SIC

Perfil

Globo de Ouro de Melhor Ator de Teatro entregue a Miguel Loureiro

Pelo desempenho em ‘Esquecer’.

Globo de Ouro de Melhor Ator de Teatro entregue a Miguel Loureiro

Miguel Loureiro recebeu este ano a sua primeira nomeação para os Globos de Ouro e acabou mesmo por ser o vencedor do prémio de Melhor Ator na categoria de Teatro, um galardão que disputava com Elmano Sancho (Display), Ivo Canelas e Pedro Gil (ambos por Pedro e o Capitão).Miguel Loureiro é um ator, encenador e dramaturgo, de 48 anos, nascido em Lourenço Marques, Moçambique. A sua infância foi passada em Cascais e viveu sempre na zona de Lisboa, tendo-se formado no Instituto de Formação, Investigação e Criação Teatral e na Escola Superior de Teatro e Cinema.

Ao longo da sua carreira tem trabalho em cinema e televisão, mas é no teatro que mais se destaca. Juanita Castro (2008), Vida de Maria (2011), Lavda, Exercício de Piedade (2012) são alguns dos espetáculos que encenou que mereceram rasgados elogios da crítica. Como ator, destacou-se em Breve Sumário da História de Deus, de Gil Vicente, encenado por Nuno Carinhas (2009).

Esquecer, a peça que esta noite lhe valeu uma ovação no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, esteve em cena entre 2 e 17 de dezembro no Teatro D- Maria II. “Derrota, Memória, Arrependimento, Arte e Oblívio são as cinco peças (nunca antes reunidas na íntegra) deste espetáculo (com Álvaro Correia, Beatriz Brás, Miguel Loureiro, Mónica Calle e Pedro Gil), que vai ao âmago da condição humana ao pôr personagens a projetar-se no presente e no futuro, apesar das feridas (impossíveis de esquecer) do passado”, escreve a revista Sábado.

No cinema vimo-lo em filmes como Morrer Como Um Homem (2009) ou O Lugar Que Ocupas (2016).

As séries Maternidade (2011), Liberdade 21 (2011), Dancin’ Days (2012), Bem-vindos a Beirais (2014) e Ministério do Tempo (2017) são alguns dos projetos televisivos em que participou.

nas redes

pesquisar