SIC

Perfil

De segunda a sexta

Laços de Sangue - Semana de 12 a 18 de junho

Diana atira-se de um penhasco e arrasta Inês consigo!

Diana bate com a coronha da pistola na cabeça de Inês e deixa a irmã desmaiada. Como uma psicopata, Diana balbucia que Inês foi injusta ao querer fugir, enquanto a amarra de pés e mãos. A vilã desfruta do sofrimento que Inês evidencia, esforçando-se por desmoralizá-la, garantindo que João jamais conseguirá salva-la e que, por isso, morrerá sozinha. Insatisfeita com tudo o que já fez, Diana amordaça a irmã, certificando-se que nem falar ela consegue. Inês chora, sem esperança de conseguir libertar-se.

João suspende o voluntariado e pede ajuda a um colega médico para localizar Inês. Também ele procura a mulher da sua vida por toda a cidade.

Eunice questiona Diana sobre o paradeiro de Inês, mas ela mantém a mentira, garantindo que nada sabe da irmã. Promete à mãe levá-la ao M, se ela se portar bem. Tiago, tal como tinha pensado, procura Eunice em casa, na esperança que a mãe lhe dê uma pista sobre o paradeiro de Inês. Diana consegue manter a mãe em silêncio, até que Tiago se vá embora. Depois deste incidente, a vilã decide mudar a fechadura da porta, temendo que o irmão tente entrar com chave, da próxima vez. Eunice fica ainda mais desesperada.

Graciete reage mal ao excesso de preocupação que António tem com a sua saúde.

Sheila continua a “picar” Marisa com as repetidas referencias a que vai mudar de casa, enquanto ela tem de morar em casa de Graciete.

César está preocupado com a ideia de Marisa integrar a equipa de futebol feminino, receando que ela vá mostrar as pernas aos espectadores. Álvaro troça do empregado.

Fátima comunica a Victor que está grávida mas acaba por se irritar com o cinismo com que ele a trata.

Micael convida Armando a participar na aula que está a dar a Gi, na esperança de que ele sinta menos ciúmes, mas o empresário prefere a baba de caracol a ter de se mexer. Armando faz uma cena de ciúmes à mulher.

Sheila fica com a pulga atrás da orelha ao saber que César está com falta de jogadoras para a sua equipa de futebol.

Orlando ensina a Liliana como se prova o azeite.

Rita, deixa claro a Daniel, que não terá mais nada a ver com ele, enquanto o veterinário não resolver os problemas que tem pendentes com Mónica.

Sandra é tocada inadvertidamente por um cliente e assusta-se.

César trabalha menos no café e mais na equipa que está a formar.

Rita começa a sentir dificuldades para fingir que a sua vida está a correr às mil maravilhas.

Daniel quer Mónica fora da sua vida e diz-lhe que se gostasse dele, não o tinha abandonado e aos dois filhos.

Lourenço começa a ficar preocupado porque Orlando reafirma, com a confirmação de Domingos e Alzira, que a herdade que ele está a vender tem uma bruxa lá dentro.

Apesar de desavindos pela morte de Alice, Tiago e João unem-se para procurarem Inês.

Aproveitando um momento de distracção de Diana, Eunice consegue esconder na mala um revolver que tinha no escritório do restaurante. Quando chega a casa, aponta a pistola à filha exigindo saber o que ela fez a Inês. Percebendo as fragilidades da mãe, Diana enfrenta-a, dizendo que Inês não mais voltará. Eunice, tremendo muito, diz a Diana que devia ter morrido no acidente do rio e parece ter a intenção de disparar. Diana está muito tensa, sentindo que tem a vida por um fio.

Diana usa toda a sua técnica de manipulação e consegue desarmar Eunice, que não tem coragem de disparar contra a própria filha. A vilã abraça a mãe que só consegue chorar. O choque psicológico é demasiado para Eunice que fica num estado de letargia, sem reagir a qualquer estímulo. Diana estranha a reacção da mãe num primeiro momento e grita com ela, mas depois fica indiferente à sua apatia. De tal forma que aceita sair de casa para um encontro com Nuno, deixando Eunice só e abandonada no sofá da sala.

João desespera sem notícias de Inês e fica ainda pior com o telefonema de Tiago que confirma não ter qualquer sinal da irmã.

Inês tenta libertar-se mas por estar muito debilitada, acaba por cair à porta da cave onde Diana a sequestrou.

