SIC

Perfil

4º Episódio – 21 de maio (quinta-feira)

Jacinta entra no pacto: as Poderosas estão unidas contra José Maria!

(c).RuiCarlosMateus.1954

Em 1987, Amélia leva uma chapada da vizinha que toma conta dela por estar a comer um pedaço de pão. Esta relembra-a que tomou conta dela por pena e que não tem obrigação de ter muitas despesas com ela. Amélia diz para si que a mãe não teve culpa.

 

Amélia diz a Luísa para não culpar a mãe porque esta se apaixonou por uma fraude.

Marina comunica a Amélia que José Maria, Homero e Miguel se vão mudar para a quinta. Esta finge-se surpreendida.

Amélia dá de caras com Jacinta e fica vitoriosa mas esta vem para falar com Marina.

Jacinta diz a Marina que vem contar-lhe toda a verdade.

No salão de jogos, Julião experimenta a máquina de ler o futuro.

Jacinta tenta contar toda a verdade a Marina mas esta mostra-se pouco disponível para a ouvir. Como amiga pede-lhe para Jacinta não lhe dizer mal de José Maria. Amélia ouve tudo.

Ao sair da casa de Marina, Jacinta cruza-se com José Maria que acaba de chegar. Este não a reconhece e confunde-a com uma funcionária.

Na capela da quinta, Amélia e Luísa esperam e surge Jacinta que tem condições a impor para avançar com a vingança de José Maria.

José Maria agradece a Marina ter recebido o pai e o irmão lá em casa. Esta sorri e afirma que serão muito felizes.

Dinis confessa a Manuel que se sente perdidamente apaixonado por Luísa.

Jacinta exige a Amélia e a Luísa que ninguém saiba do pacto das três. Ordena a Luísa que não se envolva com Dinis. Quer defendê-lo da podridão e não quer que este perceba que falam as três nem que descubra o passado.

Luísa aceita as condições de Jacinta para avançar com a vingança.

José Maria agradece uma vez mais a Marina a ajuda que está a dar à sua família e quer marcar a data do casamento o quanto antes.

Em casa de Amélia, Jacinta fica a saber que Amélia está sozinha no mundo, que não tem ninguém por culpa de José Maria.

Em 1985, no tribunal Jacinta é dada como culpada pela morte de Isabel Sousa de Ataíde e condenada a 5 anos de prisão efetiva.

Numa cela de prisão, Jacinta com uma barriga de oito meses, chora.

Jacinta diz a Amélia que José Maria a fez querer desistir da vida. Amélia assegura-lhe que vão resgatar o passado para poder construir um futuro melhor.

Na quinta, Luísa finge que acabou de saber que Marina e José Maria vão marcar a data do casamento. Finge que está tudo bem.

No palacete de Olga, Jacinta leva uns sacos de compras a Olga e conta que Marina não a quis ouvir. Mostra-se resignada com o assunto.

Marina desabafa com Amélia sobre a reação de Luísa à ida da família de José Maria lá para casa e tem esperança no futuro.

José Maria prepara uma surpresa a Marina criando um ambiente romântico com champanhe e comida para festejar. Marina fica nas nuvens

Amélia tranquiliza Luísa que está bastante agitada. Miguel chega à quinta de táxi, carregado de malas e pede a Amélia que lhe pague o táxi. Esta dá-lhe o dinheiro de forma desprezível.

No quarto, Miguel tenta ligar à amante que se quis afastar e como esta não atende, manda fotografias íntimas para o marido desta como forma de vingança.

Alfredo chega a casa e Valquíria expulsa-o porque sente que este a está a enganar. Alfredo vai embora para não piorar a situação. Virgínia insinua à irmã que Alfredo tem outra mulher e Valquíria assente e desata a chorar.

Julião arranja-se para sair à noite e sai de casa às escondidas.

 

De manhã, Julião entra em casa com a mesma roupa e Bruna já está acordada. Esta estranha ver o pai vestido daquela forma e ainda estranha mais que tenha ido comprar pão assim.

Rúben José fica preocupado ao ver Cila a sair para trabalhar. Se pudesse dava cabo de Nélio mas Cila diz-lhe que não quer que faça nada, só quer paz.

Virgínia vai a um programa da manhã. Está concentradíssima e rodeada de figurantes que também batem palmas. Indignada, pergunta a uma idosa ao seu lado se não tem vergonha de bater palmas daquela forma. Mostra orgulhosa como se bate palmas.

Valquíria pede a Rúben José para ter calma e não enervar ainda mais a irmã.

Marina e Luísa comentam preocupadas a instabilidade de Gonçalo. Dinis procura Luísa na quinta

Dinis declara-se a Luísa, está perdidamente apaixonado. Luísa fica emocionada. No entanto, ao ver Amélia por perto retrai-se, lembrando-se do acordo que fez com Jacinta e Amélia. Dinis fica indignado e triste quando Luísa lhe diz que não quer estar com ele.

Miguel interroga José Maria sobre Dinis. Meteu na cabeça que vai conquistar Luísa.

Dinis recusa-se a aceitar que Luísa não o queira por perto. Luísa apenas lhe consegue dizer que nesse momento não quer ninguém na sua vida. Dinis vai embora rancoroso enquanto Amélia acena a cabeça em aprovação a Luísa, fez o que era acertado.

No palacete, Olga e Inês ouvem um estrondo e veem um pedaço de teto caído no chão. Olga insinua que o estado de degradação do palacete é culpa do pai de Inês que as abandonou e deixou de lhes enviar dinheiro. Inês sugere à mãe que arranje um trabalho porque os seus part-time não chegam para tudo.

Olga fica incomodada e Inês relembra-a de que é ela a filha e que por vezes os papéis se invertem. Enquanto discutem, Gonçalo entra sem que o vejam. Desculpa-se por ter aparecido sem avisar e agradece a Inês por tudo o que fez na festa. Inês fica derretida e convida-o para beber café.

No sapateiro, António conversa com Julião sobre a sua situação difícil. Já foi o sapateiro mais concorrido de Lisboa e agora não tem nada, nem direito a nada. Julião está preocupado com o amigo e Manuel fica arrasado ao ver o pai assim.

Gonçalo fica entusiasmado com o salão de jogos. Acha tudo um clássico bem conservado. Desata a jogar e deixa Inês pendurada.

Julião sugere a António que venha trabalhar com ele no salão de jogos. António recusa porque sabe que o amigo já tem muita coisa às costas.

Gonçalo continua a jogar no salão de jogos enquanto Inês o olha a suspirar. Rúben desafia Manuel para um jogo mas este está preocupado com o pai. Rúben José diz a Gonçalo que quer jogar a seguir na máquina que este está a jogar. Gonçalo é arrogante e Rúben levanta-o no ar pelos colarinhos.

Cila vai a entrar no salão de jogos e Gonçalo cai-lhe nos braços. Relembram o passado e só então Rúben percebe quem Gonçalo é. Fazem as pazes.

nas redes

pesquisar