SIC

Perfil

Todos os dias

Resumo: 112º Episódio - 31 de agosto (quinta-feira)

Kiko trai Inês com Paula!

ana antonio bento

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Rita vai a casa de Horácio e Lucinda não vê isso com bons olhos. Estes vão para a cozinha para falarem mais à vontade e Rita explica que está a fazer tudo o que está ao seu alcance para garantir que ele vai embarcar. Horácio agradece e reforça que pior do que está não vai ficar.

Filipa esforça-se para ter uma vida normal com António mas este não a suporta e boicota todas as suas tentativas de viver como um casal.

Kiko vai ao encontro de Paula num bar e esta rasga um sorriso ao vê-lo. Paula aproxima-se dele e beija-o, recordando o que tiveram no passado. Kiko corresponde e também a beija com vontade.

Afonso procura Inês para desabafar com ela sobre a doença da avó e conta que Isabel se sente sem forças e que lhe disse a ele e ao avô o que quer que eles façam se ela morrer. Inês ampara o ex-namorado e aconselha-o a contar a Carmo o que se está a passar.

Patrícia mostra a sua preocupação a Carmo por pelo facto de ela não ter contratado mais ninguém para trabalhar na mercearia mas a patroa tranquiliza-a e assegura que tão cedo não volta aos Açores.

Paula, antigo flirt de Kiko, convida-o para ir com ela para o hotel mas ele resiste à tentação e lembra-lhe que tem namorada. Ela faz chantagem emocional e Kiko acaba por manter o passeio que planeou para o dia seguinte.

Luísa incentiva Rita a descobrir provas que incriminem Sara e Fernando pelos crimes que cometeram e recusa-se a aceitar que eles fiquem mais uma vez impunes.

Matilde censura Eunice por ter aceitado Bruno de volta a casa, depois de ele lhe ter feito perder o emprego. O genro defende-se e assume a sua responsabilidade, prometendo compensar a mulher. Pedro fica exasperado por assistir a mais uma discussão entre a avó e o pai logo pela manhã e Eunice sai de casa para se ir inscrever no fundo de desemprego. Antes de sair diz a Bruno que não lhe prepare mais nenhuma surpresa desagradável.

Sal premeia Nelo como empregado do mês no stand mas fica com o dinheiro que tinha destinado ao prémio com o argumento de que ela foi a patroa do mês.

Lucinda exige a Horácio que nunca mais leve Rita lá a casa mas o marido impõe-se e garante que vai retribuir o apoio que ela lhe tem dado. Lucinda vai para a fábrica a espumar de raiva.

Tiago disfarça a sua irritação quando a mãe o coloca mais uma vez à margem dos assuntos da fábrica e não partilha com ele o que está a pensar fazer para afastar Rita da Faina Norte. Sara encerra a conversa pedindo-lhe que a deixe a sós para fazer um telefonema.

Tiago liga a Raquel para desabafar com ela depois de ter sido subalternizado pela mãe e ela mente-lhe, dizendo que falam em casa porque está quase a chegar. Na realidade, Raquel está com Hélder numa esplanada a encontrar forma de evitar que ele embarque para a pesca do bacalhau e dá ideia de fazerem com que Tiago acredite que ele não pode ir embora, pois tem de convencer as pessoas que não querem sair do Bairro dos Pescadores a fazê-lo.

Bruno repreende Vítor e Pedro quando entra na oficina e os vê agarrados ao computador em vez de estarem a trabalhar. Vítor dispara que a mãe é que tem razão quando diz que ele não devia estar a receber à comissão. O patrão responde que ela percebe é de bacalhau mas de repente tem uma ideia e diz que Lucinda é que o vai safar.

Com remorsos por ter dado troco às investidas de Paula, Kiko vai a casa de Inês e nem sequer se zanga quando ela confessa que deu apoio a Afonso que foi desabafar com ela por causa da doença da avó. Ao contrário, Kiko mostra-se muito compreensivo e carinhoso com a namorada, para aliviar a culpa que sente.

Afonso consegue finalmente falar com Carmo e conta-lhe que a avó teve uma recaída por causa da quimioterapia e que teve de fazer uma transfusão de sangue. A mãe não corresponde ao desejo que ele tem de que ela regresse aos Açores e fica aborrecido com ela. Entretanto, Patrícia entrega a Carmo umas flores que acabaram de chegar para si e ela sorri ao ler o cartão que as acompanha.

Romão confessa a Rita e Luísa que ainda não conseguiu descobrir quem matou Nuno mas assume que não se espantaria se o crime tiver sido cometido por Sara e Fernando.

Matilde conversa com uma cliente que está a atender e insiste em dizer que o filho que Renata espera é de Zé Paulo mas quando ele de aproxima trata de disfarçar.

Sara intercede junto de António para que se esforce por ter um casamento normal e feliz mas ele responde com azedume que a sua felicidade era ao lado de Rita e que jamais perdoará a Filipa por tê-lo obrigado a casar consigo.

Tiago queixa-se a Raquel pelo facto de a mãe o manter afastado das decisões na fábrica mas ela convence-o de que mais tarde ou mais cedo Sara lhe dará o devido valor e arrasta-o para a conversa forjada com o tio, insistindo em que têm de controlar Hélder.

Vasco encontra Rita à conversa com Luísa no Meia Desfeita. Luísa agradece-lhe por as ter ajudado a reencontrarem-se e deixa-os à-vontade para porem a conversa em dia. Vasco e Rita decidem caminhar um pouco em clima de grande cumplicidade.

Cláudia seduz André mas ele prefere continuar a estudar argumentando que aquele não é o momento para se envolverem. Cláudia fica muito desagradada com a rejeição do namorado.

Hélder, com a ajuda de Raquel, convence Tiago de que o plano que traçaram para expulsar as pessoas do Bairro dos Pescadores não está a resultar e de que não devem contar nada a Sara, sob pena de ela os afastar do negócio.

nas redes

pesquisar