SIC

Perfil

290º Episódio - 13 de maio (sexta-feira)

José Maria manda raptar Rosa e prende-a num barracão; Amélia é libertada e Alfredo é detido!

Christian Gnad

Valquíria e Virgínia conversam a sós sobre Alfredo. Ambas lamentam terem deixado que o mesmo homem lhes tenha feito tanto mal e destruído a família. Nesse momento, Virgínia recebe também o telefonema para o programa de televisão com Bruna e David e sente-se insegura. Valquíria incentiva a irmã a aceitar.

José Maria espera, juntamente com os seus capangas, à porta do hospital por Rosa. Quando esta chega, um deles aproxima-se da jovem e consegue metê-la dentro do carro. Rosa, desesperada, debate-se para fugir mas não tem hipótese.

Na cantina, a inspetora Joana explica com pormenor a António, Amélia, Cila e Rúben como foi desenrolado a sua investigação da morte de Homero. António fica impressionado ao saber que foi Alfredo quem cometeu o crime, apesar de ter sido ele próprio, o principal suspeito. Miguel, Olga e Inês também se juntam a eles e ouvem tudo, atentamente.

A inspetora Joana continua a sua exposição em relação à investigação. Depois de ter provado a inocência de António, focou-se em Miguel mas perante a sua atitude em relação ao crime depressa concluiu que não podia ser ele. Depois foi a vez de Lídia ser a suspeita mas, ao mesmo tempo, tudo indicava para Amélia. Esta omitiu vários pormenores e também ela tinha um motivo forte para se vingar do pai que nunca a assumiu. De seguida, também suspeitou de José Maria por causa dos seus golpes com a suposta paternidade de Gonçalo mas este baralhou tudo com a sua confissão. Foi Rúben, ao entregar a faca do pai que resolveu todo o processo, Alfredo matou mesmo Homero quando soube que a coutada não ia acontecer. Cheio de dívidas, agiu por impulso e desespero, matando um amigo. Resignada com a explicação, Cila pede à agente policial para se despedir do pai.

José Maria leva Rosa para um barracão isolado e amarram-na.

Luísa procura Dinis para saber o que aconteceu com Gonçalo e agradece a ajuda que Dinis está a dar ao irmão. A conversa segue outro rumo e Dinis partilha o seu objetivo de tirar o curso de pilotagem. Luísa sente-se rejeitada e sai porta fora.

Mónica e Vítor, juntamente com o conservador, aguardam a chegada de Julião para ser testemunha do casamento. Quando este, finalmente, chega, apresenta o documento onde Mónica se declarou louca para desfazer o casamento com ele. Dessa forma, impede que o casamento entre Mónica e Vítor aconteça. Ficam ambos muito abalados e Mónica quase agride o ex-marido. Vítor reclama com Julião que, em sua defesa, afirma que agora estão finalmente quites.

Amélia e Jacinta abraçam-se e comemoram a libertação de Amélia. Esta sai logo de seguida para procurar Rosa e Fátima.

nas redes

pesquisar