SIC

Perfil

138º Episódio - 23 de novembro (segunda-feira)

Dália descobre documentos que provam que Amélia procura uma criança com o mesmo nome que ela

Christian Gnad

Ao serão, Valquíria apercebe-se de que Cila está a ver fotografias de homens no computador e critica duramente a filha. Esta explica que está a pesquisar como há de inscrever Henrique numa agência de modelos, para que este dê um rumo à sua vida.

Julião tenta, novamente, livrar-se de Mónica mas, perante a ameaça de Bruna saber toda a verdade, deixa-se seduzir novamente e leva-a para o seu quarto.

Sem pudor algum, José Maria entra na quinta e Marina fica possessa ao vê-lo. Este tenta falar-lhe ao coração, recordando tudo o que viveram e afirma que esperará por ela e que não vai desistir do amor de ambos. Marina não cede, acusa-o de ser um mentiroso mas fica abalada. Antes de sair, José Maria tira a aliança do dedo e deixa-a numa cómoda. Marina não reage, perante ele, mas desaba a chorar depois dele sair.

No salão de jogos, Dinis bebe agastado e triste.

Luísa encontra a mãe no quarto a chorar e percebe que José Maria lá esteve. Ao ver que a mãe está a vacilar fica seriamente preocupada.

Rosa desculpa-se a Manuel por lhe ter mentido sobre os seus pais. Este não sabe o que hão de fazer e tem receio de que os seus pais adotivos a encontrem. Tanto ele como António podem ter problemas por albergar uma menor.

Miguel e Homero acordam desconfortáveis no ex-quarto de Salomão e não sabem como hão de agir para tomar o pequeno-almoço.

Olga tenta decorar o palacete para agradar a Homero mas Inês indigna-se com a ingratidão e falta de educação de Miguel que critica tudo.

Em casa de Amélia, Dália vasculha tudo à procura de dinheiro e encontra documentos sobre crianças entregues a instituições. Apercebe-se que Amélia procura uma criança chamada Dália e fica a pensar no assunto.

Dinis vai ter com Luísa à cantina para reconhecer diante dela que esta teve sempre razão em relação a José Maria.

Marina entra em casa e vê uma fotografia de José Maria que ainda ali está. Pede a Amélia que tire tudo lá de casa que lhe lembre aquele traste e agradece-lhe por ter contado toda a verdade. Amélia assegura-lhe que fará tudo para que esta se sinta melhor e oferece-se para tomar conta da empresa, até Marina ter as ideias no lugar.

Gonçalo sente-se impotente por não conseguir movimentar-se agilmente por causa das muletas. Marina consola o filho e, ao mesmo tempo, desabafa. Gonçalo acaba por contar à mãe todas as chantagens e maldades que José Maria fez contra si. Marina sente raiva e culpa por não ter defendido os filhos.

nas redes

pesquisar