SIC

Perfil

195º Episódio - 3 de fevereiro (quarta-feira)

Vasco vira as costas a Amélia e impede-a de conhecer a filha; Julião convence o filho, Julião Jr. a ficar calado e guardar segredo

ana antonio bento

Lídia, dissimulada, finge cair nas escadas e Miguel adia o seu encontro com Violeta para socorrer a mãe.

Marina liga insistentemente a Amélia mas não consegue falar com ela. Ganha coragem e conta aos filhos que a sua assistente é filha de Homero. Marina e Luísa sentem-se enganadas mas Gonçalo aconselha que falem primeiro com Amélia, antes de tirarem conclusões precipitadas.

A inspetora Joana procura José Maria novamente para perceber a sua verdadeira relação com Homero. Este nega qualquer desentendimento com o pai e afirma não se importar de o sustentar e ao irmão. Sugere que quem o matou, foram as pessoas novas que entraram na sua vida.

Rita explica a Dinis que tem de sair da casa do ex-namorado e que não tem para onde ir. Este pergunta-lhe se estaria de acordo em partilhar casa e diz-lhe que tem uma amiga que quer dividir despesas e promete ajudá-la.

Valquíria desabafa com Rúben, o clube de ténis está cada vez mais perto da falência e só um milagre o pode salvar. Rúben mostra-se otimista mas Valquíria tem muito pouca fé numa resolução para o que está a acontecer.

No salão de jogos,Bruna mostra a Julião que já tem metade das assinaturas para se candidatar à presidência da junta de freguesia e elogia-o como pai. Julião fica desconfortável e sente culpa, agora que descobriu o seu filho.

Olga arruma o antigo quarto de Homero, no palacete e sente uma grande nostalgia. Não quer voltar a alugar tão cedo aquele espaço. Inês, por sua vez, pensa em fazer mudanças e renovar o quarto.

Na cantina, uma senhora de idade conta a António que graças ao seu filho, tem uma cadeira de rodas que lhe permite ser independente. Este fica nostálgico e sente saudades do filho.

Cila experimenta roupa para sair à noite com as amigas e Henrique fica incomodado com isso. Pede-lhe para a acompanhar e ela aceita.

Alfredo bate à porta, vem ver os filhos. Está abalado e sente muita culpa por ter errado tanto com a família. Ao vê-lo assim, Rúben convida o pai para jantar com eles lá em casa. Este aceita relutante, com receio da reação de Valquíria.

Amélia, já cansada, espera por Vasco à sua porta mas este não abre nem aparece. Na quinta, Marina tenta ligar-lhe várias vezes mas Amélia não atende. Luísa tranquiliza a mãe e garante-lhe que mais tarde ou mais cedo, saberão a verdade. Mudando de assunto, fala da sua ideia se fazer compotas gourmet e Marina acolhe a ideia com alegria.

Jacinta prepara um jantar para si e para Dinis cheio de iguarias. Este estranha a comemoração e quer saber a razão mas esta não revela a verdadeira razão para se sentir tão bem.

Salomão explica a António as verdadeiras motivações de Manuel para fazer os assaltos e mesmo tendo passado pela situação de quase ter sido preso no lugar dele, defende-o alegando que Manuel não tem motivações egoístas e que pensou sempre em ajudar o próximo e em diminuir a desigualdade social. António sente-se cada vez mais emocionado.

Valquíria não gosta de ver Alfredo em sua casa para jantar e se soubesse que ele lá estava não teria ido para casa. Virgínia confronta-o com a possibilidade de estar ali para pedir dinheiro aos filhos e Alfredo deixa-a a falar sozinha.

Julião Jr. pressiona Julião para saber o sítio onde foi feito para poder deitar lá as cinzas da mãe. Quando David aparece disfarça e finge que o filho se trata dum fornecedor de cerveja. David dá a entender que sabe que este não é fornecedor nenhum e leva o sogro consigo para casa. Julião pensa que este sabe a verdade.

nas redes

pesquisar