Jaime convence Isabel a levar David a sua casa para lancharem. A criança adora estar em casa do chef do M e diz que não se importa de viver ali para sempre. Jaime e Isabel ficam sem palavras, pois David reforça que não se imposta nada que eles sejam namorados, até gosta.

Nuno acerta com Manel a data de entrega de uns projectos e, cínico, pede que ele lhe dê notícias de Inês se as tiver.

Manel avisa Luís que se não se portar com juízo na empresa é despedido.

Armando protesta com Gi que insiste em manter o seu treinador pessoal. O empresário ameaça transformar Micael num eunuco se Gi não o mandar embora. De seguida liga a Victor mas este recusa vender a fábrica de enchidos pela verba que Armando propôs e aconselha-o a subir a oferta.

Victor murmura entre dentes que em breve terá uma bela reforma.

Gi percebe que Victor é um vigarista e continua a insistir com Armando para que não compre a Campo Frio outra vez.

Fátima, Catarina e António estão a conversar sobre o comportamento estranho de Victor na gestão da fábrica de enchidos, mas disfarçam que estão juntos quando ele se aproxima.

Álvaro mostra-se preocupado com Sandra, que está muito menos expansiva desde que foi assaltada. César diz mal da colega, mas é repreendido pelo patrão. Apesar disso, Álvaro deixa César sair mais cedo, pois vai estrear-se como treinador de futebol.

Gastão e Sheila fazem planos para mobilar a casa nova.

Adelaide, por seu lado, prepara-se para ir viver sozinha na casa que partilhou com Gastão, enquanto foram casados. Francisca mostra-se orgulhosa por Adelaide se ter regenerado.

Daniel sente dificuldade para explicar a Martim e Matilde porque não quer viver com a mãe deles, Mónica. A ex-mulher consegue piorar as coisas porque leva doces aos filhos e senta-se junto deles para brincar. Daniel é forçado a convidá-la para os ir buscar à escola, no dia seguinte.

Luís tem novo acto de insubordinação na Ioiô mas Ricardo consegue convencê-lo a fazer o que Manel lhe manda.

Rita conta a Gabriela que está afectada com o regresso de Mónica à vida de Daniel.

Lourenço descobre que, afinal, a bruxa que está na herdade que quer comprar para o seu cliente, é apenas uma mulher bonita e determinada de nome Helena. A proprietária da herdade do Poço, diz a Lourenço que não está interessada em fazer negócio, mas ele promete insistir. Alzira e Domingos não se conformam por estar desfeito o mistério da bruxaria, enquanto Liliana e Rita brincam com a situação.

Diana engana Nuno dando a ideia que nada teve a ver com o desaparecimento de Inês. Depois de estar com o seu homem de mão, Diana vai ao esconderijo em que sequestrou a irmã e dá-lhe alguma comida, embora a mantenha completamente manietada. Armando vinga-se do facto de Gi ter contratado Micael para lhe manter a linha e decide levar Victor a um bar de streep para lhe comprar a fábrica de enchidos.

Isabel concorda com Jaime em tornar publica a sua relação com ele, assim que estiver preparada.

Sandra engana Tiago, dizendo que a tristeza que sente é apenas cansaço.

João sai de casa por já não suportar a ausência de Inês.

Inês consegue libertar-se das cordas que a prendem. Sente que Diana está a chegar e finge-se morta. Quando a irmã se aproxima dela luta, conseguindo fugir. Diana grita, enraivecida e vai no encalço de Inês.

Inês consegue fugir de Diana enfiando-se no carro de um automobilista que obriga a parar. Diana grita com ódio na rua por Inês e quase consegue alcançá-la. Ao perceber que perdeu a batalha, Diana regressa à cave onde sequestrou a irmã para limpar qualquer prova que a possa comprometer perante a justiça.

António e Graciete estão angustiados com o desaparecimento de Inês e concordam que Diana já nasceu com o diabo no corpo.

Isabel e Gi dizem estranhar que Eunice não reaja enquanto Diana destrói a família a seu bel-prazer.

Manel e Catarina acolhem Manel em casa, pois o amigo está desesperado sem ter para onde ir, afectado com o desaparecimento de Inês. Nesse instante, Inês chega a casa dos Caldas Ribeiro, muito mal tratada. Francisca e Adelaide socorrem-na, incrédulas ao ouvirem dizer que foi sequestrada e quase morta por Diana. Adelaide está tão indignada que quer chamar a polícia, mas Francisca opta por chamar João. O médico sai mais depressa que uma bala da casa de Manel e Catarina, chegando rapidamente junto de Inês a quem abraça com grande emoção.

