sua vida e ironiza dizendo que qualquer dia estão a passar o Natal juntos. Narcisa assiste impaciente à discussão e Daniel remata a conversa pedindo a Rosa que acabe com aquela situação, já que foi ela a metê-los nela.

E se a amizade entre Júlia e Nuno não agrada a Daniel, também não agrada a Marcelo que fica descontente quando Fialho conta que levou à miúda a pedido do neto o jogo de consola. Rute confronta Marcelo com os seus sentimentos por Rosa como a razão pela qual não quer que os filhos de ambos se relacionem. Marcelo não nega que a proximidade de Nuno e Júlia o deixa incomodado. Rosa, por seu lado, confidencia a Narcisa que não lhe agrada ver Júlia a dar-se tão bem com o filho do doutor Marcelo e que não sabe o que fazer em relação àquela amizade. A irmã, ardilosa e interesseira, oferece-se para tratar do assunto e entregar a Nuno o jogo que Júlia lhe quer emprestar.

Nuno está em pânico e não quer que a mãe vai fazer queixa à escola dos miúdos que o têm perseguido. Beatriz faz ver ao filho que não pode permitir que ele seja maltratado e que quem lhe fez mal tem de ser punido. Beatriz leva Nuno à escola mas quando ele fica sozinho volta a ser ameaçado por Tomé e Clara que prometam fazer-lhe mal se a mãe se queixar deles. Nuno fica apavorado.

Daniel confessa a Tomás a sua apreensão pelo facto de Júlia querer ser amiga de Nuno e reconhece que não quer Marcelo de novo a rondar a sua vida com Rosa.

Narcisa não consegue ver com bons olhos o namoro de Bruno com Sofia e só lhe adivinha contrariedades no futuro, contrastando com o optimismo de Rosa, que aposta na criatividade da enteada e do sobrinho para manterem a cumplicidade que têm. Paula aparece ofegante para trabalhar e conta que não foi fácil chegar à Floriz de bicicleta. Rosa tranquiliza-a e garante que em breve terá um carro para se fazer transportar e atender os seus futuros clientes. Narcisa aponta para a necessidade de ela começar a fechar contractos e Paula revela que já tem alguns em vista.

Bruno conta a Sofia que esclareceu tudo com a mãe e que ela se justificou com o medo que teve da sua reacção para não lhe contar nada sobre os motivos que levaram ao corte de relações com a tia. Bruno, diz que não quer pensar mais no assunto e incentiva Sofia a concentrar-se nos últimos treinos que lhe podem valer a qualificação para os Jogos Olímpicos.

Beatriz e a directora da escola pressionam Nuno para que identifique os alunos que o têm molestado mas ele está apavorado e nega saber quem são. A directora sugere-lhe que vão até ao seu gabinete para os identificar através das fotografias. Nuno aceita mas muito nervoso.

Piedade pergunta a Tiago como correu o fim-de-semana na Madeira mas o filho continua a hostilizá-la limitando-se a respostas venenosas. Primeiro diz que está a ponderar a proposta de Nando para se tornarem sócios e abrirem um hostel na ilha. Depois, que o fim-de-semana com Inês correu bem, atendendo a que está a usá-la para esquecer Sofia que ela fez questão de fazer cruzar-se com ele no Aliança. Piedade fica perplexa e pensativa com as palavras acusatórias do filho.

Lia e Joana, suportam o raspanete de Narcisa, por não estarem a desempenhar bem as suas funções no café da Floriz. Depois de ela sair voltam à conversa e Lia conta que o encontro que preparou a Gabriela foi um desastre. Apesar disso, revela que já marcou outro e Joana dispara que ela é maluca. Lia mostra-se indiferente.

Gabriela vê-se confrontada com mais um pretendente que volta a dizer-lhe, tal como o anterior, que tinham combinado encontrarem-se nas estufas. Depois de pensar um pouco, chega à conclusão que foi Lia quem lhe criou um perfil falso na rede social e fica furiosa, garantindo a Hugo que ela não espera pela demora.

Beatriz conta muito angustiada a Marisa que Nuno está mesmo a ser vítima de bullying na escola e diz que só vai falar com Marcelo depois de a questão estar resolvida, uma vez que o ex-marido sempre desvalorizou o assunto.

Artur, Renata e Samuel trabalham com entusiasmo na nova empresa e o padre tem a esperança de que a Floriz de torne num dos parceiros.

Narcisa marca um encontro com Tiago e pede-lhe que não desista do amor por Sofia, pois entende que Bruno não deve ficar com ela por não ter a maturidade suficiente. Tiago fica confuso com a abordagem de Narcisa que lhe pede para manter aquela conversa em segredo e lhe entrega o seu número de telefone se ele precisar de ajuda.

Rui fica a par de que Nuno tem sido vítima de bullying na escola e impõe-se para acompanhar Beatriz ao colégio quando ela vai buscar o filho.

Nuno é mais uma vez massacrado por Tomé e Clara que por o terem visto com a directora do colégio o cobrem de lixo para o atemorizarem e evitarem que ele os denuncie. Entretanto, Beatriz e Rui chegam ao colégio para o irem buscar e ficam estupefactos quando o encontram todo sujo e a chorar. Beatriz discute com a directora do colégio e ameaça processar a instituição. Nuno acaba por denunciar os miúdos que o atacaram, depois de a mãe garantir que ele não porá mais os pés naquela escola.

nas redes

pesquisar