SIC

Perfil

218º Episódio - 01 de março (terça-feira)

Miguel quer sair de casa mas Lídia tem um plano para o impedir; José Maria aparece no funeral de Marina

David receia que Bruna consiga ganhar e pede a Julião que vote nele. Tira uma mensagem da máquina que lê a sina e sai um cartão escrito à mão. Alguém mexeu nos cartões da máquina e colocou lá mensagens escritas à mão.

Julião Jr entra em casa de Julião e Bruna fica incomodada com o facto de este se mudar lá para casa e por já ter chave de casa. Este relembra-a de que teve o pai toda a vida e que também tem o direito de recuperar esse tempo perdido.

Violeta visita Cila para lhe dar força e para que esta veja que é possível recomeçar e continuar a vida depois de ter sido maltratada por Henrique.

Miguel tenta ligar a Violeta, sem sucesso. Irritado com isso, fala com Lídia e mostra-se desconfortável por estar ali em casa em vez de estar a construir alguma coisa com Violeta. Afirma mesmo que se sente prisioneiro naquela casa. Miguel pensa seriamente em seguir a sua vida e Lídia percebe que este pode ir embora. Chama Maia e pede-lhe para preparar tudo para o caso de ser necessário deter Miguel.

Olga visita Jacinta e fica muito impressionada com o estado depressivo da prima. Jacinta está em queda livre emocional e não consegue reagir.

Gonçalo confessa a Inês que não bebeu por um triz. Sente muito medo de voltar a fazê-lo e só não o fez para não trair a memória da mãe. Inês beija-o e pede-lhe que não faça nenhum disparate e acima de tudo que não se deixe cair na destruição, por ele mesmo e não pela mãe ou por quem quer que seja.

Luísa chega furiosa à quinta e desabafa com Amélia. Acabou de saber no hospital que José Maria lá esteve na noite em que Marina morreu. Ambas tomam consciência de que este matou Marina.

Alfredo e Matilde planeiam ajudar Luísa e Gonçalo a continuar o trabalho de Marina na quinta.

No clube de ténis, Virgínia tenta saber como está Cila mas Valquíria recusa-se a dar-lhe informações sobre a filha. Virgínia tem a noção de que a irmã nunca a irá perdoar.

Cila entra na cantina e todos os moradores olham para ela. Fica constrangida ao perceber que é o assunto do dia.

lga mostra a Salomão um cartão da máquina da sina que encontrou em sua casa. Encontram mais ainda no fundo da sua carteira e percebem que andaram a mexer em tudo no salão de jogos, mas não se recordam de nada.

O cortejo fúnebre de Marina entra no cemitério quando José Maria aparece. Luísa fica transtornada quando o vê e pede a Rúben que o tire dali. Este discretamente, barra-lhe o caminho. Ao ver que José Maria não se vai embora, Luísa dirige-se a ele e ameaça-o de chamar a polícia. José Maria fica a assistir ao longe.

Jacinta fica também em choque ao vê-lo ali e confronta-o. José Maria humilha-a cruelmente.

Luísa e Gonçalo choram, muito emocionados, no último adeus a Marina.

A inspetora Joana procura António, novamente. Desta vez, tenta falar de Rosa e dá a entender que já sabe tudo mas António faz-se despercebido.

Noutro local do país, Rosa aluga um quarto numa pensão e procura arranjar trabalho para sobreviver.

Alfredo fica alarmado ao saber o que aconteceu a Cila mas Rúben tranquiliza o pai, dizendo que Henrique está preso e não poderá fazer mais mal a Cila.

O enterro de Marina termina e todos dispersam exceto Gonçalo e Luísa que se despedem e relembram momentos com a mãe. Sentem-se perdidos mas apoiam-se mutuamente.

Jacinta está cada mais transtornada e Dinis perde a paciência com ela. Está completamente obcecada com José Maria e só fala em vingança e em acabar com ele. Dinis sai para arejar a cabeça e Jacinta fica sentada no sofá a chorar.

nas redes

pesquisar