SIC

Perfil

227º Episódio - 10 de março (quinta-feira)

Miguel tenta ligar a Violeta a pedir ajuda mas é apanhado em flagrante por Maia e Lídia!; Luísa dá início ao plano para matar José Maria

Rúben chega a Lisboa e encontra-se com Amélia. Esta desculpa-se por tê-lo deixado sozinho no Algarve mas o namorado percebe que ela tinha de levar Rosa dali urgentemente. Amélia explica que vai voltar para a quinta para desviar as atenções de si. Nesse momento, um agente da polícia bate à porta e vem saber onde está a adolescente, receberam a queixa de Fátima e Amélia alega não saber do que se trata. O agente toma nota do seu depoimento e sai, logo de seguida. Amélia e Rúben tomam consciência de que José Maria manipulou Fátima contra eles e que terão mesmo de proteger Rosa para que este não a apanhe.

Na cantina, Jacinta e Luísa revêem os passos do seu plano. Acabam por falar de Dinis e Luísa desvia o assunto, minimizando a sua mágoa.

Em sua casa, Lídia ouve pancadas secas vindas da garagem onde Miguel está aprisionado. Pelo vidro, vê Miguel a bater na parede com a cabeça. Nervosa, dirige-se para lá a fim de o parar de se magoar mais. Fica em choque ao vê-lo, Miguel tem a testa cheia de sangue e leva-o dali.

No escritório da quinta, José Maria pressiona Alexandre a contar-lhe se namora Luísa e este recusa-se a dar-lhe explicações. Luísa ouve o padrasto a dizer a Alexandre que este deve estar o mais próximo possível dela e confronta-os. Ambos disfarçam e Luísa não percebe a cumplicidade entre eles. Quando ficam a sós, Alexandre convida-a para jantar novamente e sem esta estar à espera, beija-a.

Lídia faz um curativo a Miguel enquanto este pede para ser levado para o hospital. A mãe recusa e diz-lhe que o seu lugar é ali, perto dela. Lídia levanta-se para ir buscar-lhe um chá e Miguel aproveita o momento para ligar a Violeta. Só consegue dizer o seu nome pois Maia atinge-o com o cacetete e deixa-o inconsciente. Lídia fica aflita e o motorista explica que Miguel estava a tentar ligar a alguém, deixando-a furiosa.

Violeta, muito nervosa, olha para o telemóvel. Percebeu na sua voz que Miguel estava numa aflição. Tenta ligar de volta mas o número já está desligado. Violeta decide ir a casa de Lídia saber o que se passa.

Amélia repreende Rosa por esta se ter encontrado com António. Tem receio de que este a denuncie mas a jovem não acredita que isso seja possível. Amélia percebe que a filha se sinta aprisionada mas pede-lhe que tenha paciência porque com José Maria todo o cuidado é pouco.

Maia volta a prender Miguel na garagem enquanto este grita, implorando que o libertem. Lídia nega-lhe a liberdade e avisa-o de que não voltará a conseguir enganá-la, deixando-o no chão, derrotado.

Em casa de Julião, Julião Jr observa a bebé quando David entra. Este pergunta ao cunhado se a acha parecida com alguém e Bruna irrita-se com isso. David, danado, confronta-a e acusa-a de ter uma filha do chinês. Afirma ainda que o empregado fugiu para fugir às responsabilidades. Bruna, indignada, nem consegue responder.

Inês encontra a mãe em casa e estranha vê-la ali. Olga explica que teve de sair da cantina porque estava indisposta. Preocupada, Inês sugere que a mãe vá ao médico e aproveita para lhe contar que Gonçalo a convidou para ir viver na quinta. Olga fica incomodada mas incentiva a filha a ir, é normal que esta um dia vá viver a sua vida.

Na quinta, Luísa também aprova e incentiva Gonçalo a começar uma vida a dois com Inês, independentemente de José Maria viver ali. Afirma que, em breve, o padrasto vai desaparecer. Gonçalo decide que, a partir desse momento, não vai estar mais em guerra com José Maria.

José Maria fica admirado ao ver Amélia na quinta. Pergunta-lhe por Rosa mas esta não lhe dá qualquer satisfação. Ameaçador, avisa-a de que vai apanhar a sobrinha mas Amélia não se deixa intimidar.

Em casa de Salomão, Rosa sente-se a sufocar ali presa. Pretende fazer a sua vida na mesma e Salomão aconselha-a seguir os conselhos da mãe biológica e a ter cuidado.

Matilde serve o jantar a José Maria e Gonçalo senta-se à mesa para jantar também, deixando o suposto pai surpreendido. Luísa junta-se a eles e aproveita a situação para por um sonífero no vinho de José Maria.

Jacinta recebe uma sms de Luísa a avisar que está quase tudo pronto e Dinis vê a mensagem no telemóvel da mãe. Nervosa, Jacinta inventa que é Olga e prepara-se para sair. Dinis confronta-a com a mentira e pensa que esta mentiu para evitar falar de Luísa à sua frente.

Na quinta, o jantar prossegue e José Maria continua a beber o vinho com o sonífero. Sentindo-se incomodado com o à vontade de Luísa e Gonçalo, retira-se para o seu quarto.

nas redes

pesquisar