SIC

Perfil

De segunda a sexta

Laços de Sangue - Semana de 9 a 15 de outubro

Inês e João têm um bebé! Diana sai da prisão!

Luísa explica a Diana que está apostada na sua libertação, para se vingar de João, o médico que não conseguiu salvar a vida do marido. Sem saber que a irmã pode ficar outra vez em liberdade, Inês confia que agora vai poder retomar a sua vida normal.

Manel insiste em aprofundar a sua relação com Sofia e recusa a sua demissão. Apesar dos seus esforços, a jovem mantém os seus temores por ser portadora do vírus da SIDA, recusando abrir as portas do coração. No entanto, Manel aconselha-se com João e decide conquistar Sofia de uma vez por todas.

Graciete e António digerem os erros que cometeram ao acolherem Diana, quando ela era uma criança perdida e abandonada. A antiga florista agradece a promoção que Fátima e Catarina deram ao marido.

Isabel e Jaime estão divididos. Por um lado mostram-se felizes porque a festa de aniversário foi do seu agrado. Por outro, ficam perplexos com a animosidade que ele revela para com o pai.

Armando troca as voltas a César e oferece-lhe o cargo de roupeiro do Ribeirense, depois de falar com Futre. Apesar da desilusão, César aceita a missão. Tudo numa altura para esquecer, pois Amaral exige-lhe que pague, em condições mais difíceis, a divida que tem por ter comprado latão em vez de ouro

Sheila chega de surpresa a casa e apanha Liliana a trabalhar para a linha erótica. Acabam por se desmanchar a rir.

Sandra decide ir viver com Orlando para Itália. Apesar da tristeza por perder a filha, Domingos dá-lhe todo o apoio.

Marco vai a casa de Catarina para se declarar. Apesar da delicadeza da situação, Catarina faz-lhe ver que é demasiado novo para ser seu namorado. Promete esconder tudo de Fátima.

Inês decide retomar as aulas de natação, agora que se viu livre de Diana.

Noémia fica apreensiva quando Sheila e Marisa a avisam que Diana foi presa, pois sem patroa não há forma de continuar a trabalhar.

Rita apresenta a nova encarregada do lagar a Domingos e Alzira, que conversam sobre a súbita partida para Itália.

Gabriela chama a atenção de Lourenço que, se não arranjar dinheiro para pagar as contas, vão passar por grandes dificuldades.

Francisca e Jerónimo combinam os detalhes do casamento. Nesse mesmo dia, Inês dá à luz.

Diana vai a tribunal e a juíza revela-se como o seu pior pesadelo. No entanto, não será, bem assim.

Depois de cumprir um ano de cadeia, Diana requer uma saída precária, mostrando uma estranha confiança. Para espanto geral, a juíza que aprecia o pedido, concede-lhe sete dias fora da prisão. Trata-se de Luísa, a mulher que culpa João por não ter conseguido salvar a vida do marido quando aquele adoeceu.

A guarda prisional diz que Diana deve ter grandes conhecimentos para ter conseguido a precária, ao fim de tão pouco tempo a cumprir pena.

Ao fim de um ano de casamento com Francisca, Jerónimo recolhe apoios para abrir um centro comunitário no Alentejo. Francisca conta ao marido que falou com Tomé, a quem paga os estudos de piano em Lisboa. Tanto o casal como Rita se mostram incomodados pela libertação temporária de Diana.

Domingos recebe notícias de Sandra que vive feliz com Orlando em Roma. O caseiro confessa a Alzira que gostava de levar a filha ao altar, ao mesmo tempo que sente vontade de ir visitá-la.

Obrigado a encerrar a imobiliária por falta de clientes, Lourenço dedica-se com grande competência ás tarefas domésticas, enquanto Gabriela se dedica ao trabalho no lagar, já mais descansada, pois Vasco já está mais crescido e não atormenta tanto a mãe.

Inês teme que Diana faça mal a Tiago e pede que tenham mais atenção com o filho na creche. João diz que mata Diana se ela fizer mal à criança.

Adelaide comenta com Gastão que a juíza que julgou o pedido de Diana só pode ter sido comprada. Desmoralizada, Adelaide diz que não tem vontade de ir trabalhar, mas Gastão responde que não podem deitar a perder tudo o que construíram no último ano. Aproveita para lhe lembrar que tem de marcar presença na apresentação do livro de Jaime. O chef do M continua em alta na culinária e recebe uma proposta para ser responsável da cozinha de um hotel que vai abrir em Moçambique. Isabel está na disposição de o acompanhar, levando David consigo. Durante a apresentação, Armando comporta-se sem modos a comer e é repreendido por Gi, que já se tinha zangado com o marido que queria assistir ao evento envergando o cachecol do Ribeirense.

Fátima e Catarina gostam dos resultados que a fábrica de enchidos tem registado. Fátima só lamenta não ter o tempo que desejava para a filha, enquanto Catarina está apostada em refazer a vida depois de se ter separado de Manel.

Na Ioiô, Manel agradece aos colaboradores o contributo que deram para o sucesso da empresa de brinquedos. Quando fica a sós com Sofia, torçam beijos ardentes, ela mais confiante de que pode ser feliz, apesar de ser seropositiva.

Inês começa a considerar a possibilidade de ir para o Brasil com João e o filho de ambos, pois não quer ser de novo vítima de Diana. Para conseguir manter o restaurante, pensa dar sociedade a Jaime e Gi.

Diana goza os primeiros momentos de liberdade a apanhar sol e a tomar uma bebida, hospedando-se num hotel de luxo. A confiança na doce vingança que planeia contra a irmã, leva-a a dar uma generosa gorjeta ao empregado do bar.

Em casa de Tremoço já todos sabem que Liliana trabalha para uma linha erótica. No entanto, Noémia dá-lhe um raspanete porque as filhas assistem a uma das suas chamadas. Sheila dá um safanão em Amaral que está embevecido com o desempenho de Liliana ao telefone.

Marco transformou-se com o nascimento da irmã e até ajuda a mãe a dar-lhe o biberão. Fátima está radiante com os dois filhos.

Marco aproveita para confessar aos pais que está a pensar convidar a namorada para jantar com eles.

Sheila e Amaral discutem agora constantemente, enquanto Noémia protesta por não conseguir arranjar trabalho.

Armando fica eufórico depois de receber uma chamada de Fonseca. Tem a certeza que se trata de uma proposta para comprar o aterro que deseja desde que foi obrigado a vendê-lo. Gi é que não gosta nada da ideia.

Graciete também não esconde o incómodo pela saída precária de Diana e acredita que ela está pior do que quando foi presa.

Diana vai pagar a conta do hotel, mas não consegue por falta de provisão. Ao questionar o banco sobre o que se passa, fica a saber que foi roubada pelo contabilista que lhe tratava dos negócios, ficando sem todo o dinheiro que tinha.

nas redes

pesquisar