Diana regressa a casa tão furiosa a casa por ter deixada escapar Inês, que nem liga a Eunice que permanece quase estática à frente da televisão, chorando apenas. Como uma psicopata, começa a manipular a mãe como se ela estivesse bem de saúde.

Marisa vai treinar acompanhada por Filipa e obriga César a admiti-la como jogadora da equipa de futebol feminino. César fica desiludido com a qualidade das jogadoras e que desistir. Marisa não permite, pois já decidiu que quer jogar na equipa.

Sandra traumatizada por ter sido violada, rejeita os carinhos de Tiago.

Marco começa a tornar-se intolerante pelo facto da mãe estar grávida e ele estar prestes a perder o estatuto de filho único.

Tiago fica triste por não poder visitar Inês em casa de João. Compreendendo o dilema do amigo, Jaime tenta minorar-lhe a ansiedade.

Inês faz para a Polícia Judiciária a reconstituição do sequestro de que foi vítima. É com grande sofrimento que relata aos agentes o que sofreu, enquanto não conseguiu libertar-se. Gastão acompanha todo o depoimento, enquanto João a abraça quando tudo termina. Os peritos da polícia encontram impressões digitais de Diana e seguem de imediato para a prenderem em casa de Eunice. Percebendo o que se passa, Diana consegue escapar por uma escada de serviço do prédio, deixando Eunice prostrada na sala. Os agentes percebem que a vilã está em fuga e perseguem-na.

Diana consegue escapar à polícia fugindo de carro.

Inês fica em pânico ao saber que a irmã conseguiu fugir á polícia. Fragilizada, só quer ver Tiago que abraça emocionada. Tiago mostra-se revoltado pelo facto da polícia ter deixado escapar Diana.

Apesar da adversidade dos acontecimentos, Gastão diz que Diana vai ser capturada, enquanto Francisca e Adelaide desejam ter paz, de uma vez por todas.

Tiago e Inês interrogam-se sobre o que terá acontecido a Eunice, ignorando que a mãe se encontra em casa, mergulhada numa grande depressão. A polícia tenta obter resposta na casa da empresária, mas Eunice não consegue dizer palavra, chorando apenas. Os agentes acabam por ir embora, para obterem de um juiz o mandato que lhes permite entrar na residência.

Depois de tudo o que passaram às mãos de Diana, Tiago e João despedem-se com um sentido e cordial aperto de mão.

Jaime e Isabel reconhecem que começam a sentir dificuldades com a gestão do restaurante, sem a presença de Eunice. Tiago deixa os amigos preocupados ao contar que Diana fugiu.

Gi repreende Armando por ter feito uma noitada. Ele defende-se dizendo que se ela tem os seus amigos, ele também pode ter, recriminando a mulher por continuar a ser treinada por Micael. Armando continua a insistir em pressionar Victor para que lhe venda a fábrica de enchidos. Quando lhe telefona, fica ofendido, pois Victor atende a chamada a despachar, porque está acompanhado por António e não quer que se saiba que equaciona vender a Campo Frio. Apesar desse cuidado, António percebe que o telefonema que escutou tem algo de estranho e vai dar conta disso a Fátima e Catarina.

César está desanimado e diz que as jogadoras que está a treinar não jogam nada. Álvaro aconselha-o a recrutar reforços no mercado. O empregado gosta da ideia.

Sheila e Marisa entram em despique, querendo cada uma ter melhor corpo do que a outra. Deixam de discutir quando se apercebem que Sandra está a expulsar, aos gritos, um cliente que a elogiou. Sheila e Marisa estranham o comportamento da colega, pois não sabem que tal se deve ao facto de ter sido violada. Mesmo assim, Marisa leva-a para o café e dá-lhe um chá calmante. A alentejana acaba por ir descansar para casa, muito perturbada, não resistindo a chorar o seu desgosto por recordar o ataque que Luís lhe fez.

No atelier da Ioiô, Manel farta-se das insolências de Luís e ameaça despedi-lo.

Daniel fica desiludido com Rita que recusa ajudá-lo a resolver os seus problemas com Mónica, que decidiu voltar para casa.

Inês agradece o apoio que Francisca e Adelaide lhe prestam. João liga a Graciete dizendo que Inês já voltou para casa. A florista fica feliz com a notícia, mas também chocada, por saber que Diana raptou a irmã, quase lhe provocando a morte.

