SIC

Perfil

De segunda a sexta

35º Episódio - 17 de junho (sexta-feira)

Rosa obriga Narcisa a ir a Dornes por causa da morte do pai; Narcisa tem um plano para sabotar a viagem mas não corre bem

(c).RuiCarlosMateus.1954

Piedade reclama a Fialho que passem mais tempo juntos e fica furiosa porque ele não sabe como é que isso vai ser possível, uma vez que vai ter de abrandar o ritmo do exercício físico e por consequência passar menos tempo no Aliança.

Rosa pede ajuda a Cármen para que a ajude a procurar alguns dos seus pertences do tempo em que chegou a Tomar, explicando que tem a esperança de que possa conseguir esclarecer algumas dúvidas que tem sobre o pai. Júlia fica entusiasmada por achar que a busca pode ser uma espécie de caça ao tesouro.

Bruno, questiona Narcisa sobre o concurso que ela abriu para os arquitectos, desconfiado de que é mais um plano para separar Rosa de Daniel. A mãe ri e dispara que de vez em quando até parece que ele tem alguma da sua inteligência.

Rosa vê algumas fotos de família e estranha por não ver Narcisa em qualquer delas. Entretanto, fica surpreendida e tensa quando descobre uma folha de papel que mostra a Cármen.

Bruno está a discutir com a mãe e diz que o plano dela para separar os tios é muito perigoso. Narcisa recebe uma chamada de Rosa que lhe pede que vá para casa imediatamente para tratarem de um assunto urgente. Narcisa fica de tal maneira nervosa que obriga Moisés a levá-la a casa, para espanto de Maria.

Narcisa vai ter com Rosa e fica muito nervosa quando ela lhe conta que descobriu a certidão de óbito do pai, que revela que ele morreu de ataque cardíaco e que lhes escondeu a doença, pretendendo saber porque é que ele vendeu o terreno onde desejava concretizar o sonho da sua vida. Narcisa tenta encerrar o assunto e diz que o melhor é não mexer no passado, mas Rosa exige-lhe que a ajude a descobrir a verdade sobre o pai. A irmã fica muito tensa com aquele pedido.

Rosa descobre na caixa onde tinha guardado algumas recordações familiares um postal que o pai escreveu para Bruno, acompanhado com uma nota de cinquenta euros e diz a Narcisa que ele se preocupava com o futuro do Neto. Determinada em perceber porque é que o pai vendeu o terreno dos seus sonhos, Rosa acrescenta que o próximo passo que têm de dar é descobrirem a escritura do terreno e a quem ele o vendeu. Narcisa bem tenta evitar que a irmã remexa no passado mas é obrigada a concordar em ajudá-la.

Marisa ouve Beatriz comentar com Rui que ao saber que Marcelo se apaixonou por uma paciente a fez perceber que também tem de encontrar uma pessoa por quem se apaixonar. No seu estilo intempestivo, Marisa quer saber mais pormenores sobre o assunto e desculpa-se a Beatriz por ter querido empurrá-la para os braços de Bernardo e fica estupefacta quando a amiga lhe conta que a paixão de Marcelo é Rosa.

Lia entrega a Moisés a caixa com os presentes destinados a Bruno e recomenda-lhe que quando lhe entregar a encomenda lhe mande um beijo seu.

Bruno recebe as prendas de Lia com alguma indiferença mas Júlia desata a bombardeá-lo com perguntas e quer logo saber se a rapariga é sua namorada. Sofia ouve a conversa e vê as ofertas, disfarçando mal os ciúmes que sente. Narcisa fica impaciente e diz com azedume que Lia deve querer um médico para marido. Bruno fica envergonhado com aquela situação e vai olhando para os presentes com constrangimento, justificando que Lia apenas quis ser simpática. Rosa diz que ele está com sorte porque ainda vai receber outra prenda e entrega-lhe o postal e o dinheiro que o avô lhe deixou. Bruno aproveita para dar uma indireta a Narcisa e diz que o avô queria que ele escolhesse o seu futuro. A mãe dispara que às vezes as escolhas que se fazem saem furadas.

Bruno vai conversar com Sofia e desvaloriza as prendas que recebeu de Lia, preferindo falar-lhe do postal que recebeu do avô em que lhe recomendava que lutasse pelos seus sonhos, reforçando que também ela o tem feito. Sofia sorri e Júlia interrompe a conversa chamando-os para a mesa.

Tiago está indeciso para ligar a Sofia e recebe uma chamada de Inês que continua a assediá-lo. O rapaz pede-lhe que o esqueça reafirmando que tem namorada mas ela não desiste. Para acabar a conversa, Tiago diz que se veem no clube. Entretanto, Piedade entra em casa com Nando e apresenta-o ao filho. Nando esclarece que veio a Lisboa para encontrar a prima que o roubou e Tiago também se dispõe a ajudá-lo.

Narcisa confessa a Bruno a sua preocupação por Rosa querer continuar a remexer no passado e perceber porque é que o pai vendeu o terreno de Dornes. O filho pergunta como é que ela pensa fazer isso mas Narcisa não dá resposta, pensando apenas em evitar que a irmã volte a Dornes.

Moisés recomenda a Rafael que se aplique nos estudos como se aplica no trabalho na Floriz e o rapaz responde que está a seguir os conselhos da mãe.

Maria pergunta a Moisés porque é que Narcisa falou com ele de forma mandona quando lhe pediu que a levasse a casa e o marido responde que ela é tão patroa quanto Rosa e que até está a fazer melhor trabalho do que ela.

Narcisa entra na galeria da Floriz e faz pesquisas no computador, procurando a pasta da distribuição.

Rosa comenta com Daniel o facto de estar empenhada em encontrar a pessoa que comprou o terreno do pai e revela que já convenceu Narcisa a acompanhá-la a Dornes, embora reconheça que a irmã está com mais problemas do que ela em remexer o passado. Daniel mostra-se ternurento a falar do assunto e Rosa diz que ele é um marido amoroso.

Narcisa finge-se doente para evitar a ida a Dornes com Rosa mas Daniel sugere á mulher que vá sozinha, estragando os planos da cunhada que se vê na obrigação de dizer que talvez melhore depois de beber um chá.

nas redes

pesquisar