SIC

Perfil

De segunda a sexta

30º Episódio - 12 de junho (domingo)

Rosa quebra o gelo e inicia uma noite de desejo e prazer com Daniel!

ana antonio bento

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA.

Rute comenta com Fialho que o pai de Rafael é um brutamontes e que não vê o filho talentoso que tem, insistindo em ajudar o miúdo. Fialho e Marcelo não vêem com bons olhos a sua atitude, advertindo que os pais de Rafael podem achar que ela está a interferir na sua educação. César anuncia que o dia pode ser grande porque vai fechar o negócio do terreno com o Aliança. Marcelo, meio a brincar, meio a sério, saúda o irmão disparando que ele vai finalmente contribuir a sério para as despesas da casa. Rute e Fialho sorriem, enquanto César ignora o irmão.

Sofia e Bruno não conseguem encarar-se ao pequeno-almoço, depois de ele a ter beijado na noite anterior. Carmen repara no ambiente estranho entre eles mas não diz nada. Narcisa acaba de falar com Rosa e, depois de desligar, conta que ela e Daniel regressam nesse mesmo dia de Amesterdão. Cínica, faz votos para que o entusiasmo que demonstram não esmoreça quando chegarem a casa. Carmen lembra a cumplicidade e paixão que eles tinham um pelo outro antes do acidente e Narcisa fica a remoer.

Marisa conta a Samuel que Rosa e Daniel regressam de Amesterdão e combina com o padre irem visitar os amigos.

Beatriz incentiva Rui para a aula que vai dar e confessa que gostou de conversar com ele no café da Floriz, com vontade de repetir o programa, justificando que ele a entende.

Piedade está muito entusiasmada com a escritura que vai fazer para comprar o novo terreno para a sede do Aliança e diz que o clube é o seu bebé. Tiago afaga o ombro da mãe e diz que ele é que é o seu bebé. Piedade emenda a mão e atira que o Aliança é então o grande amor da sua vida, que dá menos trabalho do que um marido.

Rosa e Daniel regressam de Amesterdão muito bem dispostos e cúmplices, provocando grande desagrado a Narcisa, que disfarça como pode. A sós com a irmã, a vilã mostra-se espantada pelo facto de a viagem ter corrido tão bem e de Rosa confessar que viveu momentos mágicos ao lado do marido. Insidiosa e dissimulada, Narcisa pergunta se isso foi suficiente para ela esquecer Marcelo e fica ainda mais desconcertada quando Rosa reafirma o seu desejo de esquecer o médico e de reconstruir a sua vida com Daniel. Narcisa força um sorriso e justifica o facto de fazer todas aquelas perguntas por ter tido uma ideia muito boa. No entanto, deixa a explicação para mais tarde porque Carmen as interrompe e diz que Marisa e Samuel chegaram para a visitar.

Rosa conversa com Marisa e Samuel sobre a viagem que fez com o marido à Holanda e revela que decidiu afastar os receios e confiar nele, determinada em recuperar a sua vida. Marisa brinca mais uma vez e diz que qualquer dia ela vai reconhecer o seu príncipe encantado.

Bruno discute muito nervoso com Narcisa e exige-lhe que se vão embora, revoltado por ela estar a enganar Rosa com a intenção de a roubar. A mãe insiste que vai ficar rica e à conta da irmã porque isso é uma questão de justiça, atendendo à vida luxuosa que ela tem, por contraste com a sua vida miserável. Bruno ainda se exalta mais e diz que se vai embora porque não é um criminoso como ela. Narcisa defere-lhe uma violenta bofetada e assegura que ele vai ficar com ela porque lhe deve tudo. Bruno fica estarrecido e amedrontado sem conseguir reagir.

Sofia não consegue focar-se no treino de natação e é advertida pelo treinador. Como se não bastasse. Tiago aparece de surpresa para lhe dar um beijo, o que a deixa ainda mais ansiosa, acabando por tratar o namorado com rispidez. Tiago vai-se embora magoado e Sofia fica cheia de problemas de consciência.

