SIC

Perfil

19º Episódio - 11 de junho (quinta-feira)

José Maria tenta que Luísa admita que também teve a ver com a situação na discoteca

Christian Gnad

Ao pequeno-almoço, Marina planeia castigar Gonçalo e garante que vai tomar medidas drásticas. Luísa fica destruída ao ouvir a mãe.

Na capela, Amélia reflete sobre tudo. Recebe uma mensagem de Luísa a pedir para se encontrarem imediatamente.

Em casa, Jacinta recebe a mesma mensagem. Encontram-se em casa de Amélia e Luísa explica que o irmão quase morreu por causa de uma mentira e comunica que vai sair da vingança porque para ela as coisas foram longe demais.

Alfredo comenta com Homero que reparou numa série de notícias sobre assaltos. Estranha que este não tenha apresentado queixa.

Marina prepara-se para sair e diz a José Maria que vai ver Gonçalo. Este fica tenso e oferece-se para a acompanhar mas Marina quer falar sozinha com o filho.

Amélia e Jacinta tentam argumentar com Luísa para a dissuadir da sua decisão mas Luísa trata-as de forma intempestiva e sai. A sua decisão está tomada.

Amélia implora a Luísa para não desistir. Promete-lhe que ajudarão Gonçalo. Marina liga a Jacinta para falar com esta sobre Gonçalo.

Bruna Filipa e David já têm a loja pronta a inaugurar quando Julião bate à porta e entra. Estes conseguem esconder-se a tempo e Julião intimida o chinês dizendo-lhe que não vai permitir que os chineses se instalem no bairro. Bruna e David desculpam-se e o chinês finge que não percebe nada acenando a cabeça.

Cila conversa com Rúben José mas este está absorto em pensamentos. Recorda Amélia.

Virgínia é convidada por uma agência de casting para fazer um anúncio a um creme para as mãos. Desiludida, Virgínia aceita na expetativa de que isso abra outras portas.

Julião organiza uma petição contra a loja chinesa e recolhe assinaturas.

António chega com Manuel do hospital e confirma-se um problema no coração. Julião oferece-se para ajudar no que for preciso.

Jacinta pede a Marina para ter paciência com Gonçalo mas esta acha que ele ultrapassou os limites.

Gonçalo conta a Marina que quase caiu do topo de um prédio e diz à mãe que esta sempre o pressionou a ser o melhor e quando não era fazia-o sentir-se uma nódoa. Marina fica escandalizada e Gonçalo recusa-se a voltar para casa.

José Maria tenta que Luísa admita que também teve a ver com a situação na discoteca mas esta recusa qualquer responsabilidade. Este diz-lhe ainda que está disposto a perdoá-la se tiver agido com Gonçalo.

Olga está muito animada com os preparativos do casamento que está a organizar. Inês alegra-se por ver a mãe motivada.

Amélia recorda as palavras da mãe na carta e o seu desejo de vingança fica reforçado.

Prepara um chá e mostra-se simpática com Homero.

Luísa vai visitar Gonçalo e convence-o a ir a um médico no dia seguinte. Este acha que a irmã esta a exagerar mas aceita para a calar.

Dinis cruza-se com Luísa e conversam. Este abraça-a com carinho e Luísa sente-se bem, protegida.

Jacinta observa-os e quando Dinis se afasta, repreende Luísa. Esta defende-se dizendo que agora que já não faz parte da vingança, já não há problema e que pode fazer o que quiser.

Cila pensa em Gonçalo enquanto Rúben José pensa em Amélia. Falam os dois, numa conversa de surdos. 

Gonçalo e Inês conversam quando este recebe uma chamada de Cila. Disfarça e põe o telefone no silêncio. Inês promete ajudá-lo.



nas redes

pesquisar