SIC

Perfil

Todos os dias

Resumo: 42º Episódio - 17 de junho (sábado)

Lucinda atira uma tarte a Sofia durante uma discussão!

Paulo Goulart Photography

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Cláudia agradece a André por ter arranjado a banda que está a tocar no arraial. Ele esconde que quem resolveu o problema foi Afonso e ao ver Elsa, arranja o pretexto de ir animá-la para acabar com a conversa. Cláudia ainda tenta agarrar o namorado mas já não vai a tempo. Entretanto, Elsa mostra-se enfadada e diz a André que não gosta da banda que Afonso arranjou. Ele pede-lhe que não conte a Cláudia a verdade, pois era suposto ser ele a arranjar os artistas. Ela responde com cinismo que Afonso é um querido e André olha cheio de ciumes para ele e Cláudia, que conversam muito animados.

Renata oferece um copo a Joaquim, que aceita por cortesia, embora distante porque está a observar Afonso e Fernando que conversam com Cláudia. Vítor e Bruno comentam, despeitados, o facto de Renata estar muito animada ao lado de Joaquim. Eunice interrompe a conversa e manda uma farpa ao marido dizendo que ele gosta muito de comer fora. Vítor ainda agrava mais a situação soltando que o patrão gosta de pôr as bifanas no ponto.

Afonso aproxima-se de Joaquim e pergunta-lhe o que está a fazer ali. O avô responde que já se relaciona com algumas pessoas do bairro e Afonso deseja que ele se divirta, regressando para o pé do pai.

Lucinda leva uma tarte para a festa e confronta-se com Sofia, provocando-a e culpando-a por ter sido despedida. Sofia responde à letra e Lucinda atira-lhe com a tarte ao corpo, provocando uma grande confusão no arraial. Bruno, corre para Eunice e diz que a vai proteger mas a mulher empurra-o. Horácio tenta levar Lucinda para casa mas só consegue tirá-la da festa com a ajuda dos filhos, depois de Renata se impor e decretar o fim da briga.

Kiko não consegue mudar o pneu do carro alugado por António e Rita e ao saber que ele é o piloto do voo em que vão regressar ao continente oferece-se para lhes dar boleia até ao aeroporto. Rita acha curioso o nome de Kiko e ele esclarece que é mais fácil de pronunciar do que Francisco.

Depois de deixar a mãe em casa, André leva o robot de cozinha para leiloar no arraial. Vítor não concorda mas acaba por ajudar o irmão. Mário ainda apanha um susto porque Matilde ainda tenta arrematar o robot para a cozinha do Meia Desfeita mas Bruno, que está a grelhar as bifanas, ao perceber que é o seu robot de cozinha que está a ser vendido, começa a esbracejar e os seus gestos são entendidos como se estivesse a licitar. André fecha o leilão e diz que Bruno arrematou o electrodoméstico por trezentos euros. Ele tenta dizer que o robot já era dele e que Vítor lho levou da oficina. No entanto, tem de calar-se porque Eunice aparece a elogiar a sua atitude de ajudar Cláudia, assumindo que tem muito gosto nisso. Vítor finge-se comovido e diz a Eunice que Bruno está um homem novo e que já não há muitos como ele.

Cláudia dança agarrada a André e deixa-o em êxtase quando lhe promete que finalmente vão fazer amor. Mário observa a cumplicidade da filha com o namorado e quer ir separá-los mas Sofia não deixa.

Sal impinge carros velhos aos vendedores do stand em vez de lhes dar mais dinheiro a ganhar. Nelo protesta mas a patroa faz-se de desentendida e sugere que vendam os carros e fiquem com o dinheiro que eles renderem. Jarvis conforma-se mas Nelo continua muito contrariado.

Sara, tenta convencer Tiago de que não está a contrabandear tabaco nos bacalhoeiros mas o filho continua a desconfiar de que ela não está a falar verdade.

Rita fascinada ao fazer a viagem de regresso a casa no cockpit do avião em que António é co-piloto.

Eunice mostra-se aborrecida por Pedro não ter ido ao arraial. Matilde diz-lhe que deixe o filho em paz mas ela insiste que não quer encontrá-lo de novo caído em casa.

Bruno está furioso com Vítor e insiste que o robot de cozinha que comprou no leilão é o que tinha comprado para dar à mulher. O mecânico repete que aquela máquina é outra e muda o rumo da conversa dizendo que ele marcou pontos junto de Eunice com a ajuda que deu a Cláudia. Bruno não fica convencido e chora o dinheiro que gastou.

