SIC

Perfil

Todos os dias

Resumo: 49º Episódio - 26 de junho (segunda-feira)

Rita consegue fotografias que provam que existe tráfico de tabaco na Faina Norte

Christian Gnad

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

António irrita-se com Rafael porque o amigo confirma que também tem suspeitas de que algo vai mal na Faina Norte. Alice entra em casa mal-humorada mas repara que eles não estão melhor. Depois de António ir embora, Rafael pede ajuda a Alice para tentar saber o que se passa na empresa da mãe do amigo.

Rita escuta as preocupações de Patrícia por causa da dificuldade em alojar as meninas refugiadas e oferece-se para a ajudar. A amiga diz que não se preocupe porque também tem os seus problemas para resolver.

Hélder pressiona novamente Fernando para irem ao casino mas ao perceber que o irmão está preocupado consegue fazê-lo confessar que andam com a Polícia Judiciária à perna ainda por causa de Rita e da morte do pai dela. Hélder revela que conheceu na cadeia alguns tipos que podem tratar dela mas Fernando rejeita aquele tipo de ajuda. Sem desistir, Hélder dá-lhe uma ficha de jogo que tem consigo para o persuadir a ir fazer com ele uma incursão ao casino.

Rita confidencia a Horácio que não se conforma que Sara e Fernando tenham levado a melhor sobre ela e insiste que vai descobrir onde e quando eles vão contrabandear o tabaco. Rita ainda deposita esperanças em que Pedro os ajude e diz que vai apertar com ele. Horácio fica muito preocupado e pede a Mário que lhe arranje uma aguardente para ganhar alento.

Rita pressiona Pedro para que revele quando é que os homens de Raia vão carregar o tabaco para o bacalhoeiro mas ele insiste em dizer que não sabe de nada. No entanto é traído pelo olhar constante que deita ao telemóvel, denunciando que está à espera de uma chamada a convocá-lo para o contrabando. Rita fica muito irritada e discute com ele. Eunice aparece de surpresa e pede explicações ao filho para saber em que é que ele se meteu. Pedro grita com a mãe, exigindo que não se meta. Eunice sai muito nervosa de casa e Rita exige a Pedro que telefone a Raia para saber quando é que o carregamento do tabaco terá lugar.

Muito enervada, Eunice vai à oficina de Bruno e conta-lhe que algo de grave se está a passar com o filho, pedindo-lhe que lhe meta juízo na cabeça. O mecânico nem olha para trás e acompanha a mulher a casa. Assim que lá chega vê Pedro a responder torto a Matilde e exige-lhe que respeite a avó. Pedro fica ainda mais enervado e quando Raia lhe telefona, começa a encaminhar-se para a porta da rua. Bruno ainda o agarra por um braço mas Pedro desprende-se com um safanão e vai embora. Eunice decide então, para desagrado de Matilde, que Bruno vai voltar a casa para a ajudar a lidar com o filho, embora deixe claro que não está a aceitá-lo de volta e que terá de dormir no sofá. Bruno, disfarça o contentamento por ter conseguido o objectivo.

Cláudia fica radiante depois de receber de André a reserva que ele fez num hotel para se encontrarem. O namorado beija-a e Mário interrompe o momento, exigindo respeito. Os jovens nem lhe ligam muito, embevecidos que estão um pelo outro.

Elsa continua a ser amarga com Cláudia, mesmo depois de a irmã elogiar o facto de ela estar a estudar com empenho. Sem querer discutir, Cláudia anuncia que vai dormir e Sofia diz a Elsa para ir fazer o mesmo. No entanto, ela insiste em ficar a estudar, embora já se sinta exausta.

Rita esconde-se num ponto estratégico e observa as movimentações dos contrabandistas no cais, quando eles se preparam para carregar o tabaco para o Gafanha 2. Para reunir as provas de que precisa, começa a tirar fotografias mas é surpreendida por Raia que a domina, tentando tirar-lhe o telemóvel. Rita dá-lhe luta e Raia grita por Pedro que vai em seu auxílio e acaba por destruir o telemóvel que continha as fotos comprometedoras. Raia deixa que Rita se vá embora mas ameaça não ser tão meigo da próxima vez que ela quiser estragar os seus planos.