Gastão informa que a polícia pediu um mandato para entrar em casa de Eunice. Inquieta com o que ouve, Inês diz temer que Diana tenha feito mal à mãe.

Diana livra-se do carro em que fugiu da polícia e apressa-se a comprar outro, para escapar ao controlo das autoridades que a perseguem. Liga então para Inês a marcar um encontro, avisando a irmã que deve apresentar-se sozinha, pois se não o fizer, coloca em perigo a vida de Eunice. Inês vai ter com Diana, vigiada de perto pela polícia e por João, que segue toda a operação.

Ao aperceber-se que caiu numa cilada, Diana força Inês a entrar no carro sob a ameaça de uma pistola, colocando-se de novo em fuga. Os agentes conseguem fazê-la despistar, encurralando-a junto ao rio. Desesperada, Diana atira-se de um penhasco, arrastando Inês consigo. João reaje em pânico e atira-se também à agua para salvar Inês.

João consegue salvar Inês mas perde Diana de vista.

Ignorando o drama que se desenrola, Francisca acende uma vela, pedindo protecção divina para João e Inês. Gastão está convencido que Diana será detida em breve, mas Adelaide mostra-se menos optimista, vincando que ela não deve ser subestimada.

João e Inês são assistidos pelos paramédicos. Inês implora à polícia que descubra a irmã, pois não quer viver atemorizada com a possibilidade de voltar a ser atacada por Diana.

António fica de boca aberta ao saber que Diana raptou Inês. Graciete deseja que a vilã pague por todo o mal que fez.

Os mergulhadores iniciam as buscas para resgatar Diana ao rio.

Jaime leva Isabel e David para sua casa, uma vez que devido ao desaparecimento de Diana não é seguro ficarem na casa de Inês.

Ricardo conta em voz baixa a Manel que a polícia montou uma armadilha para capturar Diana. Ambos disfarçam quando Nuno se aproxima, oferecendo ajuda para o que for necessário para ajudar Inês.

Gastão conta a Francisca e Adelaide que Diana tentou arrastar Inês consigo para a morte. As irmãs ficam chocadas e Francisca quer ir de imediato para o hospital onde Inês e João foram receber assistência.

Sandra chora nos braços de Tiago, afectada pelo trauma da violação, que faz com que rejeite os carinhos do namorado.

Marco confessa a Fátima que sente saudades de Carlota. A mãe diz que o desgosto vai passar, assim que ele arranjar uma nova namorada.

Graciete decide voltar a trabalhar no mercado, depois de Sandra ter ficado desesperada com o elogio de um cliente.

Tiago respira de alívio ao saber que Inês está bem, apesar de ter sido arrastada por Diana para a morte.

David fica maravilhado com o quarto que Jaime lhe destinou para dormir e diz que não se importava de viver naquela casa para sempre. Isabel e Jaime decidem então contar a David que são namorados. Ficam sem reacção quando o miúdo, com muita graça, diz que já sabia.

Luís diz a Manel que merece ganhar mais porque não lhe estão a dar o devido valor.

Rita desabafa com Gabriela sobre o mau momento que atravessa a sua relação com Daniel.

Inês relembra, angustiada, a primeira vez que caiu ao rio com Diana. Confessa a João que não vai ter sossego enquanto a irmã não aparecer.

Manel e Francisca ficam desconfortáveis quando Tiago aparece no hospital para visitar Inês. Apesar disso, os irmãos abraçam-se comovidos, lembrando-se que devem procurar saber como está Eunice, pois há muito que não sabem da mãe.

Catarina concorda que Diana cometeu muitos erros, mas não nega que lhe custa aceitar que a ex-amiga esteja morta.

Adelaide comenta que apesar do mau carácter de Diana, o amor que Ricardo lhe tinha era verdadeiro. Ricardo refugia-se em casa e recorda Diana com nostalgia.

Ignorando que António e Graciete ainda não sabem de nada, Sheila dá-lhes os sentimentos pela morte de Diana. A florista fica em choque, chorando a morte da filha adoptiva. Marisa olha-a cheia de pena, enquanto António deixa escapar que Diana está a pagar pelos seus erros.

Inês começa a ter pesadelos, pensando que está a morrer afogada, tal como sucedeu quando Diana a salvou.

Incomodada por não saber nada da mãe, Inês acompanha a polícia que força a entrada em casa da mãe. Inês grita, em choque, ao ver Eunice sentada sem esboçar qualquer reacção.

nas redes

pesquisar