Cláudia ri-se das piadas de Afonso e André, cheio de ciúmes, apressa-se a abraçar a namorada. Matilde entrega a Cláudia o cofre com o dinheiro amealhado para ela no arraial e Elsa observa a cena muito contrariada.

Eunice discute com Pedro por ele não ter ido ao arraial e o filho, muito irritado, responde que já não tem idade para fazer o que não quer. Eunice ameaça contar ao pai que ele lhe está a falar mal e Pedro fica ainda mais perturbado.

Lucinda não se conforma que André tenha vendido o seu robot de cozinha e ameaça fazê-lo cozinhar para toda a família enquanto não tiver uma máquina nova. Horácio diz-lhe sorrindo que não é o fim do mundo mas é interrompido pela chegada de Sofia. Esta, depois de ficar a sós com Lucinda diz-se disposta a recuperar-lhe o emprego na fábrica desde que ela lhe peça desculpas e prometa trabalhar com zelo. Lucinda, acaba por se desculpar, embora com muito custo. Quando vai a sair, Sofia vê Vítor ao computador. Ele diz que está a ter muitas alegrias e trata de enviar uma mensagem romântica.

Cláudia convida André para irem para o quarto para terem finalmente o seu momento de intimidade, convencida de que os pais vão regressar tarde do restaurante. Só que naquele momento André recebe uma mensagem no telemóvel a dizer que “também és o meu tipo de homem” e Cláudia fica em choque, acusando-a de estar a tentar arranjar nova namorada para quando ela estiver fora. No meio da discussão, Mário e Sofia entram em casa e justificam que estavam em pulgas para contar o dinheiro amealhado no arraial. Cláudia manda André embora e junta-se aos pais para contar o dinheiro. O rapaz vai embora cabisbaixo.

Bruno, volta a marcar pontos junto de Eunice. Primeiro oferece-lhe o robot de cozinha que comprou no arraial. Depois obriga Pedro a pedir-lhe desculpa por lhe ter respondido mal. Ela fica impressionada e agradada com a atitude do marido.

Sara dá a entender a Fernando que não gostou que ele se tivesse ausentado para ir ao arraial com Afonso, queixando-se de que teve de lidar sozinha com as desconfianças de Tiago, que pode descobrir que eles andam a fazer contrabando de tabaco nos bacalhoeiros, bem como com Rita e António que facilmente vão descobrir que os corpos sepultados nos Açores não são da mãe nem do irmão dela. Sara, teme que a paixão entre Rita e António cresça de forma incontrolável. Fernando afirma que ela não está sozinha e ela diz esperar que não.

Rita e António regressam a Aveiro e ela confessa que achou Kiko espectacular pela ajuda que lhes deu nos Açores, desejando voltar a vê-lo. No entanto, não esquece que alguém lhe deu mais uma pista falsa sobre o paradeiro da mãe e do irmão e acha que alguém anda a persegui-la. António concorda que de facto alguém está a querer enganá-la mas dá-lhe conforto e diz que não se vão deixar abater.

Luísa está intranquila com a demora de Kiko para jantar e Jaime tenta tranquilizá-la, embora reforce que ela tem de decidir o que quer dizer ao filho sobre a ideia de ele ter escolhido passear turistas em vez de fazer o curso. Luísa está disposta a apoiar Kiko na decisão de criar uma empresa.

Carmo fica muito angustiada depois de Joaquim lhe contar que esteve com Afonso no bairro dos pescadores e que ele estava acompanhado por Fernando. Num impulso, Carmo afirma que tem de ir falar com o filho mas Joaquim trava-lhe o entusiasmo e diz que não o devem pressionar mais, mas sim esperar que seja ele a procurá-los.

Renata discorda de Sofia e diz-lhe que não devia ajudar Lucinda a recuperar o emprego mas a amiga acha que ela vai andar na linha quando regressar ao trabalho na Faina Norte. Sofia pergunta a Renata se tem visto o piloto e a cabeleireira corrige que Joaquim é piloto reformado, confessando que gosta dele mas ressalvando que são só amigos. Sofia deixa escapar que ele é reformado mas casado e Renata indigna-se com a insinuação de que está interessada nele.

nas redes

pesquisar