SIC

Perfil

Reveja a Final e os melhores momentos!

Peso Pesado Teen - Quantas mãos de carne podemos comer em cada refeição?

Saiba como escolher e combinar alimentos e aprenda a medir as porções através da mão!

FILIPE FALEIRO

Para ter uma alimentação saudável, é necessário ter bem presente no dia a dia a Roda dos Alimentos, a Pirâmide dos Alimentos e conhecer as porções de alimentos que devemos ingerir.

A Roda dos Alimentos ajuda-nos a escolher e a combinar os alimentos que devem fazer parte da alimentação diária. A Pirâmide dos Alimentos indica a proporção de cada tipo de nutrientes que devemos ingerir. Resta medir as porções certas... E, para isso, basta-nos a mão!

RODA DOS ALIMENTOS

A Roda dos Alimentos representa aquilo que devemos comer num dia e assenta em três conceitos:

1) Ter uma alimentação completa, ou seja, ingerir alimentos dos 7 grupos que estão na roda, sem descurar a água.

2) Ter uma alimentação equilibrada, isto é, devemos comer mais dos grupos maiores e ingerir menos alimentos das parcelas mais pequenas.

3) Ter uma alimentação variada, o que significa que devemos variar os alimentos dentro de cada grupo.

A Roda dos Alimentos é, assim, uma ferramenta para adotarmos uma alimentação saudável, o que não quer dizer que seja uma alimentação para perder peso.

PIRÂMIDE ALIMENTAR

A Pirâmide Alimentar mais recente é a Pirâmide Alimentar australiana, que está dividida em quatro níveis. Esta pirâmide não inclui o açúcar nem o sal, porque estão naturalmente presentes na comida e, por isso, não devem ser acrescentados. As ervas aromáticas são um substituto do sal e uma forma saudável de dar sabor à comida!

Na base estão os alimentos que devemos consumir em maior quantidade e no topo encontram-se aqueles que devemos comer em menor quantidade:

- BASE (1º nível): Vegetais e frutas (excluem-se as frutas cristalizadas e em calda, porque estão repletas de açúcar)

- 2º nível: Hidratos de carbono, como os cereais, arroz e massa integrais, a aveia e a batata.

- 3º nível: Sardinha e atum, ovos, carnes magras, bem como a proteína vegetal, nomeadamente as lentilhas, o grão e o feijão (são fonte de fibra, de hidrato de carbono mas também de proteína). Neste nível, devemos ainda incluir os iogurtes, os queijos, o leite e bebidas de soja e de amêndoa.

- TOPO (4º nível): Azeite, azeitonas e frutos secos.

A água deve estar na base porque é a base da nossa alimentação!

SABIA QUE... A manteiga, que se encontrava no topo da pirâmide junto dos alimentos que deveriam ser consumidos em menor quantidade, já não está presente? As gorduras saturadas desapareceram, pelo que deve ingerir apenas gorduras saudáveis, como o azeite.

- Veja aqui a explicação da nutricionista Mariana Chaves!

PORÇÕES DE ALIMENTOS

Através da nossa mão conseguimos saber exatamente as quantidades de alimentos que o nosso organismo necessita.

- Uma porção de carne ou peixe pode ser medida através da palma da mão, sem o polegar e sem os indicadores.

- A manteiga que pomos no pão pode ser medida através de um polegar, à base da unha.

- Uma bola de gelado não deve exceder uma mão em forma de concha.

- Uma porção de vegetais pode ser medida através de duas mãos em forma de concha.

- Já os legumes cozinhados não devem exceder uma mão cheia.

As nossas mãos dizem-nos as porções de alimentos de que necessitamos, que varia consoante o tamanho da mão de cada pessoa. A mão é proporcional ao corpo, o que significa que as pessoas com mãos maiores precisam de porções maiores.

O prato deve estar dividido em três partes:

- Metade do prato deve conter vegetais.

- Um terço do prato deve conter carne, peixe ou ovos.

- O outro terço do prato deve conter os hidratos de carbono que acompanham a proteína e os vegetais.

- Veja a aula de nutrição de Mariana Chaves e aprenda a medir a quantidades de alimentos com a mão!

nas redes

pesquisar