SIC

Perfil

179º Episódio - 14 de janeiro (quinta-feira)

Alexandre avisa Marina de que não vai ficar de mãos a abanar e aceita o dinheiro de José Maria

Christian Gnad

Amélia e Luísa comentam o rapto de Dinis. Ambas pensam que José Maria foi o culpado mas não entendem o motivo para fazer tal coisa a Dinis.

Marina interrompe-as e pede a Luísa que vá à sala para falar consigo e com Gonçalo.

Marina conta a Luísa e a Gonçalo que apareceu na quinta um rapaz que diz que Emídio esteve envolvido num acidente com a sua mãe. Contra a vontade dos filhos, que reagem indiferentes, Marina pretende dar trabalho ao rapaz e, dessa forma, ajudá-lo a pagar o que a sua mãe precisar.

Em casa, Alexandre dá comida à boca de Margarida, a sua mãe. Esta não diz coisa com coisa e rejeita a comida, como as crianças. Depois de tratar da mãe, liga a José Maria para que este o ajude e José Maria diz que irá transferir o dinheiro para a sua conta. Alexandre fica com uma dívida de gratidão.

Jacinta conversa com Dinis e tenta assegurar de que este já mudou as fechaduras de casa. Mostra-se contraditória: por um lado, desvaloriza o sucedido e, por outro, incentiva-o a sair de Portugal para que nada de mal lhe volte a acontecer. Dinis rejeita totalmente essa hipótese.

Na cantina, Amélia conversa com Homero e alerta-o para o que está a acontecer com Gonçalo. Homero percebe agora por que razão José Maria o levou a fazer uma colheita de sangue.

Henrique entra na cantina e observa Cila doentiamente. Esta repara nele e fica irritada. Vai ter com Henrique e pede-lhe que deixe de a perseguir. Este ainda lhe pede para se explicar mas Cila sai disparada para não ter de o ouvir mais.

Cila, muito irritada, entra em casa. Encontra Rúben sentado no sofá e queixa-se de Henrique ao irmão. Mudando de assunto, diz-lhe também que tem visto Amélia na companhia de Homero e Rúben fica satisfeito ao ouvir isso.

Homero despede-se de Amélia quando Rúben aparece. Ao ficar a sós com Amélia, confronta-a com o fato de estar a seguir o seu conselho de se aproximar do pai. Esta nega tudo e Rúben puxa-a para si, tem muitas saudades suas e pede-lhe outra oportunidade, mas Amélia pede-lhe que a esqueça.

Homero, furioso, confronta José Maria com os seus planos de falsificar a paternidade de Gonçalo. Implora ao filho que não faça mais mal àquelas pessoas e olha-o com tristeza ao perceber a pessoa em que José Maria se tornou.

No salão de jogos, António ouve uma conversa entre Vítor e Julião e percebe que o amigo só o mantém ali por caridade. Furioso, comunica que se vai embora e desculpa-se por ter atrapalhado mais do que ajudado.

No clube de ténis, Valquíria propõe a José Maria que lhe venda o clube de ténis. Diz-lhe para pensar num valor e este pede um valor exorbitante. Esta fica de arranjar o dinheiro e José Maria avisa-a de que, se não conseguir o dinheiro, despede-a a ela e a Virgínia porque não quer ter empregados que só querem ser patrões.

Luísa acompanha Gonçalo ao Instituto de Genética de Lisboa e assegura a José Maria de que não vai conseguir meter-se entre eles nem separá-los. Gonçalo entra decidido para fazer o teste e José Maria segue-o vitorioso.

Miguel prepara-se para sair e ir ao palacete e Lídia faz questão de o acompanhar.

No escritório da quinta, Marina faz a sua proposta a Alexandre que recusa a oportunidade de emprego e acusa Marina de querer fugir à responsabilidade que Emídio assumiu com a sua mãe. Avisa-a de que não vai ficar de mãos a abanar e que vai provar que o seu marido estava com os copos quando destruiu a vida da sua mãe.

Já depois de fazer o teste, Gonçalo e Luísa despedem-se de José Maria com desprezo. Depois destes se irem embora, José Maria encontra-se com o seu amigo Paulo e dá-lhe a amostra de sangue de Homero e um envelope com dinheiro e pede-lhe que assegure a compatibilidade dos testes de ADN com Gonçalo.

Miguel e Lídia entram no palacete e Homero olha-os com tensão. Esta aproveita um momento a sós para dizer a Homero que Miguel se vai mudar para sua casa e Homero sente-se impotente e sem saber o que fazer para proteger o filho.

Paulo assegura a José Maria que vai correr tudo bem e que o plano só será descoberto se pedirem outro teste.

nas redes

pesquisar