SIC

Perfil

269º Episódio - 22 de abril (sexta-feira)

Valquíria e Julião envolvem-se!; Em tribunal, o advogado de Gonçalo pede ao juíz para que se repitam os testes de ADN entre José Maria e Gonçalo

ana antonio bento

A inspetora Joana também interroga Alfredo e este transmite que Alexandre era determinado e até arrogante. Sempre desconfiou dele no envenenamento dos morangos e pelos vistos estava certo.

Julião e Valquíria bebem licor e brindam várias vezes por esta ter conseguido comprar o clube. Meio embriagados, confessam que gostam muito da companhia um do outro e acabam por se envolver aos beijos no salão de jogos.

De manhã, Bruna e David tomam o pequeno-almoço e estranham que Julião não esteja em casa. Pensam que ficou a trabalhar até tarde no salão, mas este ficou com Valquíria.

Vítor consola Mónica por ter ficado sem nada e pensa em alternativas para recuperar o dinheiro perdido. Esta está mesmo triste por ter de vender o clube a Valquíria e Virgínia.

Em sua casa, Valquíria toma o pequeno-almoço com Cila quando João Gomes aparece. Valquíria está sorridente e vitoriosa e recusa ir tomar café ao salão de jogos para não se cruzar com Julião, com quem passou a noite.

Jacinta, desanimada, olha com preocupação para a cantina vazia. Por culpa de Olga já ninguém lá vai e isso põe em risco a continuidade do projeto. Conversa com António quando começam a ouvir agitação vinda da rua. Ambos se dirigem à porta e se deparam com uma manifestação de moradores liderada por Olga e Julião. António, irritado, tenta demover Olga mas esta não ouve ninguém. Também Jacinta recrimina a prima e acusa-a de estar a matar a cantina. Jacinta intervém e defende os ex-presidiários, afirmando que se estes andassem a roubar não viriam comer à cantina do bairro.

Gonçalo prepara-se para ir para a audiência do tribunal e Luísa oferece-se para o acompanhar mas este afirma que é melhor ir só com Inês.

Amélia confessa a Rúben que tem receio que José Maria, mesmo preso em casa, possa fazer mal a Rosa.

José Maria toma o pequeno-almoço com Miguel antes de ir para o tribunal e este percebe as intenções do irmão ao querer assumir a paternidade de Gonçalo, quer matar Gonçalo para ficar com tudo o que é dele.

À semelhança de Mónica, Vítor também está desempregado e pede a Virgínia que lhe de emprego no clube de ténis. Esta assente sem consultar Valquíria.

Gonçalo declara em tribunal que não quer ser reconhecido como filho de José Maria e afirma que o seu pai era Emídio.

Olga faz greve de fome por causa dos ex-presidiários na cantina.

No tribunal, o advogado de José Maria insiste para que sejam utilizados os resultados do teste de paternidade já feitos. O Dr. Oliveira, advogado de Gonçalo e Inês percebem isso e comentam com Gonçalo.

nas redes

pesquisar