Rafael conversa com Bruno, contente pelos graffiti que fez no anexo em que Hugo vive. Já Bruno, sem referir que beijou Sofia num impulso, queixa-se de ter piorado uma situação que já não era boa.

Hugo irrita-se com Gabriela porque ela o censura pela desculpa que ele arranja para justificar o facto de ter ido ajudar uma amiga a pretexto de ela ter a canalização de casa avariada.

Samuel chega com Rosa à Floriz para comprar umas flores e Marisa entra no jogo de sedução de Hugo, que se oferece para a acompanhar numa visita às estufas.

Narcisa conta a Rosa a ideia que teve para aumentar os lucros da Floriz e defende que a empresa ganharia se apostasse na arquitetura paisagista para aconselhar gente com dinheiro sobre a forma como organizar os seus jardins. Para tal, recomenda à irmã que contrate César, até porque isso seria uma forma de retribuir a Marcelo por lhe ter salvado a vida. Rosa fica tensa e nada inclinada a aceitar a sugestão da irmã, lembrando-lhe que se está a tentar afastar-se do médico não faz sentido contratar precisamente o irmão dele. Narcisa, sempre a fingir que não tem segundas intenções, insiste e deixa Rosa muito pensativa.

Daniel confessa a Tomás que os dias que passou em Amesterdão com Rosa foram maravilhosos e que está com a sensação de estar a namorar com a mulher com quem está casado há dez anos. Entretanto, aconselha o amigo a refazer a sua vida mas ele recusa-se a esquecer Anabela.

Nuno queixa-se a Beatriz de que tem fome e ela acha estranho, questionando se ele comeu o lanche que lhe mandou para a escola. O filho fica em grande tensão e responde que sim. Inconformada, a mãe marca-lhe uma consulta no pediatra, para grande insatisfação do miúdo.

Piedade mostra-se a Tiago e elogia a sua própria roupa, que escolheu para ir fazer a escritura do terreno do Aliança. O filho não presta atenção, absorvido com os seus pensamentos e Piedade diz-lhe para mandar César ao seu gabinete assim que ele chegar.

Rute defende, em conversa com Fialho, a arte dos graffitis. Ele vê entretanto no tablet uma notícia sobre umas ruínas e sai de casa apressado, prometendo à mulher que depois lhe conta a gravidade da situação. Rute fica intrigada.

Fialho entra no Aliança espavorido e, ao avistar Piedade com César, vai ter com eles e diz que ela não pode comprar o terreno para o Aliança porque foram descobertas umas ruínas cujas escavações vão impedir a construção de seja o que for durante anos. Piedade fica em choque e interroga-se como é que não desconfiou do baixo preço do terreno. César finge-se indignado e verbera que não sabia de nada, culpando o vendedor por o ter enganado.

Rosa pesquisa informações sobre César e lê a notícia que levou à falência da sua sociedade com Marcelo, depois de um funcionário ter ficado paraplégico.

César reafirma que não sabia que o terreno que tinha destinado a Piedade tinha umas ruínas por baixo e que foi enganado pelo vendedor. Marcelo, implacável com o irmão, afirma que ele ou é azarado ou incompetente.

Sofia e Bruno continuam sem conseguir encarar-se e Carmen pergunta à neta o que tem. Ela desperta dos seus pensamentos e desculpa-se com o cansaço dos treinos, dizendo que se vai deitar.

Rosa conta a Narcisa que esteve a fazer uma pesquisa de mercado e que concluiu que a sua ideia de dotar a Floriz de um arquiteto paisagista é muito boa e que devem avançar. Narcisa fica expectante e pergunta se ela sempre concorda com a contratação de César, o irmão do doutor Marcelo.

Rosa recusa-se a contratar César para trabalhar na Floriz como arquiteto paisagista e explica a Narcisa que não confia nele depois de se ter inteirado que ele levou à falência a empresa de que era sócio com Marcelo. Narcisa fica muito contrariada mas disfarça, acabando por acatar a decisão da irmã.

nas redes

pesquisar