SIC

Perfil

Hoje em Poderosas: Dinis é libertado!

 Violeta diz ao ex- namorado que foi graças a ela que ele saiu da prisão e lança a dúvida sobre a influência de José Maria!

Olga assegura a Jacinta que tomará conta da casa desta e dos negócios na sua ausência. Jacinta não sabe por quanto tempo irá e ambas estão angustiadas com o fato de Dinis poder ficar preso a vida toda por um crime que não cometeu. 

Amélia vê os Sousa de Ataíde na webcam a comemorar o regresso à quinta e à boa vida. 

Bruna Filipa desconfia que o pai tem um encontro amoroso quando este se apresenta arranjado e perfumado para sair mas Julião garante que a filha é a única mulher da sua vida. 

David circula pela loja de produtos chineses, fingindo que é um cliente. Elogia os produtos todos e impede Mónica de cortar os pulsos com uma faca. Esta não faz grande resistência e chora. 

Bruna procura Julião no salão de jogos e o empregado diz-lhe que este saiu. Esta fica novamente desconfiada. 

Mónica pede a David para a deixar matar-se e, nesse momento, Bruna entra na loja. Mónica abraça Bruna a chorar e David percebe que são amigas de longa data.  

Enquanto Luísa chora ao ver as fotografias de si com Dinis, este é levado por guardas da prisão sem saber para onde o levam. 

Luísa lembra-se de que Violeta ainda deve estar em Kuala Lumpur e tenta telefonar-lhe sem sucesso.

O cônsul comunica a notícia de libertação a Dinis. Terá, no entanto, de responder pela confissão em Portugal. Dinis emociona-se e fica muito aliviado.

Gonçalo apanha José Maria a mexer no computador de Marina. Este ordena-lhe que se mantenha no seu lugar e que o apoie sempre.

Em casa de Julião, Mónica conta a Bruna e a David as razões porque se queria matar. Ficou sem trabalho e o marido pô-la fora de casa. Bruna oferece-lhe a casa do pai para ficar, contra a vontade de David.

Ao ver António a arranjar a máquina da roupa que já não tem arranjo, Manuel diz ao pai que vai comprar uma máquina nova com um subsídio que lhe deram nos correios. António resiste mas acaba por aceitar.

José Maria pede a Amélia que o ajude no seu regresso à quinta e esta assente.

Dinis é libertado e metido num carro por dois guardas. Violeta vê-o e corre para Dinis e fica a saber que este vai voltar para Portugal. Dinis pede-lhe que avise Jacinta.

Violeta fala ao telefone com Jacinta que fica muito feliz ao saber a notícia.

Luísa também fica a chorar de alegria quando sabe a novidade. Marina e Gonçalo dão pulos de contentamento.

Em casa de Dinis, em Kuala Lumpur, Violeta procura dinheiro para poder comprar o bilhete de regresso a Portugal. Quando olha para a televisão e para o computador portátil lembra-se de os vender.

Gonçalo justifica-se perante Inês pela sua atitude no dia anterior. Diz-se muito desorientado. Recebe uma mensagem de Cila a marcar um encontro e disfarça para que Inês não perceba.

Rúben surpreende Amélia com um presente. Esta fica desconfortável e relembra-lhe que não têm nada um com o outro. Alfredo interrompe-os e pergunta a Rúben o que faz ali e o filho trata-o mal. Depois de Rúben ser também grosseiro com Amélia, esta esbofeteia-o e manda-o embora.

Ao jantar, Cila mostra pouco apetite porque está cheia de saudades de Gonçalo. Partilha com a mãe e com a tia que quer tentar ser feliz com este e que acha que Gonçalo é diferente dos outros homens.

Inês e Gonçalo entram no palacete, chamam por Olga e não sentindo ninguém em casa envolvem-se aos beijos na sala. Olga e Salomão observam-nos, incrédulos, através da porta do quarto de Salomão. Olga diz não reconhecer a filha.

Julião entra em casa discretamente e depara-se com David a dormir no sofá. Fica a saber que Bruna está no quarto com Mónica e até goza com o genro por este estar a dormir no sofá.

Rúbén José entra no salão de jogos furioso e começa a disparatar com outros clientes. Está amargurado por causa de Amélia.

Violeta consegue vender vários objetos da casa de Dinis a turistas. Consegue assim o dinheiro para voltar a Portugal.

Manuel assalta novamente um banco. Desta vez está mais decidido e descontraído. Quando sai, muda de roupa e continua a andar de forma natural.

Jacinta abraça Dinis. Este diz à tia que esta esteve sempre consigo em lembranças e no seu coração. Luísa entra de rompante e corre para Dinis, emocionada. Beijam-se apaixonados.

Miguel fica furioso com o regresso de Dinis. José Maria, por sua vez, fica satisfeito porque assim o casamento decorrerá sem impedimentos.

Dinis e Luísa concluem que só pode ter sido a influência de José Maria a fazer com que o libertassem. Jacinta, melindrada, rejeita essa hipótese.

De manhã, Bruna pede a Julião para deixar Mónica ficar lá em casa até organizar a sua vida. Julião assente e fica embasbacado ao ver Mónica vestida com uma camisa de dormir sexy. David fica contrariado com a situação.

Homero humilha António na rua e este recusa-se a engraxar-lhe os sapatos.

Amélia e Jacinta falam sobre Luísa e Dinis. Jacinta não consegue impor que Luísa se afaste do filho depois de tudo o que passaram. 

Violeta aparece de rompante em casa de Jacinta. Ao ver Dinis com Luísa, reclama a si a responsabilidade de o ter salvo e reforça que o próprio cônsul lhe disse que não conhecia ninguém relacionado com as famílias de Dinis e Luísa. Todos ficam confusos, exceto Amélia que sorri, confiante.

Em casa de Jacinta, Luísa recusa-se a acreditar em Violeta. Fica zangada por Dinis estar sensibilizado e por Jacinta acreditar também na ex de Dinis. Sai porta fora.

Dinis e Jacinta agradecem a Violeta e esta afirma que faria tudo outra vez.

Amélia conversa com Luísa e tenta fazê-la ouvir a verdade. Explica-lhe que sabe que José Maria não conhece o cônsul mas Luísa não a ouve.

Violeta entra em sua casa, sorridente e apoteótica por Dinis lhe ter agradecido.

Mais tarde, ao telefone, Luísa conversa ao telefone com Dinis. Mais calma, diz-lhe que só quer estar em paz e sozinha com este.

Rúben vai a casa de Amélia pedir desculpa mas esta afasta-se.

nas redes

pesquisar