SIC

Perfil

175º Episódio - 10 de janeiro (domingo)

Zé Maria manda raptar Dinis para poder controlar Jacinta

José Maria procura o pai e exige passar a ser ele a gerir os seus imóveis. Afinal, ele e Miguel são os herdeiros e quer zelar por aquilo que é seu. Homero, desconfiado, afirma convicto que enquanto for vivo será ele quem faz a contabilidade das rendas.

Alfredo vai ao clube de ténis pressionar Valquíria a contar aos filhos os seus erros da juventude e esta fica muito aflita. Não tem coragem de lhes dizer que fez filmes pornográficos.

Cila vê roupa na loja chinesa, na companhia de Henrique. Este aconselha-a a escolher coisas ao estilo de Violeta. Esta sem perceber aceita e vai experimentando.

Gonçalo procura Dinis e pede-lhe que reconsidere a sua posição em relação a Luísa. Este, teimoso, não quer voltar atrás. Gonçalo assume-se como o verdadeiro culpado de tudo mas Dinis afirma que não vale a pena insistir.

Luísa felicita a mãe por estar a reagir e a defender-se de José Maria. Marina só lamenta que ela tenha ficado sem Dinis por causa de tudo o que lhes está a acontecer mas tem fé que este a perdoe.

Na cantina, Amélia confirma a Homero que conseguiu chegar ao ex-marido de Lídia e que agendou uma reunião com ele. Quando lá chegarem, explicam a sua verdadeira intenção. Homero fica receoso mas agradece a ajuda de Amélia.

José Maria vai ao palacete e pede a Inês para subir ao quarto do pai para ir buscar algo. Entra e vasculha em várias gavetas e quase descobre o esconderijo onde estão as libras de ouro. O último local onde procura é onde encontra as várias chaves dos apartamentos. Cada uma delas tem uma etiqueta com os números das portas. José Maria escolhe a chave da casa de Salomão, tira-a e guarda-a no seu bolso.

Miguel e Lídia comentam sobre o jantar no palacete e esta concorda que aquilo não é o melhor lugar para Miguel viver. Convida-o a ficar consigo ali na sua casa de luxo e Miguel rejubila de alegria.

Valquíria e Alfredo reúnem Cila, Rúben e Virgínia e Valquíria confessa, finalmente, que fez filmes para adultos quando era jovem e que por essa razão Alfredo também quis o divórcio. Rúben fica em choque enquanto Cila goza com a situação.

José Maria vê Salomão na cantina e faz um telefonema a dizer a alguém que podem avançar.

Inês abraça Gonçalo, muito feliz, ao saber que este já não vai para Londres. Para ele Inês é melhor do que mil retiros e não quer ficar longe dela. Conta também que já decidiu que não quer fazer os testes de ADN e é isso que vai dizer ao juiz. É maior de idade e tem o direito de recusar o pedido do José Maria.

Em casa, Dinis vem do quarto, descontraído. De repente, dois homens encapuzados caem-lhe em cima. Enquanto um dos homens agarra em Dinis, o outro coloca-lhe um pano com clorofórmio no rosto, para que ele fique inconsciente. Dinis perde os sentidos e é arrastado para o exterior.

José Maria dá a entender a Jacinta que fez algo a Dinis mas não revela o quê.

Na cantina, Olga cobra a Homero a refeição na cantina pelo fato de este ter dinheiro. Este fica ainda mais incomodado quando esta sugere que Homero faça um donativo à cantina, ameaçando-o de contar aos seus filhos que este tem dinheiro escondido.

Nervosa, Jacinta entra e pergunta a Salomão por Dinis. Fica alarmada quando este lhe diz que Dinis lhe disse que ia ficar em casa. Percebe que algo lhe aconteceu.

No salão de jogos, Rúben bebe umas imperiais com Alfredo para afogar as mágoas. Ainda lhe custa a acreditar na revelação sobre Valquíria. Era a última pessoa do mundo que imaginava a fazer filmes eróticos e preferia não ter sabido a verdade. Alfredo explica que foi por isso que saiu de casa mas o filho relembra-o de que este não é nenhum santo e que é viciado no jogo.

António limpa algumas mesas e queixa-se de dores nas costas. Julião repara nisso e manda-o para casa descansar mas António recusa-se a sair antes do expediente acabar.

Em casa, Bruna e David imaginam como será o bebé que vem a caminho. Com tristeza, lamentam o que está a acontecer a Manuel e acham que, apesar de ser errado este ter roubado dinheiro, as suas intenções eram boas e consideram que António deveria apoiar mais o filho. Mònica discorda totalmente e acha que este deve mesmo ser condenado.

Manuel pondera fugir para evitar ser preso. Perante isso, Rosa revolta-se e acusa-o de não pensar nas consequências dos seus atos e no que acontece a quem está a à sua volta.

Jacinta entra em casa, desiludida e implora a José Maria que lhe diga onde está Dinis e pede-lhe que não lhe faça mal. Como garantia que nada de mal aconteça a Dinis, José Maria ordena a Jacinta que telefone a Marina a convencê-la a desistir do divórcio. Esta assente e, ao telefone, alega que José Maria está furioso e que se vingará de Gonçalo se Marina avançar com a sua decisão.

Marina fica bastante preocupada e pondera mesmo desistir do divórcio. Não quer arriscar que algo de mal aconteça a Gonçalo. Luísa e Gonçalo ouvem, apreensivos, a conversa e quando a mãe desliga e lhes conta o que está a acontecer, estes incentivam-na a mostrar que não tem medo e acham que este pode estar a fazer bluff. No entanto, Marina fica insegura.

nas redes

pesquisar