SIC

Perfil

145º Episódio - 1 de dezembro (terça-feira)

Amélia e Dália fazem teste de ADN

ana antonio bento

No clube de ténis, Valquíria transmite a José Maria que os sócios estão mais animados com o regresso de Rúben José mas este desvaloriza esse facto e ignora-a.

Inês e Homero tomam o pequeno-almoço juntos no palacete. Este tenta conversar mas Inês não consegue acompanhar o seu vocabulário rebuscado e esquiva-se dizendo que tem de ir para a faculdade.

Miguel mostra a Violeta os botões de punho de ouro que Lídia lhe ofereceu. Esta fica cheia de ciúmes e pede-lhe para não se demorar a arranjar o dinheiro para saírem dali. Sente o cerco de Henrique a apertar novamente e tem muito medo.

Amélia passa a zaragatoa na boca de Dália e esta fica surpreendida por ser tão simples fazer o teste de ADN. Agora terão de esperar mais uns dias até saber o resultado mas Amélia admite que gostava que Dália fosse sua filha porque sempre sentiu um carinho especial por ela.

Homero visita José Maria no clube de ténis para o convidar para almoçar na cantina. Este recusa-se a almoçar num sítio para pobres e relembra o pai de que ainda não estão na miséria.

Lídia mostra a Miguel a sua casa na praia e este fica surpreendido com todo o requinte. Esta oferece-lhe um novo presente, um relógio suíço antigo e dá a entender que quer que ele regresse a sua casa, sempre que quiser.

Voltam ao bairro e Lídia pede a Miguel para lhe mostrar onde vive. Este, meio envergonhado, mostra-lhe o palacete e explica que é a casa de uma amiga do seu pai.

Já na rua, Lídia despede-se de Miguel. Quando entra no carro, suspira e o motorista pergunta-lhe se tem a certeza de querer continuar a ver Miguel. Esta afirma que não pode voltar a afastar-se do próprio filho, revelando que é a mãe desaparecida de Miguel.

Este mostra o relógio a Homero e fala da casa em que a sua amiga mais velha vive. Garante que, em breve, proporcionará a ambos, novamente, uma boa vida. Homero só estranha que Lídia não queira ter sexo com Miguel mas este não se importa com isso, só quer o seu dinheiro.

Inês e Homero vão simpatizando um com o outro e conversam animados sobre a vida.

Na quinta, Marina acaba de almoçar e sente uma grande solidão. Levanta-se de rompante e ela própria levanta a mesa, deixando Matilde atrapalhada. Esta aconselha a patroa a descansar e a recompor-se.

Dália, nervosa, mexe em tudo o que é de Amélia, à procura de objetos de valor. Encontra uma caixa com jóias e guarda-as na mochila. Sai com intenção de nunca mais lá voltar.

Rúben continua muito combalido por Amélia ter acabado o namoro. Cila tenta animar o irmão e incentiva-o a falar com Amélia mas este não consegue reagir.

nas redes

pesquisar