SIC

Perfil

De segunda a sábado

Resumo: 324º Episódio - 18 de abril (quarta-feira)

Cláudia entra em trabalho de parto e André é o único que a pode ajudar!

(c).RuiCarlosMateus.1954

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Zé Paulo está muito consternado quando fala com Elsa mostrando-lhe o Altar que ela construiu com a imagem dos pais e da irmã, confessando que ele é que tinha razão e pedindo-lhe desculpa por nunca ter concordado com a sua dedicação a Deus. Ela explica que não tinha mais nada e ambos se abraçam, emocionados. Renata e Cláudia que presenciam a cena, ficam à beira das lágrimas.

Pedro confirma a Bruno que Eurico é muito rico e o pai fica entusiasmado. Entretanto, confessa que não tem coragem de dizer à mãe que não vai trabalhar com ela na fábrica mas quando Eunice aparece, não tem outro remédio senão contar-lhe os seus planos de vida, que não o vão afastar do mar. Eunice conforma-se finalmente com a decisão do filho e abraça-o, bem como a Bruno.

Zé Paulo, muito nervoso, dá instruções a André para o jogo de futebol, impaciente por ganhar a taça. Cláudia e Elsa criticam o tio por estar a pressionar André daquela maneira.

Depois de contar a Vítor que Matilde está caidinha por Eurico e que só não lhe caiu nos braços por estar baralhada, telefona ao ricaço a dizer-lhe que a sogra está cheia de saudades dele, embora não tenha coragem de o confessar.

Eunice lamenta por não conseguir afastar o filho do mar. Pedro vai à Faina Norte com Célia e diz à mãe que foi o mar que a trouxe até si.

Zé Paulo não se cansa de dar instruções durante o jogo que pode decidir o campeonato. Cláudia sente uma pontada na barriga mas tenta abstrair-se.

Sal tenta recolher assinaturas no Meia Desfeita para a sua campanha eleitoral mas Matilde estraga-lhe os planos. Eurico chega entretanto e pede a Matilde que lhe dê uma oportunidade para a fazer feliz.

André marca o golo da vitória para a equipa de Zé Paulo, que assim ganha o campeonato. A festa é enorme mas Cláudia está cada vez mais indisposta e só quer ir embora dali.

Lucinda encoraja Flávio para o exame de cabeleireiro quando recebe a chamada a dizer que ganharam o jogo e o campeonato com um golo seu. De repente, ouve-se André a gritar para Cláudia que está a sair da estrada e a chamada cai, para desespero de Lucinda.

Cláudia despista-se mas consegue imobilizar o carro. Com dificuldade consegue sair e grita para André que tem de a levar ao hospital porque lhe rebentaram as águas e a filha vai nascer. Ele fica em pânico, quase paralisado.

Lucinda fica muito ansiosa por não conseguir falar com André e desmaia. Flávio está aflito com a situação.

A ambulância tarda em chegar ao local onde Cláudia e André estão. Ela grita de dor, cada vez com mais contracções e ele, ainda que muito preocupado com a situação prepara-se para ajudar ao parto.

nas redes

pesquisar