SIC

Perfil

39ª Episódio - 08 de julho (quarta-feira)

Luísa e Dinis descobrem que não foi José Maria quem ajudou na libertação

Homero humilha António na rua e este recusa-se a engraxar-lhe os sapatos.

Amélia e Jacinta falam sobre Luísa e Dinis. Jacinta não consegue impor que Luísa se afaste do filho depois de tudo o que passaram. 

Violeta aparece de rompante em casa de Jacinta. Ao ver Dinis com Luísa, reclama a si a responsabilidade de o ter salvo e reforça que o próprio cônsul lhe disse que não conhecia ninguém relacionado com as famílias de Dinis e Luísa. Todos ficam confusos, exceto Amélia que sorri, confiante.

Em casa de Jacinta, Luísa recusa-se a acreditar em Violeta. Fica zangada por Dinis estar sensibilizado e por Jacinta acreditar também na ex de Dinis. Sai porta fora.

Dinis e Jacinta agradecem a Violeta e esta afirma que faria tudo outra vez.

Amélia conversa com Luísa e tenta fazê-la ouvir a verdade. Explica-lhe que sabe que José Maria não conhece o cônsul mas Luísa não a ouve.

Violeta entra em sua casa, sorridente e apoteótica por Dinis lhe ter agradecido.

Mais tarde, ao telefone, Luísa conversa ao telefone com Dinis. Mais calma, diz-lhe que só quer estar em paz e sozinha com este.

Rúben vai a casa de Amélia pedir desculpa mas esta afasta-se.

Marina diz aos filhos que vai casar daí a dois dias. Gonçalo e Luísa dão o seu ok mas Luísa pede à mãe que a Chão de Portugal fique deles por ser uma empresa criada pelo seu pai.

José Maria fica radiante com a aprovação de Luísa e Gonçalo. Marina mostra o vestido de casamento a Luísa e esta elogia a mãe.

Alfredo interroga Amélia sobre a presença de Rúben em sua casa. Esta inventa que Rúben veio à procura de Gonçalo mas Alfredo não fica convencido.

Mónica descompõe o marido e diz-lhe que nunca mais o quer ver. Bruna assiste e apoia a amiga. Confessa a Mónica que a loja de chineses é sua e de David e implora que esta não conte nada a Julião.

No salão de jogos, Julião elogia Dinis. Ficam a saber ambos, por um cliente, que a loja de chineses vai começar a vender fruta e bebidas também.

Julião, fora de si, dirige-se à loja concorrente para ameaçar o chinês. David esconde-se a tempo de não ser visto pelo sogro.

Manuel e António recebem em casa a máquina de lavar roupa nova. António, preocupado, quer devolver mas Manuel mostra-se tranquilo.

Salomão e Olga falam sobre o que lhes está a acontecer. Este deixa bem claro que não tem intenção de grandes compromissos e Olga sorri e assente.

Alfredo vai ao clube de ténis falar com Rúben. Este recusa-se a explicar ao pai por que razão estava em casa de Amélia e Alfredo pensa que este ali estava a pedir informações sobre si. Discutem e Rúben empurra Alfredo e quase se envolvem à pancada. Depois de apaziguar o marido e o filho, Valquíria diz a Alfredo que vai pedir o divórcio e que este, a partir de agora, estará por sua conta.

Luísa é apanhada, de surpresa, num abraço entre a mãe e José Maria e sente-se muito desconfortável.

Olga apanha Gonçalo a sós e pede-lhe que trate Inês com respeito. Este fica muito desconfortável e é salvo por Inês que aparece.

Cila fica muito desiludida com o fato de Rúben ter empurrado o pai. Exige que este lhe peça desculpa. Rúben não percebe como ainda o defendem. Valquíria defende a posição de Cila e considera que o melhor mesmo é avançar com o divórcio para acabar com tudo de vez. Cila fica desfeita.

Luísa propõe a Dinis trabalhar na Chão de Portugal. Quer ajudá-lo de alguma maneira mas este fica sem saber o que responder.

Amélia pede a Jacinta a morada de Violeta. Procura-a para lhe pedir que vá contar a Marina que o cônsul não foi contatado por ninguém e promete recompensá-la financeiramente. Violeta aceita a proposta mas, em troca, não quer dinheiro mas sim que Amélia a ajude a separar Luísa de Dinis. Amélia é apanhada de surpresa e engole em seco.

nas redes

pesquisar