SIC

Perfil

Todos os dias

Resumo: 59º Episódio - 8 de julho (sábado)

Rita descobre que Patrícia e a Irmã Madalena estão envolvidas em adopções ilegais!

ana antonio bento

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Nelo consegue que Jarvis confesse que foi ele quem pagou o prémio aos vendedores do stand e não Sal como insistia em fazer crer. Nelo fica sensibilizado e dispõe-se a ajudá-lo com as obras de remodelação do stand.

Pedro regressa a casa pela manhã e Eunice, muito ansiosa, bombardeia o filho com perguntas. Matilde, também preocupada com o Neto descarrega em Bruno. Pedro tranquiliza a família e revela que a Polícia Judiciária fez muitas perguntas para avaliar o que ele podia saber sobre o contrabando na Faina Norte.

Patrícia fica muito abalada ao ver a notícia que dá conta de que uma criança refugiada e adoptada ilegalmente por uma família portuguesa tinha sido encontrada abandonada dentro de um carro. Carmo também fica horrorizada mas trata de apoiar Patrícia.

Rita espera num hotel com Samir que o casal que o vai adoptar apareça, mas o tempo passa sem que os pais adoptivos cheguem. Já desesperada, Rita telefona a Patrícia mas tem de deixar mensagem porque a amiga não a atende.

Lucinda chega mais uma vez atrasada à fábrica e é repreendida por Sofia. Só que desta vez responde ainda com maior arrogância e dispara que Sofia não fez mais do que a sua obrigação ao pedir a Sara para a readmitir. Sofia assume que já está arrependida e Lucinda responde que agora é tarde e que ficaria ame maus lençóis perante a patroa se admitisse que se enganou. Sofia fica sem reacção.

Pedro confessa a Bruno que a sua detenção foi encenada e que foi Rita quem o ajudou a simular tudo com a polícia. O pai fica mais tranquilo e diz que o quer a trabalhar consigo na oficina.

Sara está muito nervosa porque a Faina Norte começou a perder clientes. Fernando tenta tranquilizá-la mas a mulher lembra-lhe que com as contas congeladas e os bacalhoeiros parados a situação da empresa é caótica. Ele insiste que tem a situação controlada e revela que Raia já deve estar nas mãos de Amaral.

Rita pressiona Patrícia para que lhe explique porque é que o casal que ia adoptar Samir não apareceu para levar a criança e fica em estado de choque quando a amiga lhe revela a custo que as adopções que andam a fazer são ilegais e que as crianças entram em Portugal clandestinamente.

Vasco vai à instituição para obter junto de Madalena as informações de que precisa para fazer a reportagem sobre as adopções ilegais das crianças refugiadas. A Irmã fica surpreendida e muito atrapalhada quando o jornalista afirma que a organização humanitária com quem ela colabora promove adopções ilegais com documentos falsos.

António discute com Tiago por causa do projecto do condomínio de luxo no Bairro dos Pescadores e critica-o por ele ter ficado do lado da mãe e do padrasto, para prejudicar as pessoas que lá vivem. Tiago não perde a oportunidade para acusar o irmão de estar contra a família e António decide sair de casa.

Depois de ouvir as explicações de Patrícia sobre as adopções ilegais de crianças refugiadas em que se envolveu, Rita decide que não vai entregar Samir a nenhuma família e exige saber como está e onde está Aysha.

Sara, diz a Fernando que a Faina Norte está à beira da falência e o marido oferece-se para participar no negócio do condomínio fechado no Bairro dos Pescadores. Ela mostra-se intransigente e responde-lhe que quer que seja Tiago a liderar o projecto, deixando Fernando muito desagradado.

De partida para a consulta médica no continente, Isabel recomenda a Afonso que não deixe de estudar por causa do trabalho na plantação. O neto atira-lhe à cara que foi ela quem insistiu com ele para que se interessasse pelo negócio da família e Joaquim dá-lhe razão.

Inês faz as pazes com Kiko depois da cena de ciumes que ele fez por causa de Afonso e ajuda-o a publicitar a sua empresa de actividades radicais para turistas.

Vasco vai à Mercearia para falar com Patrícia e confronta-a com o seu envolvimento nas adopções ilegais de crianças refugiadas. Patrícia fica muito nervosa e expulsa o jornalista que antes de se retirar a alerta para o facto de a polícia já estar a investigar e de poder procurá-la em breve.

Madalena conta a Rita que recebeu a visita de um jornalista que anda a investigar as adopções ilegais e teme pelo que possa acontecer com as crianças que têm ajudado.

Eunice comenta com Carmo que Patrícia anda cada vez mais estranha e reconhece que ficou de pé atrás quando a polícia a procurou. Carmo pergunta-lhe como está Pedro depois de ter sido detido pela PJ e Eunice revela que não lhe parece que o filho seja implicado no contrabando de tabaco na Faina Norte, receando que o crime de Sara e Fernando resulte no despedimento dos trabalhadores.

Fernando oferece-se a Tiago para colaborar no projecto do condomínio fechado no Bairro dos pescadores, queixando-se de que estão a afastá-lo dos negócios da família desde que rebentou o escândalo do contrabando na Faina Norte. O enteado desvaloriza o assunto e promete mantê-lo a par de tudo, embora sem aceitar a sua ajuda.

Bruno, não consegue reparar a avaria do motor de um carro que tem na oficina e Pedro deixa-o surpreendido com a facilidade com que resolve o problema.

Vítor vai ao salão de Renata para a seduzir e rouba a vez a um cliente que estava à sua frente. A cabeleireira repete que não quer nada com ele e manda-o embora.

Matilde continua sem mão para os temperos no restaurante e volta a salgar a comida. Mário chama-lhe à atenção e ela chama Vítor para provar o cozinhado, certa de que está cheia de razão. O mecânico quase sufoca quando põe a comida na boca, deixando a cozinheira ainda mais irritada.

Romão conversa com Rita no barco sobre as adopções ilegais que está a investigar e avisa-a de que tem de ter cuidado com o que lhe contar dali em diante, pois pode prejudicar-se caso tenha algum envolvimento no assunto.

nas redes

pesquisar