SIC

Perfil

172º Episódio - 6 de janeiro (quarta-feira)

Henrique é agressivo com Cila por ela estar a usar o colar que ele quis oferecer a Violeta

Christian Gnad

Mónica exige a Julião que lhe compre um anel de noivado para ser tudo como deve ser. Bruna, ouvindo a conversa, apoia a amiga e convence o pai a comprar o anel. Este, por sua vez, procura um pijama para dormir e Bruna encaminha Mónica a engomar a roupa do pai porque essa também é a sua obrigação, agora que é a sua mulher. Esta olha-a, furiosa, mas não tem como negar.

Rúben confronta Alfredo com o vício do jogo e este fica muito constrangido. Fica muito chateado por Valquíria não ter contado a sua responsabilidade no fim do casamento mas não revela nada ao filho. Tenta comparar-se com ele, que também joga a dinheiro mas o filho recusa ser viciado no jogo e aconselha-o a procurar ajuda.

Rúben visita Amélia e olha-a apaixonado e continua a tentar fazer as pazes com ela mas esta afirma, friamente que já não são nada, um ao outro. Empurra-o para a rua e fecha a porta. Depois, fica encostada à porta, triste.

Depois de terem feito amor, Violeta não aceita que Miguel queira ficar com ela e com Lídia e quer que ele seja só seu. Como Miguel quer manter as duas, esta expulsa-o de sua casa e recusa-se a ouvi-lo.

No dia seguinte, António partilha o seu dia de trabalho, queixa-se de ter passado o dia a correr e de se esquecer dos pedidos dos clientes. Manuel acha que aquilo não é trabalho para o pai mas não há alternativa. Rosa oferece-se para procurar um segundo emprego mas António manda-a focar-se nos estudos.

Homero vai até lá pedir que lhe paguem o valor da renda, deixando-os revoltados, tendo em conta a situação em que se encontram. António só consegue pagar metade da renda e Homero aceita.

Dinis trata Luísa com frieza e recusa-se a falar mais sobre a relação de ambos. Segue para o escritório para falar com Marina. Falam sobre trabalho e, por fim, Dinis apresenta a sua demissão da Chão de Portugal. Marina fica surpreendida e este explica que não pode continuar a trabalhar no local onde se vai cruzar com Luísa. Marina lamenta e Dinis pede-lhe ainda para trabalhar a partir de casa até que esta o substitua.

José Maria mostra o clube a dois potenciais clientes mas estes acham os preços muito altos para um clube de bairro meio decrépito. Ficam de pensar e vão-se embora. Virgínia tenta chamá-lo à razão mas José Maria prefere despedir uma das duas irmãs a baixar os preços das aulas de ténis.

Na cantina, Cila prepara os almoços com o colar que Henrique comprou para Violeta. Este entra e sorri para ela mas ao ver o colar muda de atitude. Pega-a por um braço e puxa-a, acusando-a de ter roubado o colar que era para Violeta. Tenta arrancá-lo do pescoço de Cila que o trava e lhe dá um estalo na cara. Este fica atordoado e até satisfeito e esta avisa-o de que não a tratará assim. Agarra no colar e atira-o para cima de Henrique.

No salão de jogos, Mónica pressiona Julião para lhe comprar o anel de noivado e avisa-o que enquanto não houver anel, vai continuar a estar “cansada” à noite.

Depois de Mónica sair, Julião repara que António está a fazer demasiado esforço e vai ajudar o amigo que fica sem saber como há de agir.

David, desiludido, visita Manuel e repreende-o pelos assaltos. Lamenta que esteja preso porque é seu amigo mas não acha bem que tenha andado a roubar.

Rosa conversa com Bruna e pede-lhe para trabalhar mais horas na loja chinesa mas Bruna explica que já têm lá o chinês a trabalhar e não há trabalho que justifique duas pessoas o dia todo.

Luísa fica em choque ao saber que Dinis se despediu da Chão de Portugal por ter terminado o namoro consigo. Marina acha que Luísa se precipitou e que Dinis tem razão para se sentir rejeitado. Pede-lhe que pense melhor nas consequências das suas ações e Luísa reage mal. Relembra a mãe de que é cumplice do envenenamento de José Maria e do que isso pode implicar se for apanhada. Marina promete-lhe que vai parar com isso.

No palacete, Homero entrega um conjunto de notas a Olga, deixando-a aliviada por este contribuir, de alguma forma.

Já no quarto, Homero tira do bolso um maço de notas que guarda numa pequena caixa que ali estava escondida. Abre-a, mas antes de guardar o dinheiro, tira de lá cinco libras de ouro. Olha-as, satisfeito quando Olga entra a pedir-lhe o dinheiro que falta. Esta repara nas moedas de ouro e fica muito revoltada ao perceber que ele afinal tem dinheiro mas é um forreta. Garante-lhe que a partir de agora não lhe facilitará mais a vida.

nas redes

pesquisar