SIC

Perfil

Melhor Atriz

As quatro melhores atrizes portuguesas que atuaram em filmes, portugueses ou estrangeiros, estreados em 2016

Ana Padrão
No filme "Jogo de Damas"

A atriz de 49 anos está nomeada pelo filme “Jogo de Damas”, onde interpreta Dalila, uma de cinco mulheres que se reencontram devido ao funeral de uma amiga em comum, numa tertúlia de segredos, memórias que pareciam perdidas e reflexões sobre a existência.

Joana Bárcia
No filme "Cinzento e Negro"

É Maria das Dores no filme “Cinzento e Negro”, uma longa-metragem de Luís Filipe Rocha que conta a história de uma mulher traída pelo seu companheiro, cujo roubo de um saco de dinheiro se revela imperdoável. Maria, com a ajuda de Lucas, um polícia, vão para a Ilha do Pico confrontá-lo. Antes deste filme, a atriz tornou-se conhecida pelo seu trabalho em “A Raíz do Coração”, “A Filha” e “Vanitas”.

Maria João Abreu
No filme "A Mãe é que Sabe"

Maria João Abreu tem uma carreira longa na arte da representação, estando nomeada para o Globo de Ouro pelo filme “A Mãe é que Sabe”, de Nuno Rocha. Nesta comédia, Maria João dá vida a Ana Luísa, uma mulher que, durante um almoço de aniversário, se recorda de quão diferente poderia ter sido a sua vida se tivesse tomado outras decisões, retratando a sociedade portuguesa dos anos 70.

Mónica Calle
No filme "Cinzento e Negro"

Encenadora e atriz, integra o conjunto das quatro melhores atrizes pelo seu papel em “Cinzento e Negro”, onde é Marina, uma mulher por quem o ladrão David se apaixona depois de trair a companheira Maria. Mónica Calle começou no teatro, mas a partir dos anos 90 tem trabalhado muito em cinema. "A Lenda da Garça”, “Antes que o Tempo Mude” e “A Costa dos Murmúrios” são alguns dos filmes onde se destacou.

nas redes

pesquisar