SIC

Perfil

197º Episódio - 5 de fevereiro (sexta-feira)

José Maria pede ajuda a Miguel para conquistar Lídia; Amélia conta toda a verdade a Marina e esta, rejeita-a!

ana antonio bento

Julião quase apanha Mónica e Vítor em sua casa, meio despidos. Para disfarçar, Mónica pede ao marido que veja a chave do totoloto e quando Julião começa a dizer os números em voz alta, Mónica percebe que a sua chave é vencedora, acabou de ganhar um milhão e meio de euros. Pula e abraça-se a Julião mas pára de festejar quando este afirma também estar rico. Não quer partilhar o dinheiro com ele e fica apreensiva, enquanto Julião celebra e faz planos.

David começa a discordar que Bruna se candidate à junta de freguesia porque receia que esta não tenha tempo para si e para o bebé. Para a impedir, decide candidar-se ele mesmo e fazer-lhe concorrência.

Inês faz uma surpresa a Olga. Mostra-lhe o antigo quarto de Homero, agora renovado, sem grandes mudanças profundas, mas com uma nova decoração. Olga fica muito agradecida à filha por ter tirado a sombra do falecido dali.

Miguel e Violeta fazem amor na praia, sob o olhar de Maia, sem ser visto. Este convida-a para morar com ele em casa de Lídia mas Violeta recusa. Não confia em Lídia e sente que há algo errado nela.

Bruna e David ficam eufóricos com a notícia de Mónica ter ganho um prémio no totoloto. Festejam juntamente com Julião e Mónica mantém-se à margem, pensativa.

Dinis apresenta Violeta a Rita e ambas concordam, imediatamente, em viver juntas.

Amélia regressa a sua casa, na quinta, cansada e de malas na mão. Olha para a fotografia da filha, emocionada.

José Maria pede a Miguel que o ajude a conquistar Lídia para que não lhes falte nada e para poder livrar-se de Marina. Miguel fica em choque com a sua proposta e recusa-se a aceitar a ideia de que este se envolva com a sua mãe.

Amélia cumprimenta Marina, efusivamente mas Marina rejeita-a. Pergunta-lhe quando estava a pensar contar que é irmã do José Maria, deixando Amélia sem reação.

Jacinta sorri ao ouvir Dinis falar de Rita. Percebe que este está interessado na colega do novo trabalho mas Dinis afirma que Rita é só uma amiga.

Amélia, hesitante, confirma a Marina que é filha de Homero e que foi trabalhar para a quinta para se aproximar de José Maria e do pai, mas para se vingar. Reforça que foi sempre leal a Marina e à sua família e que fez tudo o que pode para a defender. Conta-lhe, por fim, que José Maria fez com que a sua mãe se suicidasse e que, por essa razão, foi criada por uma vizinha que a espancava e que lhe levou a filha. Marina fica impressionada com a sua história mas não a perdoa e convida-a a ir embora dali.

Alexandre ouve a discussão e fica a ouvir no corredor. Por pouco, Luísa não o apanha e ao vê-lo ali, tão tarde, convida-o para comer alguma coisa feita por si. Este fica contente com o cuidado de Luísa e aceita.

Amélia regressa à sua casa, devastada e Rúben aparece. Convida-a a ficar em sua casa enquanto não tem onde ficar mas Amélia recusa. Não lhe conta que voltou porque a filha está em Lisboa e pede-lhe paciência, está a passar um mau bocado e não está disponível para muita coisa. Rúben abraça-a com força depois de ela desabafar que também voltou por ele.

Alexandre partilha com Luísa que ouviu Marina a discutir com Amélia e que a conversa estava mesmo acesa. Luísa, sem entrar em grandes pormenores, revela que a assistente foi desleal e que Marina está mais intolerante porque foi enganada por várias pessoas.

nas redes

pesquisar