Sara, confessa o seu contentamento por ver Tiago tão empenhado no projecto de requalificação dos terrenos da família onde habitam os pescadores. Quando Raquel se prepara para apresentar a ideia que teve para contornar as dificuldades que isso acarreta, Sara recebe uma mensagem de Raia a contar que Rita esteve no cais mas que não conseguiu provas da operação de contrabando. Sara fica tensa e Tiago e Raquel entreolham-se preocupados.

Fernando cede às pressões de Hélder e tira dinheiro do cofre para irem jogar no casino. Sara quase o apanha e fica desconfiada, principalmente quando o marido justifica o facto de sair de casa àquela hora da noite para ir ver uma casa que ele quer alugar. Depois de eles saírem, Sara activa a localização do telemóvel para saber onde o marido realmente foi. Tiago e Raquel também ficam admirados ao verem Fernando sair de casa com Hélder e tentam perceber o que se está a passar. Sara, responde que é isso que vai saber.

Rita regressa frustrada ao barco e ouve tocar um telemóvel em cima da sua cama. Quando atende percebe que se trata do seu “amigo” misterioso. Nuno promete revelar-lhe brevemente quem é mas manda-a ir ver o seu email. Quando abre o computador, Rita encontra uma série de fotografias que provam a operação de contrabando de tabaco que os homens de Sara e Fernando fizeram no cais.

Fernando e Hélder entram no casino clandestino e encaminha-se para a roleta. Quando acaba de trocar o dinheiro por fichas de jogo, Fernando fica estarrecido ao ver Sara sentar-se à sua frente.

Depois de ver as fotos que Nuno lhe enviou e que provam que se faz contrabando de tabaco na Faina Norte, Rita insiste para que ele revele quem é. Nuno assegura que brevemente o fará, mas que agora ele tem de ir fazer justiça e ter muito cuidado porque está a lidar com gente muito perigosa. Terminada a chamada, Rita sai apressada do barco.

Sara, decide dar uma lição a Fernando no casino e aposta uma grande soma de dinheiro na cor preta da roleta. Hélder agarra no dinheiro que Fernando levou e joga tudo no vermelho. Sara ganha e o marido fica sem nada.

Rita mostra a António as fotos que Nuno lhe enviou na esperança de que agora ele acredite em si, quando afirma que a mãe dele faz contrabando de tabaco nos bacalhoeiros. No entanto, António decepciona-a ao afirmar que aquelas imagens nada provam e que ela é que continua obcecada. Rita vai embora muito desiludida.

Afonso está destroçado por ter descoberto o namoro de Inês com Kiko e descarrega a sua raiva em Isabel, que se mostra preocupada com ele. A avó desdramatiza o facto de ele se ter afastado dos amigos e diz que ele sempre tem a família. Afonso fica ainda mais irritado e deixa claro que não se esqueceu de que Carmo não quis assumi-lo como filho e que ela e o avô lhe esconderam esse segredo.

Sara, regressa a casa furiosa e proíbe Hélder de voltar a arrastar Fernando para as mesas de jogo. Depois, a sós com o marido, dá-lhe um valente raspanete por lhe ter mentido e diz que perdeu a confiança nele. Fernando assume que foi um fraco e Sara dispara que detesta gente assim, saindo para o escritório. Quando entra, encontra António e apressa-se a contar-lhe que Rita voltou a rondar a fábrica e insiste na tese de que eles andam a fazer contrabando ao ver os homens a carregar mais caixotes para o barco. O filho fica desconfiado e questiona a razão que Rita terá para insistir nessas acusações. Sara continua a mentir e tenta que António acredite que ela é desequilibrada como a mãe, justificando que foi isso que levou o inspector Romão a procurá-los.

nas redes

pesquisar