SIC

Perfil

Todos os dias

VEM AÍ: Tiago droga António

António é vítima de mais um plano maquiavélico do irmão

1 / 9

(c).RuiCarlosMateus.1954

2 / 9

(c).RuiCarlosMateus.1954

3 / 9

(c).RuiCarlosMateus.1954

4 / 9

(c).RuiCarlosMateus.1954

5 / 9

(c).RuiCarlosMateus.1954

6 / 9

(c).RuiCarlosMateus.1954

7 / 9

(c).RuiCarlosMateus.1954

8 / 9

(c).RuiCarlosMateus.1954

9 / 9

(c).RuiCarlosMateus.1954

António e Tiago começam mal o jantar, discutindo sobre os motivos de Rita para não ter ido e acusando-se mutuamente do que fizeram uns aos outros. Quando se apanha sozinho na sala, Tiago coloca um pó no copo de água de António e fica a vê-lo beber quando tomam com Sara os seus lugares à mesa.

No fim do jantar em casa da mãe, António começa a sentir-se ensonado. Ao levantar-se para regressar a casa tem uma tontura e Sara fica preocupada com ele. Tiago finge que não é nada consigo e comenta que o irmão deve estar cansado por causa do bebé. A mãe insiste para que ele durma ali em casa mas António recusa e segue com Duarte para o carro.

António vai muito sonolento e tem dificuldade em manter o carro na estrada. Vanda, que segue atrás dele para levar Rafael a casa, protesta com o condutor desconhecido. Rafael repara que se trata do carro de António e fica em pânico quando ele começa a sair da estrada. António adormece ao volante e acaba por se despistar, perante a impotência de Vanda e Rafael para evitarem o acidente.

nas redes

pesquisar