SIC

Perfil

177º Episódio - 12 de janeiro (terça-feira)

Zé Maria planeia falsificar o teste de ADN com Gonçalo

ana antonio bento

Dinis caminha na berma de uma estrada, pedindo aos carros para parar. Consegue boleia e pede para que lhe emprestem o telemóvel para ligar a Jacinta. Esta atende e fica muito aliviada quando percebe que este está a voltar para casa e que, apesar de confuso, está bem.

Gonçalo entra de rompante no escritório de José Maria, no clube de ténis. Não quer esperar mais pelo tribunal, nem chatear-se mais e propõe irem juntos fazer o teste de paternidade. José Maria fica desconcertado e, tenso, acompanha Gonçalo.

No clube de ténis, Rúben continua a ignorar Valquíria. Quando a mãe lhe fala, acusa-a de ter vendido o corpo, deixando-a de rastos. Valquíria ainda fica mais triste quando até Virgínia a recrimina pelo que fez no passado.

No salão de jogos, Rúben desafia o pai para beber uma cerveja e fica desiludido quando percebe que este nem para isso tem dinheiro. Alfredo garante ao filho que as coisas vão melhorar e que Homero está a planear avançar com a coutada.

Luísa vai a casa de Jacinta falar sobre Dinis ter dormido fora de casa. Jacinta diz-lhe que está tudo bem e que este já está a caminho do bairro, deixando Luísa desiludida. Ambas lamentam que o namoro deles tenha terminado e Luísa pede ainda que deixe Marina fora do seu plano de matar José Maria. Jacinta dá-lhe a entender que tem tudo controlado.

José Maria e Gonçalo saem do Instituto de Genética de Lisboa e combinam encontrar-se ali, no dia seguinte para saber o resultado do teste. Depois de Gonçalo ir embora José Maria telefona a um amigo seu, funcionário no Instituto de Genética.

No palacete, Olga e Homero tomam um licor e esta recrimina-o por não dar a Miguel as condições de vida que merece, ao ponto de este estar a ficar a dormir em casa de Lídia. São surpreendidos por Salomão que vem trazer o jantar a Olga. Homero sente-se a mais e vai para o seu quarto. Salomão quer voltar a retomar a amizade de Olga. Apertam as mãos e sorriem um para o outro.

José Maria toma café com o seu amigo Paulo para lhe pedir um favor. Pretende adulterar o teste de paternidade que fez com Gonçalo.

Jacinta abraça Dinis que chega a sua casa, sujo e cansado. Este explica à “tia” que dois homens foram buscá-lo a casa e o levaram para o meio do nada. Conta ainda que lhe repetiram várias vezes que era um aviso, e que o que é combinado é para cumprir. Dinis acha que foi um engano e pensa ir à polícia fazer queixa.

Luísa vai a casa de Amélia para perceber o porquê da proximidade com Homero. Amélia não responde a nada. Luísa teme que também Amélia se deixe manipular pelos Sousa de Ataíde e esta, incomodada com a conversa, acaba por mandá-la embora.

Marina fica perplexa ao saber que Gonçalo tomou iniciativa de ir fazer o teste com José Maria, mesmo sem ser obrigado a isso. Este garante à mãe que isso não mudará nada nem que terá qualquer tipo de relação com aquele homem.

Dinis e Jacinta acabam de jantar e esta pede-lhe que durma lá em casa mas Dinis recusa. José Maria chega e faz-se desentendido com o sucedido. Dinis sai, incomodado com a sua presença.

Jacinta justifica-se por ter ido com o sobrinho à policia obrigada e José Maria não se mostra preocupado com isso, não vão descobrir nada.

António chega a casa cada vez mais cansado de trabalhar no salão de jogos. Manuel planeia fugir e fazer outro assalto para deixar dinheiro ao pai e recomeçar uma nova vida com Rosa, com outra identidade. Esta fica chocada e acha que isso só vai piorar as coisas.

Em casa, Julião surpreende Mónica com o anel que estava prometido. Mónica abre a caixa e vê o anel falso, com uma grande pedra e pensa que custou uma fortuna. Bruna olha para o anel com muita atenção e percebe de onde ele veio e desmascara o pai. Mónica finge-se ofendida por receber um anel falso e Bruna promete-lhe que irão as duas comprar o anel com o cartão de crédito de Julião.

nas redes

pesquisar