SIC

Perfil

De segunda a sábado

Resumo: 40º Episódio - 15 de junho (quinta-feira)

Rita fica a saber que há fortes probabilidades da sua mãe e irmão não estarem mortos

*OS RESUMOS DOS EPISÓDIOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DA NOVELA

Lucinda chega mais uma vez atrasada e Sofia não a poupa, castigando-a ao retirá-la da linha de embalamento e colocando-a a limpar o chão de balde e esfregona. Lucinda ameaça queixar-se à administração mas Sofia avisa-a para que o não faça pois sujeita-se a que Sara a despeça, como de resto já queria ter feito. Lucinda tem de engolir o orgulho e não tem outro remédio senão obedecer a Sofia.

Matilde pressiona André para arranjar rapidamente a banda que vai tocar no arraial e chama Mário à pedra dizendo que ele parece uma barata tonta. Ele reconhece que está desorientado com tanta gente.

Afonso oferece ajuda a André para arranjar uma banda que possa tocar no arraial mas ele garante que trata de tudo.

Matilde provoca Mário e diz que ele usa a falta de força no braço como desculpa para não fazer nada e ele reaje com azedume.

Bruno prepara-se para despedir Vítor, alegando que não pode continuar a dar-lhe a mão porque ele anda a tentar envolver-se com Renata. No entanto, acaba por mudar de ideias depois de ela entrar furiosa na oficina e decretar a Vítor que o quer longe de si.

Patrícia percebe que Carmo não está bem e diz-lhe que tire o resto do dia, que ela e Eunice tomam conta da Mercearia. Eunice, por seu lado, aproveita para contar a Carmo que Bruno simulou um assalto supostamente a fingir ao estabelecimento para aparecer na hora exacta para a salvar, mas que a coisa correu mal porque um dos homens envolvidos acabou por levar o dinheiro da caixa. Eunice garante que o dinheiro já foi devolvido. Carmo aceita as justificações de Eunice e quer saber se ela perdoou ao marido mas a empregada apressa-se a dizer que não.

Joaquim leva a Renata um doce de maracujá para lhe adoçar a boca e ela convida-o para ir ao arraial que vai acontecer ali na rua. Joaquim aceita o convite com muito agrado.

Isabel começa a sentir formigueiros nas mãos e tenta esconder de Luísa o seu estado. No entanto, Luísa não facilita e obriga-a a ir à consulta que está marcada para dali a meia hora.

António e Rita observam as belezas naturais dos Açores quando são chamados ao cemitério. O funcionário informa-os que os corpos que podem ser da mãe e do irmão dela vão agora para o Instituto de Medicina Legal.

Sara fala com Raia ao telefone e recusa-se a pagar mais aos pescadores que estão envolvidos no contrabando, sem que eles estejam efectivamente a fazer esse serviço. Tiago ouve a conversa da mãe e ela fica um pouco atrapalhada para justificar com quem é que estava a falar.

Fernando vai à Mercearia e deixa bem claro a Carmo que não a quer perto de si nem da sua família e recusa-se a dizer o que conversou com Afonso. Depois de ele se ir embora, Carmo desaba a chorar e Patrícia tenta reconfortá-la.

André continua sem conseguir arranjar uma banda para tocar no arraial e Vítor aconselha-o a aceitar a ajuda de Afonso que continua disposto a colaborar.

Joaquim fica muito irritado com Matilde que o atende mal no Meia Desfeita. Mário intervém e pede desculpa ao cliente e diz que Matilde tem um feitio intratável e que se não fosse uma boa cozinheira já a tinha despedido. Ela ouve tudo, fica furiosa e começa a tirar o avental sem que Mário se aperceba.

Isabel regressa do médico agastada por ser forçada a fazer mais exames médicos. Luísa recomenda-lhe paciência e a ouvir a segunda opinião que tanto queria.

O funcionário do cemitério avisa Rita de que tudo indica que os corpos que foram exumados, não pertencem ao irmão nem à mãe dela. Rita anseia pelos resultados definitivos e o homem diz que é preciso aguardar mais algum tempo, mas garante que a família dela não está ali.

Inês diz a Kiko que não faz sentido estarem de costas voltadas e confessa que fica irritada por sentir a falta dele. Ele reafirma que só podem ficar juntos se assumirem que se amam e dispõe-se a contar tudo a Afonso. Inês não está segura de que queira isso e Kiko afirma que ela ainda irá rastejar até ele para que assuma perante toda a gente que é seu namorado e que então logo se verá a reacção que ele vai ter. A cumplicidade entre ambos fica evidente.

Luísa reconcilia-se com Jaime mas volta a ficar perturbada quando ele insiste em que ela tem de contar a verdade sobre o seu passado a Kiko, revelando-lhe que deixou Rita para trás quando fugiram. Luísa chora e confessa que o seu maior desejo é saber o que aconteceu à filha. Apesar de dizer que não tem coragem, Jaime abraça-a e garante que vai procurar a rapariga.

Renata conversa no Meia Desfeita com Joaquim num registo de grande cumplicidade. Quando ele lhe segura as mãos com maior intimidade, Mário interrompe o momento e pede desculpa pela confusão que está no restaurante por causa do arraial. Renata diz que agora percebe porque é que Matilde não está ali e Mário fica preocupado sem saber onde é que ela se meteu. De seguida, pede à cabeleireira que lhe deite um olho ao restaurante enquanto vai procurar a cozinheira. Joaquim, estranha que ninguém os vá atender.

Cláudia desafia Elsa para ir ao arraial com ela. A irmã responde que não quer e acaba por confessar que lhe estragou a blusa e que o fez por raiva, uma raiva que muitas vezes a assalta. Apesar de tudo Cláudia perdoa-lhe e acaba por convencê-la a acompanhá-la.

nas redes

pesquisar