SIC

Perfil

Todos os dias

Resumo: 267º Episódio - 13 de fevereiro (terça-feira)

Rita segue Tiago e chega aos raptores de Duarte

Christian Gnad

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Rafael telefona a Vanda mas como ela está ocupada mente e diz que não é urgente. Quando desliga o telefone, tenta controlar a ansiedade que está a sentir mas acaba por ficar sentado no chão.

Eunice discute com Bruno porque ele teima em dizer que Sal pôs escutas na oficina para escutar as conversas que ele e Vítor têm. Quando Nelo vem à baila, Eunice muda de assunto e pede a Bruno que a ajude a conversar com a mãe, pois está preocupada com a divida que ela tem de pagar a Sal. O marido entra em transe e começa a viver um sonho em que Eunice e Nelo aparecem muito próximos e perdidos de paixão. Quando desperta, desata aos gritos e Eunice assusta-se. Bruno fica perturbado e vai embora de casa, deixando Eunice sem apoio para falar com Matilde que estranha o comportamento dela e do genro.

Nelo pede um aumento a Sal mas ela recusa. Bruno encontra-o no Meia Desfeita e avança para ele com ar de quem lhe vai bater. Zé Paulo adivinha o escândalo e manda-os embora dali.

Renata vai a casa de Lucinda para desabafar e conta que afinal não está grávida mas ela ao invés de a animar, adivinha-lhe uma doença e incentiva-a a trabalhar até á morte. Renata fica indignada com ela. Entretanto, Linda bate à porta e Lucinda grita a Vítor que a visita é para ele. O filho fica em choque ao saber que a mãe lhe preparou um encontro romântico e ao vê-la sair de casa com Renata para os deixar à-vontade.

Patrícia prepara com Samuel a distribuição de comida que sobra nos restaurantes da zona às pessoas desfavorecidas. Filipa admira-lhe a capacidade de se desdobrar mas avisa que ela não vai aguentar por descansar tão pouco.

Tiago fala ao telemóvel com os raptores do sobrinho enquanto Sara vai dando indicações sobre o que ele deve dizer. Sem que dêem conta, Telma ouve a conversa toda, com Tiago a combinar mais uma entrega de dinheiro aos bandidos e Sara a dizer com confiança que o seu plano vai resultar como deseja.

Romão fala com Rita e pede-lhe que diga o que lhe estão a esconder porque nem sequer conseguiu que António lhe explicasse porque razão apontou a arma à mãe. Rita não abre o jogo e diz que não sabe de nada mas o inspector vai embora nada convencido. Rita atente uma chamada de Telma que a avisa a hora e o local em que Tiago se vai encontrar com os raptores do sobrinho para lhes pagar. Rafael fita Rita e faz-lhe ver que não irá conseguir resolver o problema, ainda mais agora que está sozinha e que devia seguir o conselho da advogada e contar tudo à polícia.

Patrícia chega a casa sozinha e cansada e acaba por se sentar a pensar em Vítor. A certa altura fica tentada a ligar-lhe mas acaba por desistir.

Vítor fala de Patrícia a Linda e esta surpreende-o beijando-o e preparando-se para se envolver com ele. Vítor fica enojado e põe cobro ao entusiasmo da rapariga e põe-na fora de casa. Lucinda está à porta para entrar em casa e é puxada pelo filho para dentro, enquanto empurra Linda para fora. Já sozinho com a mãe, Vítor diz-lhe muito irritado que nunca esquecerá Patrícia quer que o seu coração não será de mais ninguém.

Rafael está muito ansioso e depois de lhe perguntar se tomou todos os medicamentos de que precisa, Vanda pergunta-lhe se ele quer falar do que se passou e ele aproveita a oportunidade.

Patrícia e Filipa conversam sobre o livro dos pequenos-almoços e estudam uma hipótese de apoio para o lançamento.

Sara entrega a Tiago um envelope com dinheiro para ele pagar aos raptores de Duarte e recomenda-lhe que tenha cuidado. Quando ele arranca com o carro, Rita segue-o de forma a não ser vista.

Numa rua de Aveiro, Rita segue Tiago até que ele passa o dinheiro aos bandidos. Ela passa a segui-los a eles, na esperança de encontrar o filho.

Matilde vai a casa de Rita para defender os pescadores e Kiko diz que a irmã não está, revelando que ela está a encontrar soluções para não prejudicar os trabalhadores da fábrica.

Sara diz ao inspector Romão que não quer fazer queixa de António porque não quer que ele esteja preso. Romão diz que isso não é assim tão simples mas ela recorda-lhe que a pistola estava vazia e que estavam a discutir porque não aceitou pagar um prémio que ele queria instituir. Romão recebe entretanto uma chamada de Rita a dizer que já descobriu onde está o filho e o inspector diz-lhe que não faça nada porque já vai ter com ela. Depois de desligar, Sara estranha que ele se vá embora com tanta pressa.

Rita não consegue esperar que Romão vá ter com ela e sem qualquer apoio entra na casa onde julga que Duarte está sequestrado.

nas redes

pesquisar