SIC

Perfil

De segunda a sexta

Rui Sá

Ricardo Carriço

(c).RuiCarlosMateus.1954

IDADE: 62 anos

MÚSICA DA MINHA VIDA: “Yesterday”, dos The Beatles, pelo sentimento de nostalgia com o qual me identifico

FILME INESQUECÍVEL: “E Tudo o Vento Levou”, pelo caratér épico e pela grandiosidade com que explora o amor

COMIDA PREFERIDA: Robalo assado no forno, porque lembra-me os invernos quentes com a minha Luísa

ODEIO: Sushi, porque o bom peixe é cozinhado e regado a azeite

EU TIVE A VIDA QUE PEDI A DEUS, com uma família realizada, um trabalho bem remunerado, amigos do peito… Mas, desde há dois anos, tudo ficou mais amargo com a morte da minha Luísa. Com a nossa única filha, Renata, fora do país, acabei por ter os primeiros momentos de solidão e, se não fosse o Fialho e o Samuel, acho que teria enfrentado uma valente depressão. É por isto que, quando a trama arrancar, vocês vão ver-me a insistir tanto com a minha filha para ela voltar para o país. E quando conseguir, depois de lhe acenar com dinheiro para investir num negócio próprio, vou ficar muito feliz. Mas nada é conforme o que planeámos. O negócio sólido que eu pensei que ela fosse abrir, afinal, vai ser uma agência de emprego para excluídos sociais… O que abre logo um conflito entre nós. Além disso, ela virá também com o namorado. Os dois, na minha casa, a dormirem no mesmo quarto: não é que eu seja um homem muito “tradicional”, mas não vai ser fácil engolir isso… Pior vai ser mesmo quando eles atravessarem uma crise que vai pôr tudo em risco: relação, empresa… Nessa altura, vou acabar por me aproximar de Artur e, mais tarde, ser o principal incentivador da reconciliação dos dois. Um dos meus principais dramas, no entanto, vai ser vivido com o Fialho, quando me envolver com a mulher dele num período em que o seu casamento estará em crise… Vou sentir-me vivo outra vez, mas muito culpado também. E aqui estou longe de saber que ainda há outra mulher que se vai cruzar na minha vida…

OBJETIVO: Ter a minha filha a viver em Portugal e não cair em depressão

nas redes

pesquisar