SIC

Perfil

121º Episódio - 30 de outubro (sexta-feira)

Zé Maria conta a Marina que teve um caso com Jacinta há 30 anos

Christian Gnad

Henrique despede-se de Cila na cantina e fala-lhe de Violeta porque tem esse nome tatuado no braço. Cila não lhe diz o paradeiro de Violeta porque esta fugiu do bairro por andar a ser perseguida.

Dinis consegue ver Jacinta e esta diz-lhe que foi constituída arguida. Desesperada, pede-lhe que fale com José Maria para a ajudar a arranjar um bom advogado.

No clube, José Maria repreende Miguel por chegar tarde. Aconselha-o a arranjar outro emprego se está descontente com o que tem porque não vai admitir que continue a viver na quinta sem trabalhar.

Miguel decide observar as pessoas que trabalham no clube e provoca Virgínia, criando mau ambiente.

Na quinta, Dinis pede ajuda a José Maria e este assente ajudá-la mas pede-lhe descrição em relação ao seu envolvimento com a sua tia.

O interrogatório de Jacinta termina e esta tem de passar a noite presa para se apresentar ao juiz no dia seguinte. Derrotada, chora alegando que é inocente.

Dinis pede dispensa do trabalho a Marina por causa da situação de Jacinta e esta dá-lhe todo o apoio.

Quando José Maria aparece, Marina desabafa e este conta que Jacinta está a ser acusada de homicídio pela segunda vez e que há trinta anos foi acusada e condenada por ter assassinado Isabel.

Marina fica em choque ao saber que este teve um caso com a sua melhor amiga e acha tudo inqualificável. José Maria tenta explicar tudo e garante que não tem nada com Marina atualmente mas Marina quer ouvir Jacinta e a sua versão da história.

Luísa apressa Gonçalo para uma consulta. Este não tem vontade de ir ao psicólogo mas sabe que tem de ir para se tratar.

Amélia apanha Dália com duas lamelas de comprimidos. Tira-lhe uma mas Dália fica com outra sem que Amélia perceba. Quando esta vira costas, Dália toma dois comprimidos, sorrindo vitoriosa.

Na loja chinesa, Bruna apercebe-se que lhes roubaram alguns artigos e queixa-se a David. Entretanto, Mónica vê Cila a escolher lingerie, num dos corredores. Cila atende uma chamada, dengosa e marca um encontro e Mónica vai atrás dela para perceber se esta está a falar com Samuel. Cila recusa-se a falar sobre o assunto e sai.

Cila encontra-se com Samuel ao pé do coreto e Mónica, que veio atrás de Cila, grita com os dois, dizendo que este é casado e que Cila devia ter vergonha de andar com homens casados. Afirma que este é o seu ex-marido e Cila, furiosa, avança na sua direção e agarra-lhe no cabelo. Samuel manda Mónica afastar-se, tem uma ordem do tribunal para que se mantenha afastada dele. Mónica procura apoio junto de Bruna e David mas este considera-a uma mentirosa.

Dália entra em casa de Marina, sem autorização e bebe álcool. Depois sobe até aos quartos com a garrafa. Entra mas o quarto está vazio.

Marina conversa com Dinis sobre a detenção de Jacinta e ambos sentem revolta por Jacinta e José Maria terem escondido tantos segredos, durante tanto tempo. Fica admirada ao saber que o seu marido se ofereceu para ajudar a antiga amante.

Homero vê Dália, inconsciente, deitada na cama de Gonçalo. Preocupado, avisa Amélia que corre para o quarto de Gonçalo. Consegue que Dália se levante e tira-a de lá sem que ninguém as veja.

José Maria surpreende Miguel a jogar às cartas no clube de ténis e repreende-o.

Luísa e Gonçalo chegam da rua e este sente vontade de beber álcool e pede à irmã que o ajude a subir para o quarto. Quer ficar sozinho para não pensar muito no assunto.

Na cantina, Olga diz a Dinis que não acredita que José Maria vá realmente ajudar Jacinta e receia que este a desgrace, mais uma vez. Dinis também lamenta ter acreditado nele e considera-o um crápula.

Amélia repreende Dália por se ter drogado e por fazer tanto mal a si própria mas esta não aceita que alguém se preocupe consigo e deixa-a a falar sozinha.

Valquíria e Virgínia ralham com Cila por esta andar metida com um homem casado e esta revela que agora só quer divertir-se com os homens e que não volta a deixar que ninguém a faça sofrer. Valquíria e Virgínia ficam indignadas.

Bruna, Julião e David interrogam Mónica por esta ter mentido em relação ao suposto marido. David e Julião acordam que é melhor que Mónica saia lá de casa.

Valquíria conversa com Alfredo sobre a situação de Cila e este fica indignado também. Concordam que têm de fazer alguma coisa para ajudar a filha.

nas redes

pesquisar