SIC

Perfil

100º Episódio - 1 de outubro (quinta-feira)

Luísa quer descobrir o verdadeiro valor da jóia e aceita jantar com o joalheiro

ana antonio bento

Homero sugere a Marina que seria bom para José Maria ter um desafio profissional: salvar o clube de ténis do Bairro da Cruz das Almas e transformá-lo num grande clube. Marina fica de pensar no assunto.

No torneio, José Maria dá as últimas indicações a Rafael e Rúben desautoriza-o. Durante o jogo, Rafael queixa-se de dores num braço e José Maria ordena-lhe que continue a jogar, ao contrário de Rúben que teme que a lesão se agrave por fazer esforço. Mesmo magoado, Rafael ganha o jogo.

Marina encosta Dália à parede, ou esta a ajuda a encontrar Gonçalo ou vai ter consequências.

No atelier, Luísa inventa uma desculpa para a sua presença ali e tenta indagar junto do joalheiro o valor real da gargantilha que José Maria ofereceu a Marina. Este, oportunista, sugere-lhe jantarem mais tarde.

Esta fica desconfortável e, mais tarde, quando aborda o tema com Dinis este opõe-se completamente e acha que Luísa está completamente fora de si por pensar ir jantar fora com um desconhecido só para incriminar José Maria.

Mesmo contra a vontade de Dinis, Luísa marca jantar com o joalheiro.

Em casa de Jacinta, José Maria continua a manipulá-la e esta quer resistir mas, ao mesmo tempo, quer acreditar no que este lhe diz. São surpreendidos por Dinis que estranha a presença de José Maria ali.

Julião mantém-se irredutível em relação a David e Bruna ficar do lado do marido.

Manuel assalta uma carrinha de valores do supermercado e, para escapar ao motorista, leva a carrinha consigo. Acaba por atropelar Rosa que se atravessa à sua frente. Assustado, socorre-a e esta ao ouvir as sirenes da polícia também quer fugir dali. No meio da confusão deixa cair um papel que tirou do placard da cantina.

Luísa informa Amélia da sua decisão de ir jantar com o joalheiro e esta aprova a sua posição.

José Maria partilha com Dinis situações da sua infância perante o desconforto de Jacinta.

A conversa é interrompida pelo telefonema do joalheiro que o vem informar que vai jantar com Luísa. Perante isto, José Maria convida Dinis para jantar consigo e planeia levá-lo ao encontro de Luísa e surpreendê-la a jantar com o joalheiro.

Marina constata com tristeza que Dália só quer dinheiro e que não lhe vai dizer onde Gonçalo está.

Perante a resposta negativa de Marina ao pedido de dinheiro de Dália, Gonçalo decide pedir a Luísa, está convencido de que a irmã não lhe dirá que não.

António entra em casa e depara-se com Rosa, deitada no sofá. Manuel mente ao pai sobre o atropelamento e Rosa não o denuncia. Ambos fugiram à polícia mas não revelam as suas razões um ao outro.

Jacinta partilha com Olga que José Maria a beijou. Esta fica muito preocupada e teme que esta se deixe manipular. Conversam também sobre o ex-marido de Olga e Salomão ouve, sem ser visto, que Pedro é gay e que, por essa razão, desapareceu e abandonou Olga e Inês.

Rúben José volta a ganhar dinheiro a jogar snooker perante as orientações de Alexandrino.

Inês comunica a Pedro que não irá aceitar a proposta de emprego em Paris, por respeito à mãe. Triste, Pedro confessa à filha que é homossexual e foi por isso que as deixou e fugiu.

Ao jantar, Luísa tenta sem sucesso que o joalheiro lhe diga a verdade. Este só quer aproveitar-se da situação para a levar para a cama.

Dinis e José Maria entram no restaurante e perante a visão de Luísa com outro homem, Dinis quase perde as estribeiras mas José Maria consegue levá-lo dali sem serem vistos.

Luísa, ao perceber que não vai conseguir nada do que pretende do joalheiro, levanta-se e abandona o jantar.

Olga consola Inês que chora de tristeza por causa do pai. Esta diz a mãe que quer ficar perto dela e que não irá para Paris.

nas redes

pesquisar