SIC

Perfil

166º Episódio - 28 de dezembro (segunda-feira)

Violeta procura Miguel para fugirem juntos mas descobre-o junto de Lídia; Zé Maria provoca Gonçalo e ele tem uma recaída

ana antonio bento

No dia seguinte, quando Miguel se prepara para dizer a Homero que vai embora com Violeta recebe um telefonema de Lídia e perante a conversa dela e a promessa de mais uma surpresa, Miguel adia a conversa com Homero e vai encontrar-se com ela.

Amélia volta ao trabalho, está decidida a ocupar a cabeça e a esquecer tudo o que aconteceu com Dália. Marina alegra-se ao vê-la reagir e pede-lhe só que não volte a receber Homero na quinta porque não quer proximidades com nenhum dos Sousa de Ataíde.

Dinis conta a Luísa que esteve com José Maria e que não conseguiu saber nada de especial sobre o seu interesse em ser pai de Gonçalo.

Jacinta fala com Dinis ao telefone e simula que está fora, em trabalho. Sente-se mal por mentir-lhe. Depois de desligar, José Maria informa-a que esta o vai ajudar a dar uma lição a Marina e que terá de fazer tudo o que ele mandar. Esta chora de raiva e impotência.

Violeta procura Miguel, no palacete, de mochila às costas e Homero diz-lhe que este se foi encontrar com Lídia. Violeta fica muito desiludida, Miguel não podia ter feito isso.

Rosa chama António para tomar o pequeno-almoço mas este já está de saída para o tribunal para ir ver Manuel. Não se conforma que o filho se tenha tornado um ladrão para resolver as suas dificuldades.

Na loja chinesa. David pergunta a Bruna se acha mesmo bem que Julião tenha casado com Mónica. Ele acha que esta está a dar o golpe do baú.

Valquíria e Virgínia mostram o clube de ténis a Salomão e tentam convencê-lo a investir o seu dinheiro ali. Salomão, hesitante, não quer mexer no dinheiro do pai e fica de pensar no assunto.

Homero tenta perceber junto de José Maria quais são as suas intenções em querer assumir a paternidade de Gonçalo mas este não revela nada ao pai, deixando-o preocupado.

No jardim da casa de Lídia, Miguel admira o seu novo telefone, folheado a ouro. Sorri e agradece a Lídia com um beijo no rosto. Violeta observa a cumplicidade entre eles e fica fora de si. Aproxima-se deles aos gritos e ofende Miguel, chamando-lhe mentiroso. Este tenta acalmá-la mas Violeta não se cala e acusa Lídia de lhe ter roubado Miguel. Esta faz sinal a Maia, que intervém e leva Violeta à força dali. Miguel fica a olhar, incomodado, mas não reage aos gritos dela.

Miguel observa Violeta a ser arrastada por Maia e sente-se triste. Lídia aconselha-o a afastar-se dela porque não têm nada a ver um com o outro e Miguel, concorda com ela, só para a agradar.

José Maria entra, sem autorização, novamente na quinta e destabiliza Marina e a sua família. Avisa que vai avançar com um processo em tribunal para obrigar Gonçalo a fazer o teste de ADN.

Gonçalo tenta fazer-se forte e tenta enfrentá-lo sozinho, na cozinha, mas José Maria manipula-o e deita-o abaixo ao ponto de este ter uma recaída e fugir para o pomar com uma garrafa de vinho.

Depois de José Maria sair, todos procuram Gonçalo mas ninguém o encontra.

Rosa, desolada, conversa com Bruna sobre o sucedido com Manuel. Bruna acha injusto que o tenham prendido quando ajudou tanta gente necessitada. A população considera-o um herói.

Virgínia e Valquíria ainda têm esperança de conseguir que Salomão compre o clube de ténis e ponderam elas mesmas ficarem a gerir tudo. Ao fim de tantos anos, acham-se perfeitamente aptas para o fazer.

Na cantina, Homero fica impressionado com a novidade de Manuel ser o Pai Natal. Aproveitando a deixa, Olga pergunta diretamente a Homero quando pensa pagar alguma coisa pela sua estadia no palacete e este justifica-se, dizendo que está à espera de uns dinheiros que tem para receber, nomeadamente a renda de António. Para contribuir, de alguma forma, Homero aceita ficar a ajudar a servir na cantina.

nas redes

